Últimas notícias:

Loading...

Varíola do macaco: entenda a infecção com casos confirmados na Europa

Infecção rara começa com sintomas semelhantes aos da gripe, mas evolui para erupções cutâneas

Por: Redação

A Inglaterra tem três casos confirmados de infecção pelo vírus da varíola do macaco, segundo a Agência de Segurança Sanitária do Reino Unido (UKHSA).

O primeiro caso foi confirmado pela agência na semana passada. A pessoa teria viajado recentemente para a Nigéria, onde as autoridades britânicas acreditam que ele tenha contraído a doença.

Os dois casos mais recentes são de pessoas que moram na mesma casa, mas não estão vinculados ao caso anterior. As autoridades de saúde investigam como foram eles infectados.

varíola macaco
Crédito: OMS/Nigeria Center for Disease ControlCasos de varíola do macaco são identificados no Reino Unido

O primeiro paciente recebeu atendimento especializado em uma unidade de isolamento. A UKHSA disse que está trabalhando para identificar qualquer pessoa que tenha tido contato próximo com ele, incluindo pessoas que viajaram no mesmo voo.

Dos outros dois pacientes, um estava recebendo tratamento no hospital, enquanto o outro estava em isolamento.

O que é a varíola do macaco?

A varíola do macaco é uma infecção viral rara, parente da varíola que foi erradicada em 1980.

De acordo com o sistema público de saúde do Reino Unido (NHS), a doença geralmente dura de duas a quatro semanas e a pessoa se recupera. Os sintomas podem aparecer de cinco a 21 dias após a infecção.

Geralmente, começa com sintomas semelhantes aos da gripe, como dores musculares, de cabeça e calafrios, além de inchaço dos gânglios linfáticos. Depois, a doença progride para uma erupção cutânea que se espalha para o rosto e o corpo.

varíola do macaco
Crédito: Reprodução/ UK Health Security AgencyErupções cutâneas se espalham pelo corpo

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), casos graves ocorrem mais comumente entre crianças e estão relacionados à extensão da exposição ao vírus, estado de saúde do paciente e natureza das complicações.

As complicações da varíola do macaco podem incluir infecções secundárias, broncopneumonia, sepse, encefalite e infecção da córnea com consequente perda de visão.

Como é transmitida?

A transmissão acontece quando alguém está em contato próximo com as lesões, fluidos corporais, gotículas respiratórias de  alguém infectado.

Também pode ocorrer a partir da mordida ou arranhão de um animal infectado, ingestão de carne de caça, ou contato direto com roupas de cama ou roupas de pessoas contaminadas.

Por que se chama varíola do macaco?

O vírus da varíola do macaco foi descoberto pela primeira vez em 1958, quando dois surtos de uma doença semelhante à varíola ocorreram em macacos de laboratório mantidos para pesquisa, daí o nome.

Mas os macacos podem não ser os culpados pelos surtos, e o reservatório natural da varíola dos macacos permanece desconhecido, embora a OMS diga que os roedores são os mais prováveis.

Compartilhe:

Tags: #Doença
?>