Conheça Aysén, um dos trechos mais bonitos da Patagônia chilena

A região é cheia de lagos azuis, montanhas nevadas, geleiras... e pouca gente conhece!

A Patagônia, contando a região chilena e argentina, é quase do tamanho da Colômbia e do Egito. Por aí já fica mais fácil entender que a paisagem varia bastante. O blog Porta de Embarque esteve na região norte da Patagônia Chilena, percorreu a Carretera Austral e conheceu essa que é a área mais selvagem e mais variada da Patagônia..

É o trecho com terras  onde homem algum pisou (a densidade por lá é de 0,9 habitantes por km2!), bosques eternamente verdes, rios de água bem azul, riachos, geleiras e montanhas nevadas.

O principal na Patagônia Norte chilena é rodar pela Carretera Austral, uma estrada com 1.240 km que vai de Puerto Montt a Villa O’Higgins, e passa sempre por essas paisagens maravilhosas. Mesmo sendo lugar desabitado, essas terras não deixam a viagem no marasmo. É impossível desgrudar o olho da janela do carro: sempre surge lá fora um pico nevado, um lago azulado ou montanhas e mais montanhas.

Créditos: Natalia Manczyk/Porta de Embarque

Apesar de ser uma área selvagem, é fácil rodar pela Carretera Austral sem perrengue. A viagem pode ser feita por qualquer um. Isso porque o hotel Loberías del Sur, em Puerto Chacabuco, passou a oferecer um pacote com tudo incluído. Os hóspedes têm direito à hospedagem, todas as refeições e todos os passeios. Assim, ninguém precisa se preocupar com nada. É só subir na van e, aproveitar o visual pela janela.

As distâncias nessa região da Patagônia são grandes e você vai passar um bom tempo do dia na van. Um dia  são três horas até a atração, no outro quatro horas… Por isso, voltar para o mesmo hotel todo dia, ter um quarto grande e quentinho, uma camona e boa comida são essenciais.

 Algumas das atrações na Carretera Austral

Capillas de Mármol

São rochas de mármore, de milhões de anos atrás (milhões!) que se desprenderam de um paredão altíssimo, caíram na água e foram sendo esculpidas com a força da água e do vento.

É possível entrar de barco nas Capillas de Marmol
Créditos: Natalia Manczyk/Portade Embarque
É possível entrar de barco nas Capillas de Marmol

Glaciar Colgante

Traduzindo, trata-se de uma geleira pendurada. Para chegar nessa formação é só fazer uma trilha facinha de 600 metros no Parque Nacional Queulat. O parque, no entanto, está a quatro horas do hotel Loberías del Sur, e o caminho já é cheio de lagoas, mirantes e cachoeiras.

Geleira San Rafael

A gente que é brasileiro não vê geleira todo dia, né? Então é claro que esse é um dos passeios mais esperados pelos brasileiros. O Loberías del Sur é dono do único catamarã que navega até a Geleira San Rafael. Para quem está hospedado no hotel, são só cinco minutinhos até o porto de onde parte o barco. A navegação, no entanto, leva cinco horas para ir e cinco para voltar.

Veja mais atrações da Carretera Austral e todas as dicas para conhecer essa região no Porta de Embarque.

Em parceria com Porta de Embarque

Natalia Manczyk é editora do blog Porta de Embarque e tem o emprego dos sonhos: é viajante profissional. Trabalha como jornalista de viagem há 15 anos e não para. Está sempre em busca de novos destinos para conhecer e apresentar.