Últimas notícias:

Loading...

SP antecipa o calendário de vacinação contra covid-19; veja datas

Cronograma foi adiantado em 15 dias em todo o estado

Por: Redação

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou a antecipação de todo o calendário de vacinação contra a covid-19 no estado. A mudança acontece para o público em geral, por faixa etária, e também dos grupos prioritários, como profissionais da educação, gestantes e pessoas com deficiência permanente. O anúncio foi feito durante coletiva nesta quarta-feira, 9, no Palácio dos Bandeirantes.

Segundo Doria, a ideia é aplicar ao menos a primeira dose da vacina em toda população adulta até 18 de outubro.

Veja abaixo as novas datas do calendário de vacinação em SP:

Trabalhadores da educação básica de 45 a 46 anos: 9 de junho (80 mil pessoas)
Gestantes e puérperas sem comorbidades acima de 18 anos: 10 de junho (400 mil)
Pessoas com deficiência permanente, de 18 a 59 anos: 10 de junho (1 milhão)
Trabalhadores da educação básica de 18 a 44 anos: 11 de junho (360 mil pessoas)

Adultos sem comorbidades, de 55 a 59 anos: 16 de junho
Adultos de 54 anos: 9 a 19 de julho
Adultos de 50 a 53 anos: 20 de julho a 3 de agosto
Adultos de 45 a 49 anos: 4 a 18 de agosto
Adultos de 40 a 44 anos: 19 a 28 de agosto
Adultos de 35 a 39 anos: 29 de agosto a 7 de setembro
Adultos de 30 a 34 anos: 8 a 17 de setembro
Adultos de 25 a 29 anos: 18 a 27 de setembro
Adultos de 18 a 24 anos: 28 de setembro a 18 de outubro

cronograma vacinação em sp adiantado

Prorrogação da fase de transição

A gestão de João Doria também decidiu manter a fase de transição do plano de flexibilização econômica até o dia 30 de junho. Inicialmente, a previsão era de que essa etapa se encerrasse no dia 14 de junho.

Com isso, continuam valendo as atuais regras de funcionamento do comércio. Nenhum setor de serviço pode operar após as 22h.

Esse adiamento da flexibilização ocorre porque o estado ultrapassou na terça-feira, 8, 11 mil pacientes com covid-19 internados em UTI e 13.358, em enfermarias. O número supera a previsão do Comitê de Gerenciamento de Covid-19 do governo paulista.

Compartilhe: