Últimas notícias:

Loading...

Festival Corpo Palavra: confira lindas performances sem sair de casa

Evento online tem a participação dos coletivos Slam do Corpo, Slam das Minas, Cia Cabelo de Maria e OCA Escola Cultural

Ouça este conteúdo

Até 13 de março de 2021

Todos os dias

19h

Recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência não informados

O MAM preparou um evento online perfeito para quem adora pensar nas intersecções entre o gesto e a fala. O nome não poderia ser mais apropriado: Festival Corpo Palavra, com performances que duram entre 20 e 90 minutos.

Cia Cabelo de Maria, Festival Corpo Palavra - MAM
Crédito: DivulgaçãoCia Cabelo de Maria é uma das atrações do Festival Corpo Palavra

Entre os dias 6 e 13 de março, sempre às 19h, os coletivos Slam do Corpo, Slam das Minas, Cia Cabelo de Maria e OCA Escola Cultural apresentam trabalhos pelo YouTube @mamoficial. Todas as atrações são acessíveis em libras.

O Festival Corpo Palavra começa com a performance “De repente”, da OCA Escola Cultural. Os espectadores acompanham corpos e vozes que se permitem experimentar, desafiar, brincar e improvisar com aquilo que foi reinventado um dia.

Slam das Minas - MAM
Crédito: DivulgaçãoSinta todo o poder feminino com as batalhas do Slam das Minas no Festival Corpo Palavra

No dia seguinte, 7 de março, é a vez da Cia Cabelo de Maria dominar o palco virtual. O espetáculo “Cantos de trabalho” nasceu a partir das viagens da diretora Renata Mattar pelo Brasil.

O público escuta cantigas das destaladeiras de fumo de Arapiraca (AL), das descascadeiras de mandioca de Porto Real do Colégio (AL), das plantadeiras de arroz de Propriá (SE), da farinhada da comunidade de Barrocas (BA), da colheita de cacau de Xique-Xique (BA), da bata do feijão de Serrinha (BA) e das fiandeiras de algodão do Vale do Jequitinhonha (MG).

Segunda, dia 8, o Slam das Minas transmite uma batalha entre as poetas Abigail Campos, Kimani, Midria, Caru de Paula e Mari Félix. A apresentação fica por conta de Juppter e Aflordescendente, que assumem o comando da atividade ao lado de Pam Araújo e Carolina Peixoto.

Na terça, dia 9, o Slam do Corpo conta sua história por meio da performance “Beijo de Língua”. O projeto é a primeira batalha de poesias no Brasil com participação de poetas surdos e ouvintes. Língua portuguesa e língua brasileira de sinais se misturam, revelando suas gramáticas próprias.

Slam do Cor´po, Festival Corpo Palavra
Crédito: Rodrigo Espindola/ divulgaçãoSlam do Corpo é o primeiro do Brasil a ter batalha de poesias com poetas surdos e ouvintes

Nostalgia e ludicidade dão o tom da atração de quarta, dia 10. “SiColomi”, da OCA Escola Cultural, foi construída por meio do relação entre brincadeira, música e dança. A ideia é representar uma espécie de criança brasileira de todos os tempos.

No dia 11, a Cia Cabelo de Maria dá continuidade aos cantos rastreados pelo país afora. “Cantos de trabalho II” é apresentado por Renata Mattar e Gustavo Finkler a partir das 19h.

A segunda batalha do Slam das Minas acontece na sexta, dia 12, com apresentação de Patrícia Borges e Jéssica Campos. A disputa é entre Ingrid Martins, Marcela Trava, 2z Poesia, Anuby Messias e Tom Grito.

Por fim, no sábado, dia 13, o Slam do Corpo promove uma super batalha em Libras e português. Não perca!

Saca só o que mais está rolando online: 

Agência Fática

Em parceria com Agência Fática

A Fática é uma agência de comunicação especializada em produzir conteúdos sobre cultura em suas diferentes linguagens.