Lugares no Rio para tomar um açaí gostosão

Lugares bem avaliados pelo público para encontrar açaí no capricho

Nos dias quentes de verão nada melhor que uma deliciosa tigela de açaí para refrescar, não é mesmo? O creme da frutinha roxa, típico do norte do país, é um verdadeiro fenômeno no Rio! A cidade oferece opções que vão desde o tradicional paraense, puro, sem açúcar e com farinha de tapioca, até as monumentais barcas de açaí (!).

Açaí geladão é a melhor coisa nesse calor!

Hummm. Já deu água na boca!

Pensando nisso, o Catraca Livre fez uma lista indicando cinco lugares para tomar um açaí no capricho. Confira os endereços das casas especializadas:

1. Tacacá do Norte
R. Barão do Flamengo, 35 – Flamengo

O melhor do norte, tudo junto e misturado

Grande representante do verdadeiro açaí, o Tacacá do Norte é um pedacinho do Pará no meio do Flamengo. Aberto em 1973, é um restaurante simples, estilo boteco, com uma pequena bancada ao redor dos atendentes e outra na lateral. O açaí é servido cremosinho, sem açúcar e com direito a farinha de tapioca – como lá no norte. Eles não aceitam cartões, apenas dinheiro ou cheque.

2. Barraca do Pará
Feira de São Cristóvão – Rua Piauí, E-76

Barraca do açaí serve o tradicional creme, como no norte

Único representante com comidas típicas do Pará/Amazonas na feira, o lugar serve, além do açaí tradicional, outros pratos da cultura do Norte.

4. Amazônia Soul
Rua Teixeira de Melo, 37, esquina com Prudente de Morais – Ipanema

Açaí no melhor estilo amazônico está também em Ipanema. O Amazônia Soul foi indicado por diversos leitores como um dos melhores – senão o melhor – do Rio. Garantia do tradicional sabor do Norte. Abre diariamente, das 12h às 22h. Caranguejo, maniçoba e tacacá também estão no cardápio.

O melhor açaí do mundo, diretamente das ilhas de Belém

5. ASA Açaí
Rua Sacadura Cabral, 79 – Saúde

Açaí da Ação Sustentável da Amazônia

O açaí do ASA (Ação Sustentável da Amazônia) é selecionado na região de Barcarena, no Pará, e servido em tigelas de 240 (R$ 13), 350 (R$ 17,50) e 500 (R$ 21) ml. Os frutos são selecionados à mão dentro da floresta e conduzidos até uma unidade beneficiadora terceirizada. As polpas são produzidas em alta concentração (15%) e são 100% rastreáveis. A polpa é rica em nutrientes, antioxidantes e pode ser adoçada com xarope de guaraná ou açúcar orgânico e mel ou melado de cana. A casa também oferece uma versão salgada do fruto: o Guacamole da Amazônia, que substitui o abacate pelo açaí. Funciona de segunda a sexta-feira, das 11h30 às 18h.

6. Casa do Açaí
Rua Siqueira Campos, 143 – Loja 11 – Copacabana

Granola e banana vão bem com o açaí doce
Crédito: Getty Images/iStockphotoGranola e banana vão bem com o açaí doce

O local tem no cardápio o Açaí Premium e Açaí Especial, que se aproximam muito do sabor da bebida paraense. A casa também tem sucos diversos, sanduíches e outros lanches. Funciona de segunda a sábado até 21h, e domingo até às 20h.

7. Freddy Rei Do Açaí
Segunda a sexta na Pompeu Loreiro; 45 | Sábados e domingos no posto 1 da praia do Leme

Freddy Rei do Açaí fica aos finais de semana no Leme

Testado e aprovado, o açaí do Freddy é no melhor estilo sorvete, mas não muito doce. A massa já vem com banana ou morango e vale acrescentar uma infinidade de coisinhas: floco de arroz crocante, aveia, granola clássica, pedaços de frutas, calda e muito mais. Esse copão de 500 ml da foto sai a R$ 15. Ótima pedida aos finais de semana no Leme.

8. Bibi Sucos
Várias lojas, confira aqui a mais próxima. 

Açaí do Bibi
Açaí do Bibi

A rede de lanchonete é super descolada e traz opções como milk shake de açaí. Delícia! Além disso tem várias comidinhas, sanduíches e sucos.

8. Rico Point
Avenida Paulo Tapajós, S/N – Recreio dos Bandeirantes 

Açaí do Rico Point
Açaí do Rico Point

Na praia da Macumba, o quiosque é ponto de encontro de surfistas e praticantes de esportes. Para repor as energias, só chegar lá e pedir um açaí com granola! Funciona todos os dias das 8h às 18h.

9. Açaí Café
Rua Pinto de Figueiredo, 102 – Tijuca 

Gente, que açaí delícia <3
Crédito: Getty Images/iStockphotoGenteeee <3

Além do saboroso açaí com guaraná e granola, o destaque da casa, o local serve sucos, refeições, wraps, saladas e sanduíches.

10. Sucomania
Avenida Treze de Maio, 45 LJ A – Centro

O estabelecimento abriu em 1996 e hoje é uma casa de sucos típica da cidade, entre Cinelândia e a Carioca. Além do tradicional açaí, serve salgados, tortas, lanches diversos e sucos. Funciona de segunda a sexta até 19h.

11. Barca de Açaí
Av. Cruzeiro do Sul, próximo ao cruzamento com a Rua Guaíra – Vila Sarapui, Duque de Caxias

Dizem por aí que é o melhor da região. O que é essa barca, minha gente?!!

A famosa barca de açaí de Caxias
A famosa barca de açaí de Caxias

Compartilhe:

1 / 8
1
01:26
Sandy & Júnior: já comprou o seu ingresso?
Sandy & Júnior estarão juntos no palco mais uma vez. A dupla queridinha da década de 90 vai fazer uma turnê …
2
02:32
Casa de Pedra é o lugar para você praticar escalada em SP
São Paulo é um grande mar de opções para quem quer se divertir, inclusive praticando esportes radicais sem precisar sair …
3
01:43
Carburadores, o paraíso da carne defumada em SP
O Carburadores é aquele típico restaurante sem mimimi, com ambiente rock´n roll, menu enxuto de sanduíches, entradas e pratos principais …
4
02:59
Exposição Mickey 90 Anos
Oh boy! Há 90 anos nascia o personagem mais famoso do mundo: Mickey! E para celebrar seu nonagésimo aniversário, São Paulo …
5
02:03
Conheça a Chácara Turma da Mônica
A Chácara Turma da Mônica, em Pinheiros, é o primeiro restaurante da turminha do Maurício de Sousa. O lugar …
6
02:16
Já imaginou fazer rapel no prédio mais icônico do centro de SP?
Já imaginou fazer rapel em um dos prédios mais icônicos e altos do centro de São Paulo? Foi exatamente isso …
7
01:20
Karol Conka indica 2 lugares incríveis para conhecer em Curitiba
Convidada pelo Colaí Indica para falar sobre os seus rolês favoritos em Curitiba, cidade natal da rapper, Karol Conka mostrou …
8
02:26
Conheça o tobogã de capsula mais alto do mundo
Já imaginou despencar a mais de 100 km/h, simulando uma queda livre a 40 metros de altura? É justamente essa …