Ação alerta sobre a origem da carne comercializada em supermercados

Para conscientizar sobre o impacto ambiental da produção de carne, ativistas do 'Greenpeace' realizaram uma ação nesta quarta-feira (18) em quatro lojas do Pão de Açúcar

Por: Redação | Comunicar erro

Você sabe qual a origem da carne que está no seu prato? De acordo com o relatório Carne ao Molho madeira“, divulgado pelo ‘Greenpeace‘, nenhuma das sete maiores redes de mercados do Brasil garante que o produto comercializado está livre de desmatamento na Amazônia, trabalho escravo e violência contra povos indígenas.

Para chamar atenção dos consumidores sobre o problema, ativistas do ‘Greenpeace’ realizaram uma ação nesta quarta-feira (18) em quatro lojas do Pão de Açúcar, em São Paulo, que teve a pior avaliação no monitoramento da carne que comercializa.

As bandejas de carne das lojas receberam etiquetas com a pergunta “Você sabe de onde vem esta carne?”. A campanha também contou com uma vaca perdida na cidade, que tentou, sem sucesso, saber sobre sua procedência.

Crédito: Zé Gabriel/GreenpeaceAtivistas realizaram uma ação nesta quarta-feira em lojas do Pão de Açúcar em SP

O relatório da ONG mapeia como as gigantes do setor vêm lidando com o problema, por meio do levantamento de informações sobre a política de aquisição de carne bovina oriunda da Amazônia de sete redes de supermercados. O resultado é assustador: nenhuma delas atinge o “patamar verde” e garante que 100% da carne que comercializa é livre de crimes socioambientais.

O ‘Greenpeace’ avaliou três aspectos principais: a existência e o alcance destas políticas, os critérios dessas políticas e quanto os supermercados são transparentes em relação ao tema junto a seus consumidores e fornecedores. Dentre os analisados, o Walmart foi quem saiu na frente, com 62% dos requisitos considerados fundamentais. Atrás dele, o Carrefour atingiu 23%, enquanto o Grupo Pão de Açúcar (GPA), maior empresa do setor, apenas 15%. Na lanterna, o Cencosud alcançou meros 3%. Leia o relatório na íntegra aqui.

Crédito: Zé Gabriel/GreenpeaceA ideia da ação é conscientizar sobre a origem da carne que consumimos

Nas últimas décadas, mais de 750 mil quilômetros quadrados da floresta amazônica brasileira foram destruídos. Aproximadamente 60% desta área virou pasto para gado. Atualmente, existem mais bois do que seres humanos no país: são mais de 212 milhões de cabeças de gado.

A pegada hídrica da carne de bovinos de corte é de 15.400 metros cúbicos por tonelada, ou seja, para apenas 1 kg de carne bovina são necessários mais de 15.000 litros de água. Por isso, reduzir o consumo diário de carne é melhor para a saúde, o clima, as florestas e a segurança alimentar global.

Crédito: Zé Gabriel/GreenpeaceO relatório mostra que as maiores redes de supermercados não sabem de onde vem a carne que comercializam

 

 

Compartilhe:

1 / 8
1
20:44
São Paulo, capital da Cultura | Entrevista por Catraca Livre
Atuando como Secretário Municipal de Cultura em São Paulo desde janeiro desse ano, Alê Youssef ainda está no começo da …
2
07:26
STF e o limite da liberdade de expressão
O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, anunciou em março a abertura de um inquérito para investigar casos …
3
01:03
Ex-presidente do Peru tenta suicídio após receber ordem de prisão
O ex-presidente do Peru Alan García morreu nesta quarta-feira,17, após atirar contra si mesmo em uma tentativa de suicídio em …
4
04:45
Famosos fazem desabafo sobre depressão
Recentemente, o humorista Whindersson Nunes publicou uma série de posts em sua rede social desabafando sobre um sentimento profundo de …
5
01:32
Quem disse que não dá para surfar na cidade?
A Surf House Brasil é o lugar perfeito para você quer aprender a surfar ou ficou com saudade de pegar …
6
01:45
Catedral de Notre Dame: 8 séculos de história queimam em Paris
Um incêndio de grandes proporções atingiu a Catedral de Notre Dame, em Paris. O local é um dos pontos turísticos …
7
02:29
Vídeo analisa a maior irresponsabilidade na vida de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro mandou desativar os radares de rodovias federais. Será que é uma boa ideia? A Folha de São …
8
05:43
Entenda a proposta de Bolsonaro para a educação domiciliar
O presidente Jair Bolsonaro assinou o projeto de lei que pretende regulamentar a educação domiciliar no país. Se aprovada pelo …