CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Nova Zelândia passa a exigir visto de turistas brasileiros

Além do Brasil, a medida atinge outros 59 países; documento custa cerca de R$ 127

Por: Redação

Desde outubro, a Nova Zelândia passou a exigir visto de entrada para turistas brasileiros. A boa notícia, se assim podemos dizer, ele é menos burocrático e pode ser emitido via internet.

Além do Brasil, a medida atinge outros 59 países que não precisam do visto tradicional.

Para obter o Eletronic Travel Authority, ou NZeTA, os brasileiros terão que preencher um formulário com dados e objetivo da viagem, além de apresentar uma declaração de antecedentes criminais. O documento terá validade por dois anos.

Vista do Milford Sounds
Crédito: Rob Suisted/Tourism New ZealandVista do Milford Sounds, no Parque Nacional de Fiordland, uma das atrações da Nova Zelândia

Antes, os brasileiros não precisavam da autorização em viagens com tempo máximo de permanência de três meses.

O governo neozelandês afirma que a medida busca facilitar a entrada de turistas no país, uma vez que as informações pessoais de cada um terão sido previamente aprovadas.

O documento custa 47 dólares neozelandês (R$ 127) para turismo e negócios, e  12 dólares neozelandês (R$ 33) para passageiros em trânsito. Durante o processo, não é necessário o agendamento de entrevista. A validade do visto eletrônico é de dois anos. É importante ressaltar que, mesmo que a Nova Zelândia não seja o destino final, o visto é exigido.

Para emitir o visto eletrônico é só acessar a página do governo: www.immigration.govt.nz.

Nova Zelândia
Crédito: IStockVista da sky tower em Auckland, Nova Zelândia

Além da taxa do visto, o turista também terá que pagar taxa de proteção ambiental do país, anunciada em junho de 2018. Ela custa 35 dólares neozelandeses (R$ 94) e também vale por dois anos.

“A cada ano, o número de turistas aumenta para a Nova Zelândia e, ainda que pareça simples, detalhes podem fazer a diferença na aprovação do visto. A assessoria de um profissional qualificado pode auxiliar o viajante e otimizar o planejamento de viagem”, diz Adriana Santos, gerente de Vistos da Schultz Vistos.

Anualmente, cerca de 20 mil brasileiros visitam o país da Oceania. Buscam a Nova Zelândia, viajantes interessados em paisagens e aventuras em meio a natureza, e experiências culturais influenciadas pelos povos maoris, tradicionais da região.

Embora o número ainda pareça pouco perto de destinos mais populares, pesquisa realizada pelo Turismo da Nova Zelândia no Brasil, aponta que 18 milhões de brasileiros têm interesse em destinos do país entre suas preferências, o que mostra um grande potencial de crescimento para os próximos anos.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.