Últimas notícias:

Loading...

Restaurante ‘viking’ em Nova Friburgo (RJ) é fuga para extravasar

Com temática nos guerreiros nórdicos, restaurante tem quatro espaços para arremesso de machado

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Em “The Good Fight” (Prime Video), a personagem Diane Lockhart chamou atenção na série quando foi a um pub e aprendeu a lançar machados. Ela acabou se apaixonando pela atividade e passou a aprender mais sobre o esporte tão comum entre os nórdicos exploradores vikings. A prática se tornou uma forma de aliviar o estresse e fazer uma catarse dos problemas do dia.

Da mesma forma, a empresária Linda Guerra tem subido à serra fluminense apostando na atividade como válvula de escape para extravasar as pressões de 2020.

viking
Crédito: DivulgaçãoCom temática viking, o restaurante Viking Axes reabriu em novembro em Nova Friburgo, na região Serrana do Rio de Janeiro

A novidade é recente e pode ser encontrada com exclusividade no restaurante Viking Axes, em Nova Friburgo, na região Serrana do Rio de Janeiro.


#DicaCatraca: sempre lembre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel, respeitar o distanciamento social e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado?


O restaurante com temática nos guerreiros nórdicos tem quatro espaços para arremesso, onde apenas uma pessoa em cada baia pode lançar machados em um alvo. “O esporte consiste em lançar um machado em alvos de madeira a uma distância de 12 pés mínimo e máximo 15 pés. Imagine jogar dardos, só que com mais emoção, muito mais emoção”, conta Philippe Blackman, sócio do local.

viking
Crédito: DivulgaçãoO restaurante com temática nos guerreiros nórdicos tem quatro espaços para arremesso

Além do ineditismo da atração, única no estado do Rio, o Viking Axes Brasil é filiado ao World Axe Throwing League (WATL), principal liga de arremesso de machado do mundo, e segue todas as regras oficiais definidas para esporte, inclusive sobre o tipo de machado usado no local.

“Com o crescimento da modalidade no mundo, há hoje modelos especificamente criados para a prática, em especial os que são vendidos pela própria WATL. Por aqui optamos por um modelo mais leve e com a lâmina mais estreita para reduzir o desgaste das madeiras dos alvos e para que possam ser utilizados por todos”, pontua Augusto Figueiredo, também sócio do Viking Axes.

A gastronomia

viking
Crédito: DivulgaçãoA gastronomia é outro diferencial do Viking Axes

Mas a fórmula para sair do local renovada vai além do lançamento de machados: gastronomia boa, com pratos como hambúrgueres e aperitivos, como o tradicional bolinho de feijoada, bem servidos e com excelente custo benefício; estrutura toda temática, que conta com um trono viking, canecas de madeira e muito mais; e o clima fresco da serra, um alívio para os dias de verão que estão chegando.

Compartilhe: