Últimas notícias:

Loading...

Sinais de câncer que jornalista lutou para disseminar antes de morrer

A ativista inglesa foi condecorada pela família real em maio por seus esforços incansáveis ​​na conscientização sobre a doença

Por: Redação

A jornalista e apresentadora inglesa Deborah James morreu na terça-feira, 28, aos 40 anos, depois de travar uma luta de seis anos contra um câncer de intestino. Nos últimos anos, ela se dedicou a chamar a atenção para os sinais da doença para que as pessoas os conhecessem e fossem capazes de detectar os casos mais cedo possível.

Deborah foi diagnosticada com câncer de intestino em 2016, quando tinha 35 anos. Em maio deste ano, após inúmeros tratamentos, ela anunciou que seu estado era terminal e que estava recebendo os cuidados paliativos em casa.

deborah james
Crédito: Reprodução/Instagram/bowelbabeDeborah James trabalhou para que as pessoas entendessem os sinais de alerta do câncer de intestino

O câncer de intestino abrange os tumores que se iniciam na parte do intestino grosso chamada cólon e no reto (final do intestino, imediatamente antes do ânus) e ânus. Também é conhecido como câncer de cólon e reto ou colorretal.

As chances de cura são maiores, quando detectado precocemente, antes de se espalhar para outros órgãos.

Sinais do câncer de intestino

  • Sangue nas fezes

Um dos principais sinais da doença pode ser observado nas fezes. Quando há sangue é importante fazer uma investigação.

Esse sinal foi amplamente divulgado por Deborah James. Em sua campanha de conscientização, ela sempre pedia que todos verificassem seu cocô.

Mas é importante dizer, no entanto, que sangramento nas fezes pode ter diferentes causas possíveis, como hemorroidas, verminose e úlcera gástrica. Por isso, é necessária uma investigado para o diagnóstico correto e tratamento especifico.

deborah james

  • Mudanças nos hábitos intestinais

Outro sinal que é importante informar ao médico é se haver uma alteração nos hábitos intestinais que durem três semanas ou mais, como idas mais ou menos frequentes ao banheiro e fezes mais moles. Isso é especialmente importante quando há sinais de sangue nas fezes.

Esse foi um dos primeiros sinais que a apresentadora observou antes de descobrir a doença. Ela atribuía as idas mais frequentes ao banheiro a um consumo maior de vinho, novo emprego e estresse.

Os resultados dos primeiros exames de sangue e amostras de fezes levaram o médico a suspeitar que ela tinha síndrome do intestino irritável. Mas os sintomas pioraram com o passar dos meses.

deborah james
Crédito: Reprodução/Instagram/bowelbabeMudanças nos hábitos intestinais também devem ser observadas
  • Perda de peso

A apresentadora também observou que estava perdendo peso. Foi então que procurou a ajuda de um especialista em colonoscopia, que a diagnosticou com câncer em 2016.

Esse sintoma é menos comum que os demais, mas é importante considerar. Se não tiver uma causa aparente, vale  mencionar ao médico.

  • Cansaço e fraqueza

O câncer de intestino que causa sangramento pode causar falta de ferro no corpo. Se a pessoa desenvolve anemia, é provável que sinta cansaço além do normal.

Outros sintomas do câncer de intestino

O Instituto Nacional de Câncer (INCA) cita ainda os seguintes sinais que devem ser observados:

  • alteração na forma das fezes (fezes muito finas e compridas)
  • massa (tumoração) abdominal
  • dor ou desconforto abdominal

A detecção precoce, segundo o INCA, pode ser feita por meio de exames clínicos, laboratoriais, endoscópicos ou radiológicos.

Além do diagnóstico precoce, a Organização Mundial da Saúde (OMS) preconiza que os países realizem o rastreamento do câncer de cólon e reto em pessoas acima de 50 anos, por meio do exame de sangue oculto de fezes.

Compartilhe:

?>