Últimas notícias:

Loading...

17 espaços ao ar livre para fazer um piquenique refrescante em SP

Tem coisa melhor do que curtir um passeio ao ar livre com muita diversão, sabor e natureza ao redor?

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Em meio a correria diária, muitos parques e praças da cidade passam despercebidos. Com grandes áreas verdes, eles são perfeitos para curtir aquele piquenique ao ar livre, seja com os amigos, com o love, com a família ou sozinho mesmo.

Para facilitar a vida dos que desejam momentos relaxantes em SP, a Catraca Livre listou 17 cantinhos cheios de natureza e frescor, todos com entrada grátis ou bem baratinha.

Onde fazer piquenique refrescante em SP
Crédito: Helena Lopes - PexelsSepara a toalha, o lanchinho e o amor no coração!

O que levar?

A atenção aos detalhes faz toda a diferença, transformando uma simples visita ao parque em um momento especial, então fica a dica:

  • Canga ou esteira para acomodar as comidinhas
  • Almofadas confortáveis
  • Cesta de picnic
  • Sacola térmica para manter suas comidinhas e o chá gelado, suco ou o que você quiser beber na temperatura ideal!
  • Sacola de lixo, pois é importante deixar lugar limpo quando sair
  • Jogos divertidos são uma boa pedida pra se divertir durante o dia ao ar livre

1. Parque Benemérito José Brás

Parque Benemérito José Brás, piquenique refrescante em SP
Crédito: Prefeitura de São Paulo Verde e Meio AmbienteParque Benemérito José Brás

Por solicitação da comunidade local, o parque foi implantado onde antes havia uma antiga praça, já utilizada para partidas de futebol e prática de exercícios. Sua área de 22,3 mil metros quadrados abriga pista de cooper de caminhada, aparelhos de ginástica, bicicletário, duas quadras poliesportivas, minibiblioteca, área de eventos e área de estar com mesas de xadrez.

Onde? Rua Piratininga, 365 – Brás.
Funcionamento: segunda-feira a domingo, das 6h às 18h
Entrada: grátis

2. Parque Buenos Aires

Parque Buenos Aires, piquenique refrescante em SP
Crédito: Prefeitura de São Paulo Verde e Meio AmbienteParque Buenos Aires

Inaugurada em 1913, foi entregue à população como mais uma opção de área verde, com cercamento, espelhos d’água, playground, aparelhos de ginática e até esculturas. Até hoje, é um tradicional ponto para relaxar junto à natureza em meio à agitada vida da cidade. E o parque ainda tem uma área bem bacana para você levar seu cãozinho.

Onde? Avenida Angélica, s/n – Higienópolis
Funcionamento: segunda-feira a domingo, das 6h às 19h
Entrada: grátis

3. Parque Jardim da Luz

Parque Jardim da Luz, piquenique refrescante em SP
Crédito: Prefeitura de São Paulo Verde e Meio AmbienteParque Jardim da Luz

Tombado como patrimônio histórico, o parque conta com uma área de 113,3 metros quadrados, com direito a espaço para apresentações, coreto, comedouros para pássaros, espelhos d’água, gruta com cascata, aquário subterrâneo, equipamentos de ginástica, pista de cooper, trilha, áreas de estar, mirante, lagos e chafariz – além de esculturas de artistas como Lasar Segall e Leon Ferrari.

Onde? Rua Ribeiro de Lima, 99 – Bom Retiro
Funcionamento: de terça-feira a domingo, das 9h às 18h
Entrada: grátis

4. Parque Villa-Lobos

Parque Villa Lobos, piquenique refrescante em SP
Crédito: DivulgaçãoParque Villa Lobos

Esse parque na zona oeste de São Paulo tem um grande gramado para picnics com mesas, quiosques e espreguiçadeiras! Tem uma área do parque que se chama Ouvillas, um gramadão circular com bancos nas beiradas, onde caixas de som tocam as músicas de Heitor Villa-Lobos durante todo o dia.

Um dos parques mais visitados da cidade, o Villa-Lobos foi inaugurado em 1987 e tem uma área de 732 mil metros quadrados. Lá ainda tem ciclovia, quadras, bosque, campo de futebol, playground, aparelhos de ginástica, pista de cooper, tabelas de street basketball e um monte de outras atrações para curtir com toda a família.

Onde? Av. Professor Fonseca Rodrigues, 2.001 – Alto de Pinheiros
Funcionamento: segunda-feira a domingo, das 5h30 às 19h
Entrada: grátis

5. Praça do Pôr do Sol

Praça do Pôr do Sol - O nome pelo qual a Praça Coronel Custódio Fernandes, localizada no Alto de Pinheiros, é popularmente conhecido já diz tudo: este é o endereço certo para quem deseja apreciar um belíssimo pôr-do-sol na cidade
Crédito: Roberto SettonPraça do Pôr do Sol – O nome pelo qual a Praça Coronel Custódio Fernandes, localizada no Alto de Pinheiros, é popularmente conhecido já diz tudo: este é o endereço certo para quem deseja apreciar um belíssimo pôr-do-sol na cidade

É na Praça Cel. Custódio Fernandes, em Pinheiros, que muitas pessoas se reúnem para ver um pôr do Sol lindo, considerado um dos mais bonitos da cidade. Cenário ideal para ver o entardecer na maior cidade da América Latina. E esta vistona vale muito a pena!

