Lugares no Rio para tomar um açaí gostosão

Lugares bem avaliados pelo público para encontrar açaí no capricho

Por: Redação | Comunicar erro

Nos dias quentes de verão nada melhor que uma deliciosa tigela de açaí para refrescar, não é mesmo? O creme da frutinha roxa, típico do norte do país, é um verdadeiro fenômeno no Rio! A cidade oferece opções que vão desde o tradicional paraense, puro, sem açúcar e com farinha de tapioca, até as monumentais barcas de açaí (!).

Açaí geladão é a melhor coisa nesse calor!

Hummm. Já deu água na boca!

Pensando nisso, o Catraca Livre fez uma lista indicando cinco lugares para tomar um açaí no capricho. Confira os endereços das casas especializadas:

1. Tacacá do Norte
R. Barão do Flamengo, 35 – Flamengo

O melhor do norte, tudo junto e misturado

Grande representante do verdadeiro açaí, o Tacacá do Norte é um pedacinho do Pará no meio do Flamengo. Aberto em 1973, é um restaurante simples, estilo boteco, com uma pequena bancada ao redor dos atendentes e outra na lateral. O açaí é servido cremosinho, sem açúcar e com direito a farinha de tapioca – como lá no norte. Eles não aceitam cartões, apenas dinheiro ou cheque.

2. Barraca do Pará
Feira de São Cristóvão – Rua Piauí, E-76

Barraca do açaí serve o tradicional creme, como no norte

Único representante com comidas típicas do Pará/Amazonas na feira, o lugar serve, além do açaí tradicional, outros pratos da cultura do Norte.

4. Amazônia Soul
Rua Teixeira de Melo, 37, esquina com Prudente de Morais – Ipanema

Açaí no melhor estilo amazônico está também em Ipanema. O Amazônia Soul foi indicado por diversos leitores como um dos melhores – senão o melhor – do Rio. Garantia do tradicional sabor do Norte. Abre diariamente, das 12h às 22h. Caranguejo, maniçoba e tacacá também estão no cardápio.

O melhor açaí do mundo, diretamente das ilhas de Belém

5. ASA Açaí
Rua Sacadura Cabral, 79 – Saúde

Açaí da Ação Sustentável da Amazônia

O açaí do ASA (Ação Sustentável da Amazônia) é selecionado na região de Barcarena, no Pará, e servido em tigelas de 240 (R$ 13), 350 (R$ 17,50) e 500 (R$ 21) ml. Os frutos são selecionados à mão dentro da floresta e conduzidos até uma unidade beneficiadora terceirizada. As polpas são produzidas em alta concentração (15%) e são 100% rastreáveis. A polpa é rica em nutrientes, antioxidantes e pode ser adoçada com xarope de guaraná ou açúcar orgânico e mel ou melado de cana. A casa também oferece uma versão salgada do fruto: o Guacamole da Amazônia, que substitui o abacate pelo açaí. Funciona de segunda a sexta-feira, das 11h30 às 18h.

6. Casa do Açaí
Rua Siqueira Campos, 143 – Loja 11 – Copacabana

Granola e banana vão bem com o açaí doce
Crédito: Getty Images/iStockphotoGranola e banana vão bem com o açaí doce

O local tem no cardápio o Açaí Premium e Açaí Especial, que se aproximam muito do sabor da bebida paraense. A casa também tem sucos diversos, sanduíches e outros lanches. Funciona de segunda a sábado até 21h, e domingo até às 20h.

7. Freddy Rei Do Açaí
Segunda a sexta na Pompeu Loreiro; 45 | Sábados e domingos no posto 1 da praia do Leme

Freddy Rei do Açaí fica aos finais de semana no Leme

Testado e aprovado, o açaí do Freddy é no melhor estilo sorvete, mas não muito doce. A massa já vem com banana ou morango e vale acrescentar uma infinidade de coisinhas: floco de arroz crocante, aveia, granola clássica, pedaços de frutas, calda e muito mais. Esse copão de 500 ml da foto sai a R$ 15. Ótima pedida aos finais de semana no Leme.

8. Bibi Sucos
Várias lojas, confira aqui a mais próxima. 

Açaí do Bibi
Açaí do Bibi

A rede de lanchonete é super descolada e traz opções como milk shake de açaí. Delícia! Além disso tem várias comidinhas, sanduíches e sucos.

8. Rico Point
Avenida Paulo Tapajós, S/N – Recreio dos Bandeirantes 

Açaí do Rico Point
Açaí do Rico Point

Na praia da Macumba, o quiosque é ponto de encontro de surfistas e praticantes de esportes. Para repor as energias, só chegar lá e pedir um açaí com granola! Funciona todos os dias das 8h às 18h.

9. Açaí Café
Rua Pinto de Figueiredo, 102 – Tijuca 

Gente, que açaí delícia <3
Crédito: Getty Images/iStockphotoGenteeee <3

Além do saboroso açaí com guaraná e granola, o destaque da casa, o local serve sucos, refeições, wraps, saladas e sanduíches.

10. Sucomania
Avenida Treze de Maio, 45 LJ A – Centro

O estabelecimento abriu em 1996 e hoje é uma casa de sucos típica da cidade, entre Cinelândia e a Carioca. Além do tradicional açaí, serve salgados, tortas, lanches diversos e sucos. Funciona de segunda a sexta até 19h.

11. Barca de Açaí
Av. Cruzeiro do Sul, próximo ao cruzamento com a Rua Guaíra – Vila Sarapui, Duque de Caxias

Dizem por aí que é o melhor da região. O que é essa barca, minha gente?!!

A famosa barca de açaí de Caxias
A famosa barca de açaí de Caxias

Compartilhe:

1 / 8
1
04:26
O melhor do fim de semana em SP: 27 e 28 de abril
Oi, pessoal! Vim aqui só com boas notícias! Tenho dicas maravilhosas para você curtir seu final de semana em São …
2
01:26
Sandy & Júnior: já comprou o seu ingresso?
Sandy & Júnior estarão juntos no palco mais uma vez. A dupla queridinha da década de 90 vai fazer uma turnê …
3
02:32
Casa de Pedra é o lugar para você praticar escalada em SP
São Paulo é um grande mar de opções para quem quer se divertir, inclusive praticando esportes radicais sem precisar sair …
4
01:43
Carburadores, o paraíso da carne defumada em SP
O Carburadores é aquele típico restaurante sem mimimi, com ambiente rock´n roll, menu enxuto de sanduíches, entradas e pratos principais …
5
02:59
Exposição Mickey 90 Anos
Oh boy! Há 90 anos nascia o personagem mais famoso do mundo: Mickey! E para celebrar seu nonagésimo aniversário, São Paulo …
6
02:03
Conheça a Chácara Turma da Mônica
A Chácara Turma da Mônica, em Pinheiros, é o primeiro restaurante da turminha do Maurício de Sousa. O lugar …
7
02:16
Já imaginou fazer rapel no prédio mais icônico do centro de SP?
Já imaginou fazer rapel em um dos prédios mais icônicos e altos do centro de São Paulo? Foi exatamente isso …
8
02:26
Conheça o tobogã de capsula mais alto do mundo
Já imaginou despencar a mais de 100 km/h, simulando uma queda livre a 40 metros de altura? É justamente essa …