CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Whopper mofado anuncia fim de conservantes artificiais em lanche

Burger King prevê eliminar ingredientes não naturais dos alimentos em todos os países do mundo

Por: Redação

O Burger King deu um passo ousado: um vídeo de um Whopper mofado, mostrando o passo a passo da deterioração do carro-chefe da marca por mais de um mês.

Catraca Livre criou o projeto Causando, apoiado pelo Carrefour, para mostrar como as marcas desenvolvem e assumem causas.

A ação faz parte da divulgação de um novo posicionamento da rede de fast food: o de não usar mais conservantes artificiais no sanduíche.

Atualmente, 400 restaurantes da marca nos Estados Unidos, além de unidades na Europa, já preparam o lanche à nova moda – mais natural. Os demais pontos de venda americanos devem banir o ingrediente até o fim do ano.

A rede informou que pretende eliminar conservantes, além de corantes e aromatizantes artificiais, de seus alimentos em todo o mundo, incluindo o Brasil.

Fundada em 1954, a marca está presente em cerca de 100 países. São, no total, mais de 15 mil pontos de venda.

Whopper mofado

Campanha Whopper mofado
Crédito: DivulgaçãoCampanha envolveu três agências

No vídeo, o sanduíche se decompõe ao longo de 34 dias. A alface murcha, a maionese escorre, e o Whopper fica mofado.

“A beleza de nenhum conservante artificial” é o texto que fecha a peça de 45 segundos de duração. Ao fundo, a canção “What a Difference a Day Makes” (que diferença faz um dia), que ficou imortalizada nas vozes das cantoras Aretha Franklin e Dinah Washington.

Três agências estão envolvidas na criação: David, Ingo e Publicis.

Campanha Whopper mofado
Crédito: DivulgaçãoWhopper mofado anuncia fim de uso de conservantes artificiais

Novo posicionamento

A virada do fast food em direção a alimentos mais naturais e sem aditivos químicos começou há algum tempo.

Redes têm anunciado a inclusão de saladas e frutas em seus cardápios, por exemplo. Também buscam seguir com alimentos frescos e produção sustentável.

Compartilhe: