Roteiro: férias em SP gastando pouquinho, quase nada

Da esquerda para direita: CCBB SP, Tomie Ohtake, Pinacoteca e Theatro Municipal

Listamos 15 equipamentos culturais que valem (e muito) uma visita!

Para a Agenda Catraca Livre, férias em SP é sinônimo de vestir aquele lookinho confortável e se jogar na cidade, sem desculpa pra ficar no sofá! E nem venha desanimar por não sair da babylon, pois as ruas estão fervilhando de eventos culturais gratuitos ou mega baratex – e nós reunimos abaixo algumas paradas obrigatórias ;)

Da esquerda para direita: CCBB SP, Tomie Ohtake, Pinacoteca e Theatro Municipal
Crédito: Divulgação | Ricardo Miyada | Divulgação | DivulgaçãoDa esquerda para direita: CCBB SP, Tomie Ohtake, Pinacoteca e Theatro Municipal

Saca o Bilhete Único do bolso e chega chegando:

  • 1. Sescs de São Paulo (pode ir em todos!)

    Crédito: DivulgaçãoLegenda: Sesc Pompeia

    Só no estado de São Paulo, o Sesc conta com uma rede de 39 unidades destinadas à cultura, ao esporte, à saúde e à alimentação, ao desenvolvimento infanto-juvenil, à terceira idade e ao turismo social.

    A fim de proporcionar ao público o convívio e à troca de experiências, a instituição promove atividades diversificadas que possibilitam o bem-estar e o aprimoramento pessoal e social, crítico e renovador.

    Entre as paradas imperdíveis estão: um showzão na choperia do Sesc Pompeia; um mergulho na piscina do Sesc Belenzinho; e uma foto no mirante do Sesc Paulista!

    Funcionamento: terça-feira a domingo, diversos horários
    Preço: entrada gratuita e algumas atividades pagas – confira no site oficial.

  • 2. MIS | Museu da Imagem e do Som

    Crédito: Ding MusaLegenda: Museu da Imagem e do Som (MIS)

    O Museu da Imagem e do Som de São Paulo é um dos mais movimentados centros culturais da capital!

    Além de exposições, o MIS oferece uma grande variedade de programas culturais, com eventos em todas as áreas e para todos os públicos: cinema, dança, música, vídeo, fotografia e muito mais.

    Endereço: Avenida Europa, 158
    Metrô mais próximo: Linha 4 amarela – estação Fradique Coutinho
    Funcionamento: terça-feira a sábado (10h às 20h); domingos e feriados (9h às 18h)
    Preço: confira a programação em cartaz

  • 3. MASP

    Crédito: iStock | dabldyLegenda: MASP

    Em outubro de 1947, SP ganhava um espaço que provou ser um marco na disseminação da arte, o Museu de Arte de São Paulo. Dono do mais importante acervo de arte europeia do Hemisfério Sul, o MASP reúne cerca de 10 mil obras, entre pinturas, esculturas, objetos, fotografias, vídeos e vestuário de diversos períodos da história.

    Fundado em 1947 por Assis Chateaubriand (1892-1968), o MASP é um museu privado sem fins lucrativos, tornando-se o primeiro museu moderno no país. Chateaubriand convidou o crítico e marchand italiano Pietro Maria Bardi (1900-1999) para dirigir o MASP, e Lina Bo Bardi (1914-1992) para desenvolver o projeto arquitetônico e expográfico, que foi inaugurado em 7 de novembro de 1968, tornando-se um dos edifícios mais famosos do mundo e cartão postal da cidade de São Paulo.

    Endereço: Avenida Paulista, 1578
    Metrô mais próximo: Linha 2 verde – Trianon-MASP
    Funcionamento: terça e quarta-feira (10h às 18h); quinta-feira (10h às 20h);
    sexta-feira a domingo (10h às 18h)
    Preço: R$ 35 (inteira) e R$ 17 (meia-entrada) | Terça-feira a entrada é gratuita

  • 4. Itaú Cultural

    Crédito: Google Street ViewLegenda: Itaú Cultural

    O Itaú Cultural é um instituto voltado para a pesquisa e a produção de conteúdo e para o mapeamento, o incentivo e a difusão de manifestações artístico-intelectuais, contribuindo para a valorização da cultura de uma sociedade tão complexa e diversa.

    Ao considerar a cultura uma ferramenta essencial na construção da identidade e promoção da cidadania, desde 1987, quando foi aberto, o instituto busca democratizar e promover a participação social.

    Endereço: Avenida Paulista, 149
    Metrô mais próximo: Linha 2 verde – Brigadeiro
    Funcionamento: terça a sexta-feira (9h às 20h), sábado e domingo (11h às 20h)
    Preço: grátis

  • 5. CCSP | Centro Cultural São Paulo

    Crédito: Pedro MargheritoLegenda: Foto de um showzão do grupo Nômade Orquestra no CCSP

    Nascido no ano de 1982, o Centro Cultural São Paulo, conhecido como CCSP, é um dos primeiros equipamentos culturais multidisciplinares do Brasil. Aberto ao público, o local promove diversos eventos gratuitos ou a preços mega acessíveis, além de disponibilizar espaços para uso livre de seus frequentadores, que aproveitam o equipamento para fazer aulas de dança, desenho e muito mais!

    Endereço: Rua Vergueiro, 100
    Metrô mais próximo: Linha azul e verde – Vergueiro e Paraíso, respectivamente
    Funcionamento: terça-feira a domingo (10h às 20h)
    Preço: grátis

     

  • 6. Parque Ibirapuera da Conservação

    Crédito: Rafael NeddermeyerLegenda: O Parque Ibirapuera não é a coisa mais linda?!

    Escolhido por muitos paulistanos como um dos principais passeios de final de semana, o Parque Ibirapuera é o ambiente ideal para um piquenique com a família ou entre os amigos. Seja praticando esportes nos diferentes complexos do Parque, ou apenas relaxando com o que a cidade oferece. O Ibirapuera pode ser uma boa sugestão para quem quer fazer algo diferente gastando pouco.

    Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n, Parque do Ibirapuera
    Metrô mais próximo: Linha 1 azul – Ana Rosa
    Funcionamento: diariamente, das 05h às 00h
    Preço: grátis

  • 7. Casa das Rosas

    Crédito: André HoffLegenda: Muito amor: o espaço externo da Casa das Rosas também é conhecido como Jardim Paradiso!

    A Casa das Rosas é um museu dedicado à poesia, à literatura, à cultura e à preservação do acervo bibliográfico do poeta paulistano Haroldo de Campos, um dos criadores do movimento da poesia concreta na década de 1950.

    Localizada em uma das avenidas mais importantes da cidade de São Paulo, a Avenida Paulista, o espaço realiza intensa programação de atividades gratuitas, como oficinas de criação e crítica literárias, palestras, ciclos de debates, exposições, apresentações literárias e musicais, saraus, lançamentos de livros, performances e apresentações teatrais.

    Endereço: Avenida Paulista, 37
    Metrô mais próximo: Linha 2 verde – Brigadeiro
    Funcionamento: terça-feira a sábado (10h às 22h);  domingos e feriados (10h às 18h)
    Preço: grátis

  • 8. IMS | Instituto Moreira Salles

    Crédito: Allan Hipólito/ Catraca LivreLegenda: A biblioteca do IMS além de contar com design inovador, tem capacidade para 30 mil livros.

    Localizado em plena Avenida Paulista, ali do ladinho da Rua da Consolação, o Instituto Moreira Salles reúne grande variedade de atividades, que vão do cinema à música, sem esquecer da gastronomia, sempre tendo a fotografia como a grande protagonista. É a partir dela que uma programação toda especial foi desenvolvida incluindo palestras, cursos, workshops, exposições incríveis e uma biblioteca inteiramente dedicada ao tema, com obras singulares e relevantes para consulta e pesquisa.

    Vizinho da Japan House, Itaú Cultural, Centro Cultural Fiesp, MASP e Casa das Rosas, o IMS Paulista chega para consolidar de vez a Avenida Paulista como o principal corredor cultural da cidade e um dos mais importantes do país.

    Endereço: Avenida Paulista, 2424
    Metrô mais próximo: Linha 2 verde – Consolação ou linha 4 amarela – Paulista
    Funcionamento: terça a domingo (10h às 20h); quinta (10h às 22h); e feriados (10h às 20h)
    Preço: grátis

  • 9. Japan House

    Crédito: Allan Hipólito | Catraca LivreLegenda: A Japan House compõe o Circuito Cultural Avenida Paulista

    Verdadeira embaixada cultural da Terra do Sol Nascente em São Paulo, a Japan House foi inaugurada na Avenida Paulista com o objetivo de mostrar o melhor do Japão do século 21.

    Dividido em três andares de muita arte, design, moda, gastronomia, ciência e tecnologia, o espaço cultural apresenta uma programação repleta de exposições, seminários e workshops, até atividades que trazem ao Brasil os mais relevantes criadores e empreendedores japoneses da atualidade.

    Endereço: Avenida Paulista, 52
    Metrô mais próximo: linha 2 verde – Brigadeiro
    Funcionamento: terça-feira a sabado (10h às 22h); domingo (10h às 18h)
    Preço: grátis

  • 10. Pinacoteca de São Paulo

    Crédito: DivulgaçãoLegenda: A Pinacoteca é um dos museus mais lindos de SP <3

    A Pinacoteca de São Paulo é um museu de artes visuais dedicado à produção brasileira do século XIX até a contemporaneidade. Fundado no ano de 1905, é o museu de arte mais antigo da cidade.

    Ela está instalada no antigo edifício do Liceu de Artes e Ofícios, projetado no final do século XIX pelo escritório do arquiteto Ramos de Azevedo, que depois passou por uma ampla reforma com projeto do arquiteto Paulo Mendes da Rocha no final da década de 1990.

    Endereço: Praça da Luz, 2
    Metrô mais próximo: Linha 1 azul – Luz
    Funcionamento: segunda-feira e terça a quinta (10h às 17h30)

  • 11. Farol Santander

    Crédito: DivulgaçãoLegenda: Vista do Farol Santander, cartão postal do Centro Histórico de São Paulo

    Reaberto após dois anos de reforma, o Edifício Altino Arantes, mais conhecido como “Banespão”, no centro da cidade, agora oferece onze andares de atrações de cultura e lazer incríveis, como pista de skate, mostra de Vik Muniz e loft de luxo.

    Rebatizado de Farol Santander, o ponto turístico tem capacidade para receber 800 pessoas por dia para visitação. O tradicional passeio ao mirante com visão de 360 graus do centro da cidade também voltou a funcionar e custa R$ 15. Os ingressos podem ser adquiridos na portaria ou pelo site.

    O centro cultural ainda oferece atrações para todos os gostos, divididas em quatro eixos: memória, arte, lazer e empreendedorismo.

    Endereço: Rua João Brícola, 24
    Metrô mais próximo: Linha 1 azul – São Bento
    Funcionamento: terça-feira a domingo (9h às 20h)
    Preço: R$ 15

  • 12. Instituto Tomie Ohtake

    Crédito: Ricardo MiyadaLegenda: Instituto Tomie Ohtake

    Inaugurado em 2001,  Instituto Tomie Ohtake é um dos únicos espaços da cidade especialmente projetado para realizar mostras de artes plásticas, arquitetura e design.

    Em homenagem à artista que lhe dá o nome, o Instituto desenvolve exposições focadas nos últimos 60 anos do cenário artístico, ou movimentos anteriores que levam a entender melhor o período em que Tomie vem atuando, organizando mostras inéditas no Brasil como Louise Bourgeois, Josef Albers, Yayoi Kusama, Salvador Dalí, Joan Miró, entre outras.

    Além de exposições, a programação se desdobra em atividades como debates, pesquisa, produção de conteúdo, documentação e edição de publicações.

    Endereço: Avenida Brigadeiro Faria Lima, 201
    Metrô mais próximo: Linha 4 amarela – Pinheiros
    Funcionamento: terça-feira a domindo (11h às 20h)
    Preço: grátis

  • 13. CCBB SP

    Crédito: DivulgaçãoLegenda: O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB para os íntimos) é um dos espaços culturais mais lindos do centro

    O CCBB São Paulo ocupa um prédio construído em 1901 no coração histórico da cidade. Numa via hoje de pedestres, o edifício foi comprado em 1923 pelo Banco do Brasil.

    Inaugurado em 21 de abril de 2001, o CCBB São Paulo é a 3ª instituição cultural mais visitada no país e a 68ª. no mundo, de acordo com o ranking da publicação inglesa The Art Newspaper (abril/2017).

    Endereço: Rua Álvares Penteado, 112
    Metrô mais próximo: Linha 3 vermelha – Sé
    Funcionamento: segunda-feira e quarta a domingo (09h às 21h)
    Preço: grátis

  • 14. Theatro Municipal de São Paulo

    Crédito: Foto oficial Theatro MunicipalLegenda: Theatro Municipal de SP

    O Theatro Municipal é um dos espaços culturais mais icônicos em SP. Símbolo da era cosmopolita do século 20 e com grandes recursos provenientes da indústria do café, sua arquitetura, inspirada valores europeus da época, é um espetáculo à parte – e “só” isso já vale uma visita.

    Inaugurado em 12 de setembro de 1911, o edifício inspirado na Ópera Garnier, em Paris, tem a assinatura do arquiteto Ramos de Azevedo e projeto interno dos italianos Cláudio Rossi e Domiziano Rossi. Além de receber grandes nomes mundiais da música e da dança como Enrico Caruso, Maria Callas, Francisco Mignoni, Duke Ellington, Ella Fitzgerald, Isadora Duncan, Nijinsky, Nureyev e Baryshnikov; o Theatro também foi cenário de um dos principais eventos da história das artes no Brasil, a Semana de Arte Moderna.

    Endereço: Praça Ramos De Azevedo, s/n – República
    Metrô mais próximo: Linha 3  vermelha – Anhangabaú
    Funcionamento: consultar programação
    Preço: consultar programação

  • 15. Casa das Caldeiras

    Crédito: Allan Hipólito | Catraca LivreLegenda: Casa das Caldeiras é hoje um dos lugares mais deliciosos da cidade pra curtir um show ou se jogar num rolê

    Com tijolos e chaminés que remetem à memória viva do período em que São Paulo se transformou numa metrópole, a Casa das Caldeiras é hoje um dos lugares mais deliciosos da cidade pra curtir um show ou se jogar numa das festas que rolam gratuitamente de domingo por lá.

    Construído em 1920 para gerar energia às indústrias Matarazzo, o edifício que abriga a Casa das Caldeiras segue como fonte de energia nos âmbitos artísticos, culturais e sociais.

    Tombada em 1986, hoje é palco de eventos sociais, culturais e institucionais, investindo sempre na valorização do patrimônio e da memória, construindo de forma colaborativa uma ocupação independente, autônoma e mista, em torno da diversidade.

    Endereço: Av. Francisco Matarazzo, 2000 – Água Branca
    Metrô mais próximo: Linha 3 vermelha – Palmeiras-Barra Funda
    Funcionamento: consultar programação oficial
    Preço: grátis, na maioria das vezes


Compartilhe:

Autor: Por: Redação