Viagem pós-pandemia: passagem de volta ao mundo vale a pena?

Se você já se animou, fique ligado nas regras de uso

Ouça este conteúdo

Alguma vez você já pensou em fazer uma viagem ao redor do mundo, no estilo largar tudo para trás e sair para viver um sonho como se não houvesse amanhã? Pois é, saiba que existe no mercado uma opção de passagem aérea que cabe direitinho nessa loucura! Trata-se da passagem de volta ao mundo.

Nada mais é do que uma passagem de múltiplos destinos que pode ser uma ótima opção para quem deseja conhecer vários lugares em uma tacada só. Então, siga lendo até o fim pois vou falar um pouco das regras de utilização, de como funciona e onde encontrar essa passagem dos sonhos de quem ama viajar.

Uma passagem, vários destinos

A primeira informação relevante é que essas passagens não têm um roteiro pré-definido e considero que esta é a sua maior vantagem: você pode construir o seu próprio itinerário de acordo com seu planejamento de viagem.

Mas, se você já se animou, fique ligado nas regras de uso:

  • a viagem deve começar e terminar no mesmo país;
  • a duração mínima da viagem é de pelo menos dez dias e máximo de um ano, ou seja, esse é o prazo para utilizar os trechos incluídos na sua passagem. Bem flexível, né?
  • o número de trechos também pode variar: mínimo de 3 e máximo de 16;
  • os trechos precisarão ser sempre no mesmo sentido (já que a ideia é que seja uma volta no globo), então pense no seu itinerário de acordo com isso. Escolha se começará se deslocando para leste ou para oeste e siga nesse sentido até o fim;
  • não é obrigatório passar por todos os continentes;
  • conexões serão contabilizadas como trechos, por isso, procure voos diretos entre os destinos que quer visitar;
  • o valor varia de acordo com o seu itinerário, quanto mais trechos e maiores as distâncias de voos, mais cara será a passagem;
  • é possível alterar as datas dos seus voos, de acordo com as regras da operadora q você escolher, mas alterar trechos vai implicar em cobrança de diferença de valores, já que muda o itinerário da viagem.

Onde você pode comprar esse tipo de passagem?

Existem algumas opções no mercado, que oferecem também os simuladores de preços de acordo com seu itinerário. As principais são: Oneworld, Star Alliance e Skyteam. Para buscar esse tipo de passagem utilize o nome “round the world ticket”.

Se você desejar utilizar suas milhas, pode também. Lembre-se que, por ser um ticket com muitos trechos, ele poderá te dar muitas milhas também, então cadastre-se no programa de pontos, isso significa mais viagens depois!

Agora, vem a pergunta de um milhão de dólares: vale a pena?

Essa é uma resposta difícil! Alguns fatores podem influenciar. Lembre-se que preço de passagem aérea internacional é sempre em dólar, então essa pode ser uma vantagem ou desvantagem dependendo do momento que você faz a compra. Como estará comprando tudo de uma vez, se pegar um câmbio favorável pode ser ótimo, mas se pegar um câmbio alto, isso depois pode representar uma diferença significativa.
Outro fator a ser levado em consideração é que uma vez que você comprou, seu roteiro estará estabelecido. Por mais que haja flexibilidade para reajustar as datas, considere que numa viagem muita coisa pode acontecer, as transformações são constantes e pode ser que você queira mudar o roteiro no meio do caminho. Já para quem gosta de viagens mais programadas, é uma ótima opção, pois ajuda a organizar tudo logo no começo.

Para saber se no caso da sua viagem a passagem de volta ao mundo vale a pena, faça uma simulação comparando os preços dos trechos que pensa em fazer, se fossem comprados separados e se fossem nesse sistema, assim conseguirá colocar na balança os prós e contras de cada opção.

Lembre-se que para uma viagem de longo prazo, não adianta ter preguiça, precisa planejamento, pesquisa e a lição de casa é importante para não ter tantas surpresas depois.

Espero que este artigo tenha ajudado a abrir o seu leque de opções para uma viagem pelo mundo. Aproveite!

Por Mariana Beluco

Junto com seu parceiro, Plácido Salles, já passou por mais de 60 países; publicou o livro Livre Partida: causos e contos de uma viagem pelo mundo; ministra cursos e palestras sobre viagens e vive uma grande aventura pelo Brasil através do seu projeto, Livre Partida.

Em parceria com Livre Partida

Somos Plácido Salles e Mariana Beluco, nômades viajantes desde 2015!Compartilhamos aqui o nosso cotidiano de viagens, dicas e conhecimentos importantes para quem tem o sonho de fazer uma grande viagem. Passamos por 57 países durante a primeira expedição e agora estamos vivendo uma grande aventura de carro pelo Brasil. Temos um livro publicado e ministramos cursos e palestras sobre o tema. Bora viajar junto!

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário livrepartida

A Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.