Karaokês em São Paulo para soltar a voz

Chama a galera e prepara o gogó para cantar 'Evidências' em alto e bom som nos karaokês em São Paulo que separamos nesta lista

Por: Redação

Há quem goste de se sentir um rockstar, outros preferem uma performance de diva pop. Tem ainda os que amam cantar “Evidências” com toda a potência dos pulmões. Existem fãs de karaokê de todos os tipos e estilos. Assim como opções na cidade para os que gostam de soltar a voz e não tem vergonha do público.

foto da pista da tokyo em são paulo
A Tokyo é balada, mas também é um dos karaokês em São Paulo Divulgação
karaokê no bar sputnik no arouche
Com pegada soviética, o Sputnik fica no Arouche e tem entrada gratuita no karaokê às terças, quartas e aos domingosBruno Carmo
Ikedaya Izakaya bar japonês em santana
O bar japonês na zona norte que tem duas salas de karaokê para o públicoDivulgação
mina de lyon cantando no karaokê do café hostel
Luis de Lyon (ou Mina de Lyon) é o responsável pelo Café Hostel e também se joga no Karaokê de Quinta, que rola por láDivulgação
homem canta no karaokê do bar guingas em são mateus
Público se diverte no Guingas, na zona leste de São PauloDivulgação
Lilian Gonçalves dona do rede biroska, do videokê coconut
Coconut é o videokê mais famoso de São PauloDivulgação

Por isso, a Catraca Livre montou um guia para quem gosta de dar show por onde passa. Entre as seis casas selecionadas estão casas tradicionais do centrão de São Paulo, bem como espaços localizados para quem mora também na zona leste e norte da cidade.

Confira a lista e prepare o show:

  • 1. Guingas Bar

    Crédito: divulgaçãoLegenda: Público se diverte no Guingas, na zona leste de São Paulo

    Localizada em São Mateus, região da zona leste de São Paulo, o Guingas Bar é direcionado ao público LGBT mas recebe todo mundo para uma boa cantoria. O Guinga´s, como é carinhosamente chamado por seus frequentadores, conquistou definitivamente seu espaço na cena noturna da capital paulista com uma programação variada, com a presença de grandes nomes da noite gay da cidade.

    O karaokê do Guinga’s é o grande destaque de sua programação, que conta ainda com show de drags e DJs sets. O público que adora performar canções de Lady Gaga, Beyoncé e Pabllo Vittar pode se jogar nas noites de quarta a domingo.

    Onde: Av. Sapopemba, 13780
    Quando: Quarta e quinta, das 19h a 1h; sexta e sábado, das 23h às 6h; domingo das 21h às 4h

  • 2. Café Hostel

    Crédito: divulgaçãoLegenda: Luis de Lyon (ou Mina de Lyon) é o responsável pelo Café Hostel e também se joga no Karaokê de Quinta, que rola por lá

    Comandado pela ex-participante do Bake Off Brasil, Mina de Lyon, o Café Hostel fica na região da Vila Madalena, bem próximo ao Metrô, e abre os microfones ao público toda quinta-feira no Karaokê de Quinta.

    Para cantar não se paga nadinha, além do micão de errar a letra das músicas. O bar do hostel tem no cardápio batata frita e cervejinha gelada – cobrada a parte – para todo mundo perder a vergonha.

    Onde: Rua Agissê, 152
    Quando: Toda quinta, das 18h às 23h

  • 3. Coconut

    Crédito: divulgaçãoLegenda: Coconut é o videokê mais famoso de São Paulo

    Tradicional que chama, né? Tão clássico na noite de São Paulo, que está na nossa lista dos 6 rolês tradição que todo mundo precisa fazer em São Paulo.

    O bar e videokê da rede biroska é um clube good vibes com comida casual e 20 salas de karaokê. O bar é opção certeira para matar a larica da madrugada, já que ele fecha às 5h.

