Últimas notícias:

Loading...

Um guia para ir a Fernando de Noronha sem gastar muito

Tem muita gente que risca a viagem para Fernando de Noronha da lista de desejos achando que, para conhecer o destino, é preciso gastar uma fortuna. De fato, a ilha não está na lista das mais baratas, mas a realidade é que dá sim para fazer boas economias e conhecer esse paraíso brasileiro sem ir à falência. Aqui vão 8 dicas para quem quer conhecer Noronha e ainda gastar menos na viagem.

Noronha é um paraíso, e dá pra viajar pra lá sem gastar tanto

1 – Escolha um hostel ou um pousada mais barata

Não é só de pousadas de luxo que vive Noronha. Dá para encontrar hostels super arrumadinhos e com preços ótimos. Alguns na Vila dos Trinta custam em média R$150 por dia, tem ar-condicionado nos quartos, café-da-manhã incluído e cozinha coletiva. Também há bons hotéis por preços mais em conta (vimos vários no site da Expedia), como a Aleffawi, que tem diárias a partir de R$280 com café da manhã.

A pousada Aleffawi: bonita e com quarto de casal por preço em conta

2 – Ande de ônibus ou peça carona

Alugar um buggy pode sair caro. Para aqueles que querem economizar, a pedida é andar nos ônibus locais. A passagem custa R$5 por trecho e eles passam de meia em meia hora pela estrada principal. O único senão é que o transporte não vai até à praia, mas nada que não possa ser resolvido com alguns minutos de caminhada.

E sobre carona, essa é uma prática muito comum  (e segura) em Noronha, e dificilmente você vai esperar muito para conseguir uma. Essa opção não só é boa para economizar, como também para conhecer pessoas legais durante a estadia na ilha.

Crédito: PicasaO restaurante do Jacaré: comida caseira e à vontade por R$30

4 – Restaurante barato

Um fator que encarece a viagem para Noronha é a alimentação. Toda a comida que chega na ilha vem por barco ou avião, então normalmente os preços são altos na maioria dos restaurantes. A dica para economizar é apostar em lugares com buffet livre, como o Jacaré, que fica na Vila dos Remédios e cobra R$30 por pessoa. A comidinha é caseira, e o peixe é fresco e da ilha. Se você gosta de comida mais leve, um prato farto com salada sai em média R$15 no Empório São Miguel.

5 – Prepare sus refeições

Dá para economizar muito se você for preparar suas refeições no hostel. Daí a vantagem de ficar em algum lugar com cozinha coletiva. É só comprar os ingredientes no mercado. O mais barato da ilha fica na Vila do Trinta, e se chama Mercado Noronhão.

6 – Mergulho mais barato

O mergulho com cilindro é outro item em Noronha que não dá pra não fazer, mas o preço é salgado. O valor por pessoa custa a partir de R$400, com as empresas que levam os turistas até as ilhas próximas.

Mas, tcha-ran!, dá pra economizar nesse tópico. Há instrutores certificados que ficam na Praia do Porto e oferecem o serviço por valores bem mais convidativos: R$250 por pessoa.

Eles têm todo o preparo e equipamentos necessários para o mergulho. E o lugar onde levam é incrível: um naufrágio a menos de cinco minutos na praia. Pra saber mais, o insta deles é o @MardeNoronha.

Mergulho em Noronha: tem que fazer, e há alternativas de preços

7 – Leve seus equipamentos

Uma economia que pode parecer boba, mas faz toda diferença no final, é o aluguel de equipamentos aquáticos. O valor cobrado por pés-de-pato, coletes e máscaras é de R$10 para cada item, por um período de 24 horas. Se você já tiver isso tudo em casa, leve para a viagem. Em cinco dias de hospedagem, você deixa de gastar R$150 por pessoa.

8 – Praia do Sancho mais barata

Essa praia é considerada uma das mais lindas do mundo, mas para ter acesso a ela por terra é necessário pagar a taxa de entrada no parque natural de Noronha, que custa R$98 por pessoa e vale por 10 dias.  Mas, se você quiser economizar, dá pra chegar nadando no Sancho, partindo da Baía dos Porcos. É uma travessia aem torno de 25 minutos rodeando a rocha que separa as duas praias, então só recomendamos se você souber nadar e estiver com físico preparado.

Para saber mais de Noronha e de outras viagens, acompanhe o Juju na Trip pelo blog, instagram e youtube.

Em parceria com jujunatrip

O Juju na Trip é um blog de viagens que mostra as aventuras de uma família pelo mundo curtindo o melhor da vida. Por Gabriela Temer, Rico Sombra e Juju (a filhota!).

Compartilhe:

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Juju na Trip

A Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

?>