Filmes com destinos incríveis para viajar sem sair de casa

Cátia Noronha, do Todas as Mães em Viagem, lista filmes para viajar sem sair de casa!

E já que as viagens estão um pouco distantes da nossa realidade no momento, que tal viajar revendo filmes antigos?

Um bom programa para este feriado e fim de semana (que ironia do destino a gente ter comemorado os vários feriados de 2020, hein?). Listei aqui filmes com destinos incríveis de viagens –já anota aí para quando a pandemia do novo coronavírus (covid-19) acabar e a gente puder viajar em segurança!

Quem não tem um filme que marcou a vida pelo destino ou cenário? Eu sou muuuito fã de “A Noviça Rebelde” (The Sound of Music – 1965), filme que se passa na Áustria, no fim dos anos 30, pouco antes da Segunda Guerra. Foi em Salzburgo onde a família Von Trapp da vida real viveu e inspirou o filme.

Cena do filme “A Noviça Rebelde”, de 1965

Quem vai para Salzburgo pode, inclusive, fazer tours baseados nas locações da Noviça Rebelde, como os Jardins do Palácio Mirabell, onde Fraulein Maria e as crianças cantaram Do-Ré-Mi. Isso sem contar que Salzburgo é a cidade onde Mozart nasceu:  cidade respira arte!

Crédito: Bluejayphoto/iStockVista dos jardins do Palácio Mirabell, em Salzburgo

Outro filme que faz a gente viajar para um destino diferente é “Encontros e Desencontros” (Lost in Translation – 2003). A história de passa em Tóquio, no Japão, com Bob Harris (Bill Murray) e Charlotte (Scarlett Johansson), que se conhecem no bar de um hotel de luxo. Os dois acabam virando grandes amigos e contam um com o outro para se livrar da solidão e do tédio.

O hotel onde foram gravadas algumas das cenas do filme é o Park Hyatt Tokyo, um dos mais luxuosos da cidade, que oferece uma visão privilegiada do moderno bairro de Shinbuju.

Crédito: Divulgação Park Hyatt Tokyo oferece uma vista privilegiada do moderno bairro de Shinbuju

No filme, a personagem Charlotte também nos leva para o templo budista Jugan-Ji. E uma das cenas mais inesquecíveis do longa metragem se passa no karaokê, praticamente um símbolo da cultura japonesa. O karaokê existe de verdade e chama-se Karaoke Kan.

E “O Segredo de Brokeback Mountain” (Brokeback Mountain – 2005), lembra-se? Apesar da história do filme se passar nas Montanhas Big Horn em Wyoming, a maior parte de suas cenas foram filmadas em cidades da província canadense de Alberta.

Sim, aqueles cenários maravilhosos são das Montanhas Rochosas Canadenses, cuja viagem fiz de motorhome com a família e contei aqui na Catraca Livre Viagem!

Crédito: AlbertoLoyo/iStockO lago Moraine com as Montanhas Rochosas ao fundo

E por falar em motorhome, assisti um dia desses à comédia “Férias no Trailer” (R.V. : Runaway Vacation – 2006), com Robin Williams, morto em 2014. Uma ótima para quem quiser rir da rotina de uma família em uma viagem de motorhome.

Na trama, Bob Munro (Robin Williams) desmarca as férias em família para o Havaí e decide levá-los para uma roadtrip pelo Colorado (EUA) a bordo de um trailer (tudo isso contra a vontade da esposa e filhos). A história mostra como os laços afetivos se estreitam entre eles, mesmo com tantos apuros que passam. É um tema bem pertinente à situação que as famílias estão passando nesse confinamento social.

Crédito: FilippoBacci/iStockVista do Monument Valley, um dos cartões-postais do Colorado

Se a gente parar para fazer uma lista de filmes que mostram destinos legais, esse texto será gigante e não vou terminar nunca! Só em Las Vegas, por exemplo, tem: “Se Beber Não Case”, “Despedida em Las Vegas”, “Casino”, “Onze Homens e Um Segredo”.

Para quem prefere ares europeus, assista “O Código Da Vinci” (The Da Vinci Code – 2006), romance de Dan Brown que virou filme, estrelado por Tom Hanks. Na história, o simbologista Robert Langdon e a criptologista Sophie Neveu investigam um assassinato no Museu do Louvre, em Paris, e se envolvem na lenda do Santo Graal e a história do cristianismo. É uma mistura de ficção e suspense, que te leva para conhecer um dos museus mais famosos do mundo!

Crédito: Freeimages.comMuseu do Louvre, em Paris, serve de pano de fundo em “O Código da Vinci”

Complete a viagem pela Europa assistindo aos outros filmes da trilogia: “Anjos e Demônios”, que se passa no Vaticano; e “Inferno”, que acontece na bela cidade italiana de Florença, berço do Renascimento.

Em “Comer, Rezar e Amar” (Eat Pray Love – 2010) você viaja com a personagem para três lugares diferentes! Depois de largar sua vida em Nova York, Elizabeth, protagonizada por Julia Roberts, vai atrás de novas experiências de vida em três países, em uma intensa viagem de autoconhecimento.

É em Roma, capital da Itália, que a personagem vive a primeira parte do filme, onde aprende mais a cultura local e, claro, se entrega aos prazeres da gastronomia italiana. Depois Liz embarca para a Índia em uma viagem em busca de um desenvolvimento espiritual.

Crédito: R.M. Nunes/iStockBali, na Indonésia, serviu de cenário para o filme “Comer, Rezar e Amar”

Na terceira parte do filme, a personagem vai viver em Bali, na Indonésia, onde vai se abrir para um novo amor em um cenário paradisíaco e cheio de magia. Em cada país que visita, a personagem se depara com questões relacionadas com o nome da obra: comer, rezar e amar.

Quem disse mesmo que não podemos viajar e sonhar?

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário todasasmaes

A Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.