Onde? Praça Cel. Custódio Fernandes Pinheiro – Alto de Pinheiros
Funcionamento: local público, sempre aberto
Entrada: grátis

6. Jardim Botânico

Jardim Botânico de São Paulo
Crédito: Governo do Estado de São PauloJardim Botânico de São Paulo

O Jardim Botânico fica na Zona Sul de São Paulo e tem um espaço amplo e muito bonito! A estrutura para piquenique é boa, tem mesas espalhadas pelo parque. Nem parece que fica em São Paulo, com trilha pela mata nativa, macacos e água pura da nascente do rio Ipiranga.

Onde? Av. Miguel Estéfano, 3.031 – Água Funda
Funcionamento: terça-feira a domingo, das 9h às 17h
Ingressos: R$10 (inteira) e R$5 (meia-entrada)

7. Parque Ibirapuera

Vista panorâmica do Parque do Ibirapuera, um dos cartões-postais de São Paulo
Crédito: Rafael Neddermeyer - Fotos PúblicasVista panorâmica do Parque do Ibirapuera, um dos cartões-postais de São Paulo

Escolhido por muitos paulistanos como um dos principais passeios de final de semana, o Parque Ibirapuera é o ambiente ideal para um piquenique com a família ou entre os amigos. Seja praticando esportes nos diferentes complexos do Parque, ou apenas relaxando com o que a cidade oferece. O Ibirapuera pode ser uma boa sugestão para quem quer fazer algo diferente gastando pouco.
Onde? Av. Pedro Álvares Cabral – Vila Mariana
Funcionamento: segunda-feira a domingo, das 5h à 0h
Entrada: grátis

8. Parque da Aclimação

Parque da Aclimação
Crédito: Prefeitura de São Paulo Verde e Meio AmbienteParque da Aclimação

Se a ideia é fazer um piquenique em contato com a natureza, essa é uma boa escolha. O Parque da Aclimação é pequeno e bastante acolhedor, um verdadeiro refúgio verde dentro de São Paulo. Lá também é possível andar de bicicleta, praticar esportes e passear em volta do lago.

O parque tem concha acústica, jardim japonês com espelho d’água, playground para a criançada, cachorródromo e até a Biblioteca Temática de Meio Ambiente Raull Bopp.

Onde? Rua Muniz de Sousa, 1119 – Aclimação
Funcionamento: segunda-feira a domingo, das 5h às 20h
Entrada: grátis

Guia básico para chegar ao Pico do Jaraguá pela Trilha do Pai Zé

9. Parque Trianon

Parque Tenente Siqueira Campos
Crédito: Prefeitura de São Paulo Verde e Meio AmbienteParque Tenente Siqueira Campos

O Parque Tenente Siqueira Campos foi inaugurado em abril de 1892 com a abertura da Avenida Paulista. Recebeu sua denominação atual em homenagem a um dos heróis da Revolta Tenentista, Antônio de Siqueira Campos. O parque possuí uma reserva de Mata Atlântica e é um ótimo local para quem quer fugir por alguns instantes da fervilhante Avenida Paulista.

Onde? Rua Peixoto Gomide, 949 – Cerqueira César
Funcionamento: segunda-feira a domingo, das 6h às 18h
Entrada: grátis

10. Parque Anhanguera

Parque Anhanguera
Crédito: Prefeitura de São Paulo Verde e Meio AmbienteParque Anhanguera

Está localizado numa antiga fazenda de reflorestamento adquirida pela Prefeitura em 1978. Sua área, de 9,5 milhões de metros quadrados, abriga o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres, campos de futebol, lagos, quiosques, churrasqueiras, ciclovia, anfiteatro, playgrounds, quadra poliesportiva, casa de vegetação, espelho d’água, pista de cooper e caminhada e aparelhos de ginástica.

Onde? Avenida Fortunara Tediello Natucci, 1000 – Km 26 da Via Anhanguera
Funcionamento: segunda-feira a domingo, das 6h às 18h
Entrada: grátis

11. Parque Cidade de Toronto

Parque Cidade de Toronto
Crédito: Prefeitura de São Paulo Verde e Meio AmbienteParque Cidade de Toronto

Nasceu de um programa de cooperação técnica entre as prefeituras de SP e de Toronto, no Canadá. Os brejos e o lago constituem grande parte dos 109 metros quadrados do parque e apresentam uma fauna com hábitos típicos desses ecossistemas. Sua infraestrutura compreende churrasqueiras, quiosques, palco, aparelhos de ginástica, parquinho com brinquedos típicos do Canadá, pista de caminhada e até nascente d’água.

Onde? Avenida Cardeal Motta, 84 – City América – Pirituba
Funcionamento: segunda-feira a domingo, das 6h às 18h
Entrada: grátis

12. Parque da Juventude

Parque da Juventude foi construído no mesmo terreno do antigo complexo penitenciário Carandiru
Crédito: Governo do Estado de São PauloParque da Juventude foi construído no mesmo terreno do antigo complexo penitenciário Carandiru

Ocupa o espaço onde se localizava a Penitenciária do Carandiru, desativada em 2002. Atende população com programação esportiva e recreativa, além de ser um excelente lugar para fazer caminhadas, encontrar os amigos ou passear com a família. O complexo é dividido em três grandes espaços: Parque Esportivo, Parque Central e Parque Institucional.  O parque ainda abriga a Biblioteca de São Paulo, uma das maiores e mais legais bibliotecas estaduais de SP.

Onde? Avenida Zaki Narchi, 1309 – Santana
Funcionamento: segunda-feira a domingo, das 6h às 19h
Entrada: grátis

13. Parque Vila Guilherme Trote (PVGT)

Parque Vila Guilherme Trote
Crédito: Prefeitura de São Paulo Verde e Meio AmbienteParque Vila Guilherme Trote

Ocupa uma área de 187 mil metros quadrados, com pista de cooper, espaço destinado a musculação, playground, quadras poliesportivas e churrasqueiras. Destaque para a Trilha dos Sentidos, destinada ao reconhecimento de espécies vegetais pelo tato, olfato e visão. Outra atividade oferecida é a Trilha das Aves, para o reconhecimento de espécies presentes no parque.

Onde? Av. Nadir Dias de Figueiredo, s/n – Vila Maria
Funcionamento: segunda-feira a domingo, das 5h30 às 20h
Entrada: grátis

14. Parque da Independência

Parque da Independência
Crédito: Prefeitura de São Paulo Verde e Meio AmbienteParque da Independência

Em sua área de 184,8 mil metros quadrados estão localizados o Monumento à Independência, o Museu Paulista (conhecido como Museu do Ipiranga), os jardins de linha clássicas, o bosque e a Casa do Grito. Destaque para os “jardins franceses”, localizados à frente do museu, caracterizados por topiarias de buxos e azaleias, que delimitam canteiros de rosas, palmeiras e ciprestes.

Onde? Avenida Nazareth, s/n – Ipiranga
Funcionamento: segunda-feira a domingo, das 5h às 20h
Entrada: grátis

15. Parque Piqueri

Parque Piqueri
Crédito: Prefeitura de São Paulo Verde e Meio AmbienteParque Piqueri

Faz alusão ao nome da tribo indígena que habitava a área localizada às margens do rio Grande, atual Tiête. São quase 100 mil metros quadrados com áreas de estar, pista de cooper, bicicletário, campos de futebol de areia, quadra de campo, quadras poliesportivas, aparelhos de ginástica, playground, lago, palco para apresentações e conchas de bocha.

Onde? Rua do Tuiuti, 515 – Tatuapé
Funcionamento: segunda-feira a domingo, das 6h às 18h
Entrada: grátis

16. Horto Florestal

Horto Florestal
Crédito: Caio PimentaHorto Florestal

Localizado na Zona Norte, o Parque Estadual Alberto Löfgreen foi criado em 1986, possui 1.740.000 de metros quadrados e é uma das poucas áreas que restaram de Mata Atlântica na cidade. O Horto Florestal, como é popularmente conhecido, fica à beira da Serra da Cantareira, ao lado do famoso Parque Estadual da Cantareira. Lá é possível encontrar um marco por onde passa o Trópico de Capricórnio.

Além das muitas áreas incríveis para fazer aquele piquenique, o Horto abriga várias espécies de animais, como macaco-prego, tucano, socó, tico-tico, garça, capivara, esquilo e gambá, e de árvores, como eucalipto, pinheiro-do-brejo e criptomeria. O parque também tem bicas de água potável e bem fresquinha, área para crianças, lagos, pista de cooper e os museus Florestal e da Madeira.

Onde?  Rua do Horto, 931 – Horto Florestal
Funcionamento: segunda-feira a domingo, das 6h às 18h
Entrada: grátis

17. Parque da Água Branca

Parque da Água Branca
Crédito: Murillo ConstantinoParque da Água Branca

Localizado na Zona Oeste, o Parque Doutor Fernando Costa foi criado em 1929 e tombado pelo Condephaat como patrimônio cultural e histórico da cidade em 1966. Este é um lugar ideal para curtir com a criançada, porque abriga vários animas (como pato, galinha e pavão) e tem playground, museus e outras atrações para os pequenos.

Com o maior clima de fazenda, o Parque da Água Branca ainda tem pista de caminhada, aparelhos de ginástica e outras atrações para quem curte praticar esportes ao ar livre.

Onde? Avenida Francisco Matarazzo, 455 – Barra Funda
Funcionamento: segunda-feira a domingo, das 6h às 20h
Entrada: grátis

Que tal curtir outros lugares imperdíveis em SP?