Com a direção de Ricardo Herz, espetáculo homenageia Dominguinhos

O VilaMundo é uma iniciativa do Instituto Acqua, em parceria com a Catraca Livre

Por: Redação
Até
19
de janeiro 2020
Dia 18, às 18h 21h e 19, às 18h.

O violonista Ricardo Herz preparou um espetáculo para homenagear Dominguinhos, dentro do Projeto Tirando de Letra. O músico apresentará arranjos instrumentais para o repertório de canções do compositor nos dias 18 (em duas sessões) e 19 de janeiro. Para Ricardo, “Dominguinhos é resumo do Brasil que eu admiro e amo: generoso, moderno respeitando a tradição, feliz e profundo. É a música linda que fala com todos!”. Entrada a partir de R$ 12.

Dominguinhos recebe homenagem no Sesc 24 de Maio

O repertório do show é formado por Retrato da Vida (Dominguinhos e Djavan), Sanfona Sentida (Dominguinhos e Anastácia), Gostoso Demais (Dominguinhos e Nando Cordel), Quando Chega o Verão (Dominguinhos e Abel Silva), Sete Meninas (Dominguinhos e Toinho Alves), Contrato de Separação (Dominguinhos e Anastácia), As Pedras que Cantam (Dominguinhos e Fausto Nilo), Isso Aqui tá Bom Demais (Dominguinhos e Nando Cordel), Arrebol (Dominguinhos e Anastácia), De Volta Pro Aconchego (Dominguinhos e Nando Cordel), Eu Só Quero um Xodó (Dominguinhos e Anastácia), Caxinguelê (Dominguinhos e Clésio) e Lamento Sertanejo (Dominguinhos e Gilberto Gil).

Ricardo Herz (direção musical e violino) será acompanhado por Guegué Medeiros (percussão), Salomão Soares (piano), Léa Freire (flauta), Jaques Morelembaum (violoncelo), Michi Ruzitschka (violão de sete cordas), Alê Ribeiro (clarinete e clarone) e Pedro Ito (bateria).

Graduado em violino erudito pela USP, sua sólida formação também vem da renomada Berklee College of Music, nos Estados Unidos, e da Centre des Musiques Didier Lockwood, escola do violinista francês Didier Lockwood. De volta ao Brasil desde 2010, Herz já lançou diversos CDs em duo: com o multi-instrumentista e compositor mineiro Antonio Loureiro, com o gaúcho Samuca do Acordeon e com o pianista, maestro e arranjador Nelson Ayres e com Yamandú Costa. No final de 2019, Ricardo iniciou o lançamento do disco Nova Música Brasileira para Cordas, com a Camerata Romeu, orquestra cubana de cordas formada somente por mulheres. Os shows no Brasil com a orquestra acontecerão no meio de 2020

Compartilhe:

Tags: #Agenda