Últimas notícias:
Loading...

Sexo e asma pode ter uma relação bem curiosa, descobre estudo

Pesquisadores observaram que a atividade sexual poder ser causa da doença; veja como evitar

Um estudo norte-americano revelou que o sexo pode ser o gatilho não identificado para crises de asma entre as pessoas que convivem com essa doença.

A descoberta foi apresentada na reunião científica anual do American College of Alergy, Asthma and Immonology (ACAAI).

Pesquisadores dizem que o sexo pode ser gatilho para crises de asma
Créditos: jackfoto/istock
Pesquisadores dizem que o sexo pode ser gatilho para crises de asma

“Queríamos investigar se estudos de caso sobre crises de asma mencionavam a atividade sexual como uma possível causa”, disse o alergista Ariel Leung, membro da ACAAI e principal autor do estudo.

“Muitas pessoas não percebem que o gasto de energia da atividade sexual é equivalente a subir dois lances de escada. Os casos relatados são pouco frequentes, possivelmente porque aqueles que sofrem um surto de asma podem não perceber o gatilho”.

A asma é uma condição em que as vias aéreas ficam inflamadas, estreitas e inchadas, dificultando a passagem do ar para os pulmões.

Análise de casos

Para a pesquisa, os autores fizeram buscas no banco de dados PUBMED uma variedade de palavras-chave, incluindo “relação sexual OU asma de lua de mel OU comportamento sexual E alergia OU reação alérgica”.

Sexo pode afetar os padrões respiratórios causando uma crise de asma
Créditos: PeopleImages/istock
Sexo pode afetar os padrões respiratórios causando uma crise de asma

O estudo mostrou que existe, sim, uma relação entre a atividade sexual e uma crise de asma. O que acontece é que, como em qualquer atividade física mais intensa, o sexo acelera os batimentos cardíacos e faz a respiração ficar curta e acelerada, deixando a sensação de falta de fôlego. Esses fatores podem ser o estopim para um asmático.

Segundo um dos autores do estudo, é possível que essa relação seja subnotificada em razão da natureza íntima do assunto.

“As pessoas podem não se sentir à vontade para discutir com seu alergista uma crise de asma causada pelo sexo. Mas os alergistas são especialistas no diagnóstico, tratamento e manejo da asma. Se alguém pudesse orientar um paciente sobre como evitar uma crise de asma no futuro, seria o alergista. Quando a asma induzida por atividade sexual é identificada e tratada adequadamente, os alergistas são mais capazes de melhorar a qualidade de vida de seus pacientes”, disse o alergista e coautor do estudo, Dr. Am Aminian.

Como prevenir crise de asma durante o sexo?

O asmático precisa ter alguns cuidados para prevenir a crise durante a relação sexual.

“A fisiopatologia da asma induzida por relações sexuais espelha a asma induzida por exercícios, então faz sentido que seu tratamento seja semelhante. Assim, recomendamos que os pacientes tomem seu inalador com a medicação contra ataques cerca de 30 minutos antes da relação sexual para evitar uma crise de asma”, aconselha Aminian.

Pesquisadores aconselham o uso de inalador antes da atividade sexual
Créditos: nimis69/istock
Pesquisadores aconselham o uso de inalador antes da atividade sexual