Barato: yoga online para você praticar em casa na quarentena

O que você tem feito para aliviar a pressão da quarentena? Você tem colocado o seu corpo em movimento?  Se a falta de espaço é o seu problema,  o yoga pode ser uma solução.

É possível praticar os asanas, as posturas do yoga, mesmo em lugares pequenos, como na sala, no quarto, no quintal e até no corredor. O importante é achar um cantinho agradável e tranquilo para você se esticar da cabeça aos pés e deixar de lado a preguiça dos longos dias sem sair de casa.

Essa prática milenar traz vários benefícios para o corpo e para a mente e tem sido muito indicada neste momento, para ajudar no controle do estresse e da ansiedade. E se engana que pensa que o yoga é só para alguns determinados tipos físicos.

O fisioterapeuta e instrutor de yoga Marcelo Strufaldi conta que todos podem praticar, desde que percebam e respeitem os limites do próprio corpo para evitar lesões. “No yoga a gente fala: menos intensidade e mais qualidade”, é o conselho que ele dá para aqueles que querem começar a praticar nesta período de isolamento social.

Yoga solidária

Falando sobre isso, o distanciamento abriu um leque de opções para quem deseja conhecer o yoga. Vários professores e estúdios estão oferecendo práticas online para você fazer em casa e totalmente Catraca Livre. Ou seja, sem pagar nada!

É o caso do Marcelo, inclusive! Todos os dias às 9h ele oferece uma pratica online em seu grupo no Facebook, o Yoga Popular. No esquema de live, ele pode interagir com os alunos e tirar dúvidas que possam surgir no momento do exercício.  No final, quem puder e quiser pode contribuir doando um valor qualquer em dinheiro para apoiar a iniciativa do professor. Mas se você tá apertado e não pode, tudo bem!

Você também pode encontrar esse mesmo tipo de aula em alguns canais no Instagram e no YouTube. O @canalcura, @ze.yoga, @yogaparatodosbrasil e o canal da Pri Leite Yoga são alguns deles!

Quer saber como adaptar o ambiente em casa para praticar o yoga?Dá uma olhada no vídeo!

+ vídeos do #NessaQuarentenaEuVou: