Últimas notícias:
Loading...

Sinais incomuns de AVC que talvez você não conheça

Ao notar qualquer sintoma, é preciso procurar ajuda médica

Os sinais mais conhecidos de um AVC são fraqueza facial ou nos membros e dificuldades na fala. Porém, existem outros sintomas incomuns que também devem ser observados, já que o atendimento rápido faz diferença na recuperação.

De acordo com a Sociedade Brasileira de AVC, o Acidente Vascular Cerebral, também conhecido como AVC, isquemia ou derrame cerebral, é a segunda doença que mais mata os brasileiros, e a principal causa de incapacidade no mundo.

As sequelas do AVC impedem cerca de 70% das pessoas de retornar ao trabalho, e 50% delas ficam dependentes de outras pessoas no dia a dia.

Conheça os sinais incomuns do AVC
Créditos: peterschreiber.media/istock
Conheça os sinais incomuns do AVC

Os sinais incomuns de AVC

Poucos sabem, mas um derrame pode levar a alterações na visão, com embaçamento ou visão dupla, em um ou ambos os olhos. Também pode ocorrer anormalidades na forma como os olhos se movem.

Para isso, existe uma grande variedade de opções de tratamento. Os pacientes precisam passar por avaliação especializada para serem encaminhados para tratamento direcionado específico.

Outro sinal é a perda de coordenação e/ou sensação de tontura de início agudo. Isso preocupa os especialistas, principalmente por elevar, significantemente, o risco de quedas.

Algumas pessoas podem ainda apresentar náuseas e vômitos súbitos ou sentir-se muito cansadas.

Outras, que sofrem um AVC hemorrágico, podem desenvolver uma dor de cabeça súbita e intensa, que também pode ser o único sintoma.

Um acidente vascular cerebral hemorrágico ocorre quando um vaso sanguíneo no cérebro estoura, geralmente causado por pressão alta.

Já o acidente vascular cerebral isquêmico, que é mais comum, ocorre quando o fluxo sanguíneo para o cérebro é interrompido, causando a morte das células cerebrais.

Ao notar qualquer alteração é preciso relatar ao médico. Todos os derrames são diferentes. Para algumas pessoas, os efeitos podem ser relativamente leves e podem não durar muito.

Quais os fatores de risco de AVC?

Existem diversos fatores que aumentam a probabilidade de ocorrência de um AVC, seja ele hemorrágico ou isquêmico. Os principais incluem:

  • Hipertensão;
  • Diabetes tipo 2;
  • Colesterol alto;
  • Sobrepeso;
  • Obesidade;
  • Tabagismo;
  • Uso excessivo de álcool;
  • Idade avançada;
  • Sedentarismo;
  • Uso de drogas ilícitas;
  • Histórico familiar;
  • Ser do sexo masculino.