Uma fatia de bacon por dia aumenta o risco de câncer

Estudo indica que pessoas que comem carne vermelha e processada mais de quatro vezes por semana têm um risco maior de câncer de intestino

Por: Redação | Comunicar erro
bacon na tábua de corte
Crédito: Fudio/istockVários casos de câncer poderiam ser evitados com dieta sem carne vermelha

Pesquisas sugerem há algum tempo que mesmo uma pequena quantidade de carne vermelha e processada pode aumentar o risco de alguns tipos de câncer. Agora, um novo estudo da Universidade de Oxford e do Cancer Research UK concluiu que até mesmo uma fatia de bacon por dia já é suficiente para aumentar significativamente esse risco.

O estudo publicado no International Journal of Epidemiology descobriu que as pessoas que consomem 76g de carne vermelha ou processada por dia têm um risco 20% maior de desenvolver câncer de intestino do que aquelas que comem uma média de 21g por dia.

A equipe de pesquisa analisou as dietas de quase meio milhão de homens e mulheres britânicos com idades entre 40 e 69 anos. Eles foram acompanhados ao longo de cinco anos e, nesse período, 2.609 desenvolveram câncer de intestino.

bacon fatiado
Crédito: apomares/istockBacon, presunto e linguiça estão associados ao desenvolvimento de câncer

O estudo descobriu que os voluntários que consumiram uma média de 76g por dia de carne vermelha e processada tiveram um risco 20% maior de câncer de intestino em comparação com aqueles que comeram 21g por dia.

Apenas para carne vermelha, o risco foi 15% maior para pessoas que comeram 54g por dia (cerca de uma fatia espessa de carne assada ou um costeleta de cordeiro), em média, em comparação com aquelas que comeram 8g por dia.

Para carne processada apenas, o risco foi 19% maior para quem consumiu uma média de 29g por dia (cerca de uma fatia de bacon ou de presunto) em comparação com quem comeu uma média de 5g por dia.

Por outro lado, também foi observado que pessoas que tiveram uma alta ingestão de fibras, comendo pães e cereais matinais, reduziram o risco de câncer de intestino em 14%.

Os resultados  do estudo sugerem que comer carne vermelha e processada quatro ou mais vezes por semana acarreta em um risco maior de desenvolver câncer de intestino do que comer apenas duas vezes por semana.

De acordo com o Cancer Research UK, 5,4 mil dos 41.804 casos de câncer de intestino registrados a cada ano no Reino Unido poderiam ser evitados com uma dieta sem carne processada de maneira alguma.

Compartilhe:

Tags: #cancer #Dieta
1 / 8
1
03:29
O que os pais podem fazer para ajudar seus filhos
Qual a responsabilidade que os pais têm em relação a ansiedade que seus filhos sofrem? A Dra. Ana Escobar, pediatra e …
2
01:33
Secreção vaginal: quais são os tipos e o que eles indicam
Ter secreção vaginal é normal? A Dra. Marianne Pinotti, ginecologista e obstetra, fala sobre quais os tipos de secreção vaginal e …
3
02:27
Escolhas que trazem longevidade
Se você pudesse escolher viver até os 100 anos, o que você faria? O Dr. João Paulo Nogueira, médico e fundador …
4
02:11
É importante tomar a vacina da hepatite?
O que é hepatite? e qual a importância em se vacinar contra esta doença? O Dr. Gonzalo Vecina, médico e fundador …
5
02:10
Como cuidar da saúde dos olhos
A saúde dos olhos depende de algum fator específico? A história de que comer cenoura faz bem para a visão, …
6
02:15
Os 3 níveis de estresse infantil
Quais são os níveis de estresses que uma criança pode ter? Como eles são classificados? A Dra. Ana Escobar, pediatra e …
7
06:25
O que você precisa saber sobre o HPV?
Quais os sinais que indicam o HPV? E como se prevenir deste vírus? A Dra. Marianne Pinotti, ginecologista e obstetra, fala …
8
03:04
O que fazer para ter uma boa velhice?
Quais hábitos podemos ter para chegarmos bem a terceira idade? O Dr. João Nogueira, médico e fundador do Horas da Vida, …