Bolsonaro defende Pinochet e exalta morte de pai de comissária da ONU

Alta comissária da ONU para direitos humanos e ex-presidente do Chile, Michelle Bachelet viu o presidente Jair Bolsonaro (PSL) atacar seu pai, que foi torturado e morto durante a ditadura de Pinochet. Isso porque Bachelet teceu críticas ao governo Bolsonaro durante uma entrevista, na qual afirma que o Brasil sofre uma “redução do espaço democrático”.

Se você está se perguntando por que Bolsonaro desencadeou agora uma crise com o Chile, é só assistir o vídeo até o fim para entender as motivações do presidente brasileiro.

Leia mais: