CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Truque permite comprar passagens aéreas baratas; empresas odeiam

'Skiplagging' é uma tática usada por viajantes experientes para economizar no preço do bilhete

Por: Redação

Um dos itens que mais pesam no bolso ao planejar uma viagem é o preço das passagens aéreas. Por isso qualquer economia é bem-vinda.

Uma das saídas para economizar é ficar de olho nos sites especializados em promoções de passagens aéreas. Outra dica é ter datas flexíveis para viajar, principalmente fora da alta temporada.

VEJA O PASSO A PASSO PARA PEDIR OU RENOVAR O PASSAPORTE

Passagem aérea
Crédito: Funfunphoto/iStock‘Skiplagging’ é uma tática usada por viajantes experientes para economizar no preço das passagens aéreas

Mas existe um truque que permite aos passageiros economizar um bom dinheiro em tarifas. A informação é da BBC.

Conhecida como “skiplagging”, a estratégia funciona da seguinte forma: digamos que você queira voar de Boston para Houston, mas a tarifa é muito cara.

Crédito: Rovena Rosa / Agência Brasil‘Skiplagging’ é uma tática usada por viajantes experientes para economizar no preço do bilhete

Então você compra uma passagem de Boston para Las Vegas com escala em Houston, porque custa menos do que o voo direto. E desembarca em Houston, sem utilizar o trecho final da passagem.

BRASILEIROS PODEM ENTRAR EM MAIS DE 150 PAÍSES SEM VISTO; CONFIRA

Mas é bom lembrar que isso só funciona para quem viaja apenas com a bagagem de mão, já que a mala despachada irá para o destino final que consta no bilhete.

Passagens aéreas
Crédito: Enviromantic/iStockAs companhias aéreas estão fazendo de tudo para acabar com essa prática

A prática ficou conhecida no começo do ano após a companhia aérea alemã Lufthansa processar um passageiro que utilizou essa prática para economizar dinheiro.

As companhias aéreas odeiam quando os passageiros tentam burlar o sistema. E, apesar do fato de processos como este tenham fracassado no passado, a Lufthansa pede uma indenização de mais de US$ 2 mil ao passageiro.

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.