Nove paraísos da Colômbia ainda desconhecidos dos brasileiros

País vizinho está se consolidando como um dos principais destinos turísticos da América do Sul nos últimos anos

Por: Redação | Comunicar erro

Um dos maiores atrativos da Colômbia é sua posição geográfica privilegiada, localizada no extremo norte da América do Sul e em meio ao Caribe. Com litorais sobre os dois oceanos –o Atlântico e o Pacífico–, o país oferece verdadeiros paraísos à beira-mar, como as belas zonas de corais do Mar do Caribe ou a oportunidade de ver as maravilhosas baleias da Costa Pacífica.

Não é à toa que a cada ano o país vem recebendo um número maior de turistas. Nos nos cinco primeiros meses do ano a Colômbia recebeu 3 milhões de turistas, de acordo com Ministério de Comércio, Indústria e Turismo.

Cartagena
Crédito: iStockVista da cidade de Cartagena das Índias, no Caribe colombiano

O país deve bater o recorde de 2017 no volume total de chegadas de estrangeiros (6,5 milhões de visitantes), já que o volume de janeiro a maio representa uma alta de 38,1% em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com as autoridades, somente em maio a chegada de turistas do exterior cresceu 32,1% em comparação com o mesmo mês de 2017. Foram 608 mil desembarques de pessoas de outros países – a maioria delas chegou em cruzeiros pelas águas caribenhas.

Para se ter uma ideia dos avanços no turismo, o Brasil recebeu no ano passado os mesmos 6,5 milhões de turistas estrangeiros, segundo o Ministério do Turismo. Foi, da mesma forma, a melhor marca da história do setor nacional.

Os brasileiros, por meio de voos diretos oferecidos por companhias como Avianca e Copa Airlines, passaram a descobrir a Colômbia nos últimos anos, segundo dados da agência ViajaNet.

A seguir, a Catraca Livre indica nove desses paraísos perdidos no país vizinho que você deve incluir em seu roteiro pela Colômbia.

Punta Gallinas

Punta Gallinas
Crédito: DC_Colombia/iStockPôr do sol em Punta Gallinas; região recebe poucos turistas

Punta Gallinas, dentro do território colombiano habitado pelos indígenas wayuu, é o ponto mais ao norte de toda a América do Sul. Está localizado no departamento de La Guajira e se pode chegar por terra ou por aviões que partem de Riohacha, capital da província. Ali estão praias virgens e redes para dormir e descansar. Por ficar no limite entre o mar e o deserto, é um lugar sagrado para os indígenas da região, mas oferece praias com águas tranquilas e alguns poucos turistas chegam a conhecê-la.

Parque Nacional Tayrona

National Park Tayron
Crédito: StreetFlash/iStockRegião do Parque Tayrona conta com cerca de 40 praias, mas apenas nove são banháveis

Viajando por uma estrada em 45 minutos de Santa Marta, no departamento de mesmo tempo, se chega à Sierra Nevada de Santa Marta, onde está um dos santuários naturais mais importantes do país e da América Latina: o Parque Tayrona.

Os números impressionam: são 15 mil hectares terrestres, 3 mil hectares marinhos, quatro etnias indígenas, 40 praias (dentre as quais nove são banháveis), cerca de 50 espécies de mamíferos, 400 de aves, 27 tipos de flora e fauna típicas da região, 50 espécies de corais, 100 de algas, além de diversas paisagens naturais formadas por bosques, areais, mangues e floresta.

Tudo disponível para um número diário de 6.900 turistas, que podem permanecer no parque até as 18h – por isso a maioria costuma fechar pacotes para dormir nas acomodações internas.

Puerto Velero

Puerto Velero
Crédito: Divulgação/Marina Puerto VeleroPuerto Velero tem praia de areia plana e águas calmas

Meia hora de viagem de Barranquilla, no departamento de Atlántico, está uma praia de areia plana e águas calmas muito utilizada por esportes de surfe e kiteboarding. Em Puerto Velero, a fama fez com que uma série de empresas instalasse ali instrutores qualificados que, diante de uma corrente permanente de vento em uma velocidade significativa, passam o dia tentando dar conta de todos os turistas que chegam ao local com suas pranchas.

Isla Barú

Isla Barú
Crédito: DivulgaçãoIsla Barú, em Cartagena, tem, praias de águas transparentes

Perto de Cartagena, cartão-postal beira-mar por excelência do país, encontra-se a Isla Barú, uma grande formação coralina de ilhas com praias brancas e tranquilas, longe do comércio e do turismo tradicional da cidade famosa. Pode ser acessada por mar, com embarcações que saem do porto de Cartagena, ou por terra, em carros ou motocicletas que fazem o serviço de transporte dos turistas.

Muitos visitantes desejam chegar ali para a prática de mergulho, mas há vários restaurantes à beira-mar para descansar ao som das rumbas caribenhas.

Arquipélago de San Bernardo

Arquipélago de San Bernardo
Crédito: Divulgação/ProColombiaAs ilhas do Rosário e São Bernardo ficam, respectivamente, a uma e a duas horas em lancha do litoral de Cartagena

Em pleno Golfo de Morrosquillo, ao sul de Cartagena, há um conjunto de dez ilhas –uma artificial, inclusive, a Santa Cruz del Islote, construída pelos habitantes– de uma cadeia de corais que impacta pela beleza das praias e pelas cores das águas. Com uma oferta variada em restaurantes típicos costeiros e hospedagens em algumas de suas ilhas, ela se converte em uma outra grande opção para se distanciar de terra firme por alguns dias.

Nuquí

Nuqui, Colômbia
Crédito: LUCKOHNEN/iStockNuquí é destino favorito de surfistas por conta de suas ondas

Ao lado do Parque Nacional Utría, Nuquí é um dos exemplos da biodiversidade que atrai tanta gente à Colômbia. Além da beleza da praia e do tamanho das ondas, que são intensamente usadas por surfistas locais, há um espetáculo à parte com a chegada de tartarugas, baleias e uma grande variedade de peixes que podem ser vistos por qualquer banhista. Quem prefere mergulhar, no entanto, consegue quase tocá-los.

Bahía Solano

Bahía Solano

Bahía Solano
Crédito: Divulgação/ProColombiaEntardecer na Bahía Solano

Na costa Pacífica da Colômbia, no departamento de Chocó, o grande atrativo é assistir às baleias jubartes – as maiores do planeta – que por ali passam em busca de águas quentes entre julho e outubro. A Bahía Solano ainda tem praias quase virgens e cachoeiras espetaculares que nascem na Serranía del Baudó.

Ladrilleros e Juanchaco

Buenaventura, Valle del cauca
Crédito: Jorge Eliecer Orozco/ColombiaTravelLadrilleros e Juanchaco são pequenos povoados de pescadores que crescem em meio ao mar e à selva

Perto do porto de Buenaventura estão as praias de Ladrilleros e Juanchaco, pequenos povoados de pescadores que crescem em meio ao mar e à selva. Com uma infraestrutura hoteleira aceitável para qualquer mochileiro, essas praias são o lugar perfeito para desfrutar os sons da música do Pacífico colombiano, em meio aos ritmos dos habitantes que tocam tambores e marimbas (instrumentos de origens africanas).

1 / 8
1
05:22
Conheça os brinquedos mais radicais dos parques de Orlando
A Catraca Livre foi para a Flórida, nos Estados Unidos, conhecer os parques mais divertidos da região a convite do …
2
01:45
Visitamos uma fantástica fábrica de chocolate
3
03:24
Vovó deixa presídio e ensina como viajar pelo mundo
"As Melhores Surpresas do Mundo" é  o programa que discute as coisas mais inovadoras e surpreendentes que o mundo oferece. -------------------------------------------------------- DIREÇÃO: …
4
01:20
Karol Conka indica 2 lugares incríveis para conhecer em Curitiba
Convidada pelo Colaí Indica para falar sobre os seus rolês favoritos em Curitiba, cidade natal da rapper, Karol Conka mostrou …
5
03:31
Conheça o Embalse El Yeso, na Cordilheira dos Andes
Perfeito tanto para quem passará várias dias em Santiago, ou até mesmo para quem terá uma passagem breve pela cidade, …
6
02:49
A lama de Brumadinho respinga no governo do Bolsonaro
7
02:25
9 lugares incríveis para visitar de graça em Belo Horizonte
O Circuito Liberdade é um grande complexo cultural localizado em Belo Horizonte. Prédios públicos ganharam novos usos para hospedar arte …
8
01:49
9 lugares com uma vista incrível no Rio de Janeiro para você fotografar
Conheça 9 lugares incríveis e de graça para você curtir as paisagens do Rio de Janeiro e ainda tirar fotos …