    Onde: Rua Canuto do Val, 41
    Quando: domingo a domingo, das 17h às 6h

  • 4. Ikedaya Izakaya

    Crédito: divulgaçãoLegenda: O bar japonês na zona norte que tem duas salas de karaokê para o público

    A gente já falou aqui na Catraca sobre os Izakayas, famosos botecos japoneses. E esse é um dos que não ficam ali pela região da Liberdade, pelo contrário, o bar e karaokê box é de Santana, região norte de São Paulo.

    Criado pelo Mário Ikeda, a casa tem uma estátua de tamanho real do Ultraman bem na entrada e quatro ambientes imperdíveis que te “teletransportam” à Tóquio – dois deles são os karaokês box com mais de 80.000 títulos e espaço para festas, garantindo a diversão completa para toda a galera.

    Onde: Rua Alfredo Pujol 1796
    Quando: de terça a sábado, das 18h30 às 23h45

  • 5. Tokyo

    Crédito: divulgaçãoLegenda: A Tokyo é balada, mas também é um dos karaokês em São Paulo

    Rooftop, Bar, Karaokê, Restaurante, Exposições, Cinema, Teatro, Design, Tattoo, Experimentações, Instalações, Pista de Dança com vista para o Copan e o Edifício Itália. Esse é o Tokyo, casa de tudo e mais um pouco localizada num prédio modernista e tombado de nove andares, bem no centro de São Paulo.

    O espaço tem dois andares para seus karaokês. No 7º andar ficam os karaokês box, com três salas privativas para até 20 pessoas e acesso mediante à reserva; abaixo, no 6º andar fica o karaokê coletivo, para quem curte fazer amizade enquanto canta.

    Onde: Rua Major Sertório, 110
    Quando: Tokyo no Facebookdiariamente, das 18h às 5h. Há eventos especiais nos karaokês, acompanhe pela página da .

  • 6. Sputinik

    Crédito: Bruno CarmoLegenda: Com pegada soviética, o Sputnik fica no Arouche e tem entrada gratuita no karaokê às terças, quartas e aos domingos

    Um espaço com forte apreço ao retrofuturismo em sua decoração e repleto de referências espaciais e soviéticas espalhadas em seus quatro ambientes, sendo um deles o karaokê.

    A casa tem influência do Leste Europeu, que fica evidente na carta de drinks com mais de 20 rótulos de vodka e no cardápio cheio de releituras de quitutes e pratos típicos da região.

    Às terças, quartas e aos domingos, o espaço abre seu karaokê para um happy hour coletivo. A entrada nesses dias é gratuita.

    Onde: Largo do Arouche, 300
    Quando: Terças, quartas e domingos, das 19h às 5h

1
Onde curtir um show de música independente delicinha em São Paulo
Pagar dois salários mínimos pra ver show não dá, né? Ainda mais quando São Paulo é a cidade onde você encontra …
2
RJ: Um mergulho literário no Real Gabinete Português de Leitura
O Rio de Janeiro é a Cidade Maravilhosa não apenas por suas paisagens e praias! Ali no centro fica um dos …
3
Casa Preta: lar da cultura alternativa de Salvador
Um Casarão no Dois de Julho tem cultura saindo pelas janelas! Com eventos do subsolo ao terraço, a Casa Preta …
4
SP: Maior festival de inovação e arte digital do Brasil
Unhide Conference, um festival de inovação e arte digital está em sua segunda edição. Fomos conferir esse encontro de arte, criatividade …
5
Terça do Vinil em Recife: rolê pra gente lisa
Depois de uma temporada granfina lá nas Europa, a minha, a sua, a nossa Terça do Vinil tá de volta …
6
02:19
Vem ver o céu à noite no Planetário da Gávea no Rio
Os amantes do universo têm um rolé para chamar de seu no Rio! Toda quarta e sábado acontece lá no Planetário …
7
04:15
Edifício Maletta: 4 lugares, alguns drinks e 1 varanda para amar em BH
Ele tem história e paixão. É comercial e residencial. Tem comida de boteco e bebida gourmet. Gente interessante de um …
8
03:26
Gravity VR em SP – A realidade virtual como você nunca viu
Hoje, vamos te mostrar a fronteira entre mundo físico e o virtual através de equipamentos e programas de última geração. Esse …