Vacina é aliada promissora no tratamento de dependentes de cocaína

Imunização desenvolvida por pesquisadores brasileiros diminui o efeito dependente da droga

Por: Redação

Uma vacina desenvolvida por pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) é a esperança no tratamento da dependência química, especificamente em cocaína.

A substância imunogênica, criada no Departamento de Química, da Escola de Farmácia e da Faculdade de Medicina, tem o mesmo princípio de qualquer outra vacina. Ela age induzindo o sistema imunológico a produzir anticorpos contra o agente que deve ser combatido, nesse caso, o efeito da droga.

Crédito: Getty Images/iStockphotoVacina foi desenvolvida por pesquisadores brasileiros

Em testes em laboratório, os pesquisadores observaram que, quando aplicada em roedores, a vacina conseguia diminuir a capacidade da droga chegar ao cérebro dos animais.

“Uma vez que a pessoa recebe a vacina, o corpo dela produz anticorpos que bloqueiam a passagem da droga dentro do cérebro e, com isso, a droga não consegue agir. No longo prazo, a pessoa não tendo o efeito da droga, ela tende a abandonar o uso”, explica o pesquisador Frederico Duarte Garcia, professor do departamento de Saúde Mental da UFMG.

ilustração mostra a ação da vacina no cérebro
Crédito: Reprodução/TV UFMGVacina age na produção de anticorpos anticocaína

Nos Estados Unidos, já existe uma vacina anticocaína em desenvolvimento, porém, a versão americana é originada de plataforma proteica, que pode ser uma proteína de vírus ou de bactéria. Já a brasileira, usa uma plataforma não proteica feita 100% em laboratório, o que a torna mais estável e fácil de ser manipulada.

Cocaína é um problema de saúde pública

O uso de substâncias como álcool, cocaína e crack é um problema de saúde pública que preocupa nações do mundo inteiro.

De acordo com dados da Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes (Fife), vinculada à Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil é o segundo maior consumidor mundial de cocaína, atrás apenas dos Estados Unidos.

Tratamento

Todo dependente químico tem garantido por lei o direito à assistência. O tratamento para quem abusa do álcool ou qualquer outro tipo de droga pode procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBS), os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e os Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas III (CAPS AD).

O atendimento envolve uma equipe formada por médicos médico psiquiatra, clínico geral, psicólogos, dentre outros.

Rede de apoio

O dependente químico ainda pode contar com uma rede de apoio de grupos de assistência, como o Narcóticos Anônimos (NA), formado por adictos em recuperação, que se reúnem regularmente para ajudar uns aos outros na luta contra o vício.

Saiba mais sobre o trabalho do NA. 

Compartilhe:

1
Câncer de próstata: saiba o que é e como se prevenir da doença
O câncer de próstata é o segundo tipo de tumor mais comum entre os brasileiros. De acordo com informações do …
2
03:38
Cuidados e prevenções para a saúde das mulheres
Dores menstruais parecem típicas, mas podem ser um sinal de endometriose. Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e comunidade, …
3
02:37
Saiba quais são os sintomas do Transtorno bipolar
O transtorno bipolar vai além das variações de humores. Hoje, o Dr. Jair de Jesus Mari, psiquiatra e professor da Unifesp, …
4
01:40
O que é a Fibromialgia e quais os sintomas?
Você já sentiu dores intensas em algumas partes do corpo? Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e comunidade, fala …
5
04:15
Quais são os sintomas que indicam diabetes?
Você sente uma fome excessiva, mas não consegue identificar o por quê? Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e …
6
04:43
Quais são os sintomas da Esquizofrenia?
A esquizofrenia é um dos tipos da psicose, que é um sintoma que descreve condições que afetam a mente. Hoje, o …
7
03:10
Como os fatores sociais impactam a expectativa de vida
Saneamento básico e desemprego são alguns dos fatores que podem impactar diretamente com a nossa longevidade. Hoje, a Dra. Aline de …
8
01:28
Psicose: saiba como identificar
Pensamentos vagos e incoerentes? Como identificar um surto psicótico? Hoje, o Dr. Jair de Jesus Mari, fala sobre os sintomas da …