Últimas notícias:

Loading...
EM ALTA

Theatro Municipal de SP oferece tour virtual completíssimo!

Com narração de Marisa Orth, o passeio pode ser feito nas modalidades livre e interativa. Vamos nessa?!

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Todos os dias

24h

Recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência não informados

Um dos lugares mais simbólicos de SP ganhou um tour virtual imersivo completíssimo! Descubra curiosidades sobre o Theatro Municipal em uma visita toda especial narrada pela diva Marisa Orth.

Para desfrutar do rolê, basta acessar este link e escolher a modalidade livre, em que você é seu próprio guia, ou a interativa. Quem escolher a segunda opção tem um grande desafio: para trocar de ambiente é necessário responder um quizz!

fachada do theatro municipal iluminada a noite
Crédito: Alffoto | IStockOs maiores nomes da música e do teatro mundial já passaram pelo Municipal!

De qualquer forma, todos os visitantes percorrem cada cantinho do Theatro Municipal, desde o imponente Salão Nobre até a Cúpula que, inclusive, é fechada para o público.

É a chance de observar com cuidado as pinturas decorativas, as pedras originárias da Itália, os cristais belgas, as estátuas, o mobiliário e outras particularidades do espaço.

Theatro Municipal tour virtual
Crédito: Tour Virtual do Theatro Municipal/ reproduçãoObras no teto do Salão Nobre são assinadas por Oscar Pereira da Silva (1867-1939)

Além de explorar essa instituição tão importante para a cidade, quem participar do tour virtual também conhece a Praça das Artes, local que serve como uma extensão das atividades Theatro Municipal, e uma parte do centrão de SP. Dá até para habilitar o modo VR (realidade virtual).

Um pouco de história…

Pensado para refletir o espírito cosmopolita do início do século XX, o Theatro Municipal teve sua arquitetura luxuosa bastante influenciada pela Ópera de Paris.

Isso porque a alta sociedade paulistana estava cada vez mais refinada e com mais recursos provenientes do ciclo do café, espelhando-se diretamente em valores europeus. Por isso, essas pessoas desejavam uma casa de espetáculos à altura de suas posses para receber grandes artistas da música lírica e do teatro.

Assim, com incentivos fiscais e investimentos dos próprios barões do café, o arquiteto Ramos de Azevedo e os italianos Cláudio Rossi e Domiziano Rossi iniciaram a construção em 1903 e, em 12 de setembro de 1911, o Theatro Municipal foi aberto.

Por seu palco passaram as mais importantes companhias artísticas da primeira metade do século XX e nomes como Duke Ellington, Ella Fitzgerald, Baryshnikov, dentre muitos outros, além de ser o cenário de um dos principais eventos da história das artes no Brasil, a Semana de 22.

Veja outras dicas culturais para aproveitar online: