Últimas notícias:

Loading...

Costa e MSC suspendem cruzeiros no Brasil após surto de covid

Os cruzeiros em andamento irão finalizar seus itinerários conforme planejado

Por: Redação

As empresas Costa Crociere e MSC decidiram suspender a temporada de cruzeiros no Brasil até o dia 21 de janeiro. A informação foi anunciada na tarde desta segunda-feira, 3, pela Associação Brasileira de Navios de Cruzeiros (Clia Brasil).

Em nota, a Clia informa que a suspensão tem efeito imediato para novas partidas. Os cruzeiros em andamento, por sua vez, irão finalizar seus itinerários conforme planejado.

Costa e MSC suspendem cruzeiros no Brasil após surto de covid
Crédito: DivulgaçãoCosta e MSC suspendem cruzeiros no Brasil após surto de covid

Ainda, segundo a Clia Brasil, durante a “pausa, a associação estará trabalhando, em nome das companhias de cruzeiros que operam no país para buscar alinhamento com as autoridades do governo federal, Anvisa, estados e municípios nos destinos operados em relação às interpretações e aplicações dos protocolos operacionais de saúde e segurança que haviam sido aprovados no início da atual temporada, no mês de novembro”.

“Nas últimas semanas, as duas companhias de cruzeiros afetadas experimentaram uma série de situações que impactaram diretamente as operações nos navios, tornando a continuidade dos cruzeiros neste momento impraticável”, diz um trecho da nota.

Cota Diadema
Crédito: DivulgaçãoApós casos de covid, Anvisa suspendeu viagem do navio Costa Diadema

A decisão acontece um dia depois de a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reforçar a “urgência” em interromper a temporada de cruzeiros após surtos de covid-19 nos navios Costa Diadema e MSC Splendida.

A recomendação da Anvisa foi feita ao Ministério da Saúde no dia 31 de dezembro.

Passageiros impedidos de embarcar

No domingo, 2, mais de 2 mil passageiros foram impedidos de embarcar no navio MSC Splendida no porto de Santos, no litoral paulista.

De acordo com a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), o motivo foi por causa do surto de covid-19 entre os tripulantes. O órgão também alega que notificou a MSC ontem, 1, sobre o impedimento do embarque.

Compartilhe: