Glenn Greenwald: Os limites do jornalismo no governo Bolsonaro

Em entrevista a Gilberto Dimenstein, da Catraca Livre, Glenn Greenwald, fundador do The Intercept Brasil, site responsável pela série de reportagens baseadas nos diálogos vazados de procuradores da Lava Jato e do ex-juiz Sergio Moro, comentou as ameaças que vem sofrendo por causa da Vaza Jato. “Eu aguento todos os ataques: o presidente [Jair Bolsonaro] me ameaçando com prisão, investigando eu e meu marido [o deputado federal David Miranda], falando coisas sujas sobre a nossa vida privada… Mas atacar meus filhos e nossa adoção, isso me deixa muito raivoso”, afirma o jornalista.

Glenn comentou as ameaças e os ataques que vem sofrendo por grupos de direita desde a publicação da primeira reportagem da Vaza Jato. Um dos ataques mais recentes foi feito pelo jornalista Augusto Nunes, que disse que o fundador do Intercept e o deputado federal deveriam ser investigados pelo juizado de menores, porque, segundo ele, os dois filhos estariam abandonados. Confira mais detalhes no vídeo:

Leia mais: