Conheça Batabano, Carnaval caribenho das Ilhas Cayman

Festa de música, cultura e foliões fantasiados traz ainda outro bônus exclusivo do destino: o caymankind

Por: ladobviagem | Comunicar erro

Assim como no Brasil, o Carnaval das Ilhas Cayman, o Batabano, sacode o destino todos os anos. A festa colorida dura um dia e é a melhor data para programar a visita às ilhas.

As Ilhas Cayman, território britânico no Caribe, são conhecidas não só por ser paraíso fiscal, mas também como paraíso natural, de praias preservadas e mergulhos ínacreditáveis em águas transparentes.

Crédito: Andrea Miramontes / Lado B ViagemFoliões com maquiagens fantásticas curtem o Batabano, o Carnaval das Ilhas Cayman

As ilhas são famosas também pelos serviços luxuosos, como spas e hotéis cinco estrelas entre os top 10 de todas as ilhas do Caribe.

Mas no dia do Carnaval, a balada é na rua, para todos. É comum encontrar foliões fantasiados por todos os cantos na Grand Cayman.

Crédito: Andrea Miramontes / Lado B ViagemDesfiles do Carnaval nas Cayman acontecem na rua, gratuito, uma vez ao ano

Batabano completou 26 anos em 2019 e acontece todos anos entre o final de abril e começo do mês de maio.

A festa mulicultural é gratuita, a céu aberto. Mas alguns lugares, como o restaurante Peppers, organizam camarotes open bar com esquenta, o que deixa tudo mais divertido.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Andrea Miramontes 🇧🇷| Travel (@ladobviagem) em

Em todo canto, e não só durante o Carnaval, você será envolvido pelo Caymankind, o jeito doce e internacionalmente conhecido como os locais, vindos de culturas diferentes, costumam receber quem chega às ilhas.

Crédito: Andrea Miramontes / Lado B ViagemFantasias gigantes durante o desfile do Batabano

A receptividade é um dos pontos importantes para se sentir parte da festa. Vem gente do mundo todo para o Batabano. Encontrei italianos, franceses, muitos norte-americanos e foliões de outras ilhas do Caribe.

Crédito: Andrea Miramontes / Lado B ViagemTuristas e locais assistem aos destiles do Batabano que acontecem nas ruas, na Grand Cayman

Tartarugas e batabano

Batabano remete às raízes das Ilhas Cayman. A palavra significa pegadas deixadas na areia pelas tartarugas marinhas, que caminham na praia para fazer ninho.

As três ilhas caribenhas descobertas em 1.503  eram habitadas por muitas tartarugas. Tantas, que na época o destino ganhou o nome de Las Tortugas. Hoje, o animal está na bandeira das ilhas e é protegido por lá.

Durante o dia do Carnaval, há muitas referências ao animal, que está nas fantasias, cores e carros alegóricos.

A festa celebra a cultura do Caribe. Coreografias e roupas coloridas remetem ao ambiente, cultura e paisagens das ilhas. Assim como o Brasil, o destino foi formado por muitas culturas distintas.

Crédito: Divulgação / Visit Cayman IslandsFoliões coloridos curtem o Batabano, carnaval das Ilhas Cayman

E como o samba está para o Carnaval daqui, o whining está para o Batabano. A dança é feita com um rebolado todo sensual que homens e mulheres exibem durante o desfile.

A música preferida é o soca, mas há muito reggae e calypso, que não tem nada a ver com a Joelma e Chimbinha. Calypso é um estilo musical caribenho que nasceu nas ilhas de Trinidad e Tobago.

Neste vídeo de 2018, é possível sentir um pouco do gostinho da festa incrível das Cayman, onde todos, inclusive crianças, são bem-vindos.

–Guia básico das Ilhas Cayman–

Crédito: Andrea Miramontes / Lado B ViagemCores inacreditáveis nas águas das Ilhas Cayman, perfeitas para relaxar e para mergulhos

Como chegar

São três ilhas: Grand Cayman,  que é o centro financeiro e onde está a maior parte dos hotéis e restaurantes, Cayman Brac e Little Cayman.

O principal aeroporto está na Grand Cayman, Owen Roberts International Airport. Mas o destino tem ainda o Charles Kirkconnell Airport, em Cayman Brac.

São mais de 55 voos semanais para as ilhas, com voos diretos e diários de Miami, pelas pelas aéreas American Airlines e Cayman Airways, nacional.

Crédito: Andrea Miramontes / Lado B ViagemVista aérea da chegada às Ilhas Cayman

Há voos ainda para Jamaica e Cuba, na região do Caribe, e também para La Ceiba, em Honduras.

O destino recebe voos da American Airlines, Continental, Delta, US Air, Northwest, British Airways, Copa Airlines e Air Jamaica.

Documentos

Não é preciso visto nem  comprovante da vacina da febre amarela para entrar.

O viajante precisa de passaporte válido e, na maioria das vezes, visto dos EUA, pois a conexão mais fácil acontece no país.

Crédito: Andrea Miramontes / Lado B ViagemOwen Roberts International Airport, na Grand Cayman

A única maneira de chegar em Cayman sem visto americano pelo Caribe é via Jamaica (Kingston e Montego Bay), Cuba (Havana) ou Honduras (La Ceiba e Roatan) para onde o destino possui frequência aérea com voo direto.

Há uma taxa de saída de US$25,00 a ser paga ao sair do destino. Mas costuma ser incluída no valor do bilhete aéreo, no momento da compra.

Seguro

Para entrar nas Ilhas Cayman, o seguro viagem não é obrigatório. Mas em qualquer viagem ao exterior, a precaução é indispensável.

Isso porque o prejuízo, caso não esteja segurado  precise de atendimento médico, é sempre maior. Uma simples consulta médica no exterior pode custar mais de 300 dólares.

Ao fazer o seguro viagem para Cayman, especifique se vai participar de algum tipo de esporte na água, como mergulho, como aconselha a seguradora GTA – Global Travel Assistance, que cobre também a região do Caribe.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Andrea Miramontes 🇧🇷| Travel (@ladobviagem) em

De acordo com a empresa, todo esporte a ser praticado em viagens deve ser especificado na hora de contratar o seguro, para que a cobertura seja completa.

Transporte e internet

Não há serviço de Uber nas ilhas. Para se locomover, escolha um receptivo, táxi ou alugue um veículo. O aluguel é fácil e sua carteira de habilitação, válida. Na locação, será cobrada uma  taxa de licença para dirigir.

A idade mínima para aluguel de carros é 18 anos, mas algumas apólices de seguro não cobrem motoristas com menos de 25 anos.

Para estar o tempo todo conectado, especialmente se for dirigir no destino e precisar acessar mapas, é interessante comprar um pacote e dados ou chip de conexão no local.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Andrea Miramontes 🇧🇷| Travel (@ladobviagem) em

Ilhas Cayman fazem parte da cobertura de um dos chips que podem ser comprados ainda no Brasil, o Skill Sim. O chip deve ser trocado ao chegar ao destino, e a internet chega até à beira da praia.

Moeda, fuso e quando ir

As ilhas estão a duas horas a menos do que o Brasil. A moeda é o dólar das Ilhas Cayman (KYD) um pouco mais alto do que o americano.

Um dólar das ilhas está para aproximadamente R$ 4,50, em cotação deste mês de julho. Mas não indico comprar moeda, pois toda ilha aceita cartão, e muitos lugares, dólar americano.

É um  destino tropical, e a temperatura sempre vai estar boa para o turista. Final de abril e começo de maio é uma excelente época, em que ainda dá para curtir o Batabano.

Crédito: DivulgaçãoStingray City, o mergulho com arraias livres no oceano, é um dos passeios nas Ilhas Cayman

A época de chuva  acontece entre setembro e outubro. E como estamos no Caribe, as ilhas podem ser rota de furacões,  de junho e novembro.

Embora o destino esteja completamente preparado para essas tempestades e furacões, melhor evitar as épocas mais críticas, especialmente de agosto a novembro.

Isso porque alguns passeios de barco podem não acontecer caso o oceano esteja revolto.

Onde ficar

A rede hoteleira das Ilhas Cayman é imensa e tem para todos os tipos de viajantes.

Mas quem busca luxo pode optar pelo Kimpton Seafire, no ranking dos 10 melhores de todas as ilhas do Caribe, ou mesmo o Ritz Carlton, cujo spa está entre os melhores do mundo.

Ambos ficam na Seven Miles Beach, com o mar caribenho nas cores deste post:

Crédito: Andrea Miramontes / Lado B ViagemPiscina gigante do Kimpton Seafire, de frente para o mar do Caribe nas Ilhas Cayman

Do próprio hotel saem barcos para os mergulhos mais inacreditáveis. Nas Ilhas Cayman, as águas transparentes permitem ver da superfície o naufrágio de um navio a 17 metros de profundidade, bem como o de nado com arraias livres em alto-mar.

Mas tudo isso é assunto para outros posts, que o Lado B Viagem vai trazer para você não deixar de conhecer esse paraíso.

1 / 8
1
05:46
Os melhores tipos de música que ajudam na gravidez
A partir do sexto mês de gestação, a criança já tem audição definida. Quais são os estímulos e efeitos que as …
2
03:26
Frota reconhece uso de ‘fake news’ na eleição de Bolsonaro
Na última edição do Roda Viva, da TV Cultura, o deputado federal Alexandre Frota (PSL) revelou que sabia sobre o …
3
04:24
Jatinhos: Bolsonaro ataca Huck, mas não fala nada de Hang
Após receber críticas de Luciano Hulk, o presidente Jair Bolsonaro resolveu mostrar o financiamento que o apresentador  recebeu do BNDES …
4
04:15
Bolsonaro recuará na indicação de Eduardo para embaixada ?
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) admite, pela primeira vez, que existe a possibilidade dele não indicar seu filho, o deputado …
5
02:29
Sequestro na Ponte Rio-Niterói termina após mais de três horas
Um homem armado entrou em um ônibus e manteve 37 reféns no início desta terça-feira, 20, na Ponte Rio-Niterói, via …
6
06:43
Após ser acusado de comunista, Dimenstein cobra provas de Hasselmann
A deputada federal Joice Hasselmann perdeu a calma nas redes sociais ao atacar o jornalista Gilberto Dimenstein, acusando-o de militante …
7
04:53
Netflix e KondZilla lançam ‘Sintonia’, da periferia para o mundo
KondZilla tem razão quando afirma: "A favela venceu". “Sintonia”, a nova série da Netflix, prova isso. A ideia original é dele …
8
04:21
Sinais que indicam problemas no estômago
Ter tosse seca pode ser um sinal que o seu estômago não vai muito bem. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …