Últimas notícias:

Loading...

Advogado que humilhou Mari Ferrer defendeu Sara Winter e Olavo de Carvalho

A atuação em defesa de expoentes da extrema-direita bolsonarista aconteceu recentemente

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Claudio Gastão da Rosa Filho, advogado de André de Camargo Aranha, no processo em que o empresário é acusado de estupro por Mari Ferrer, já defendeu Sara Giromini  ‘Winter’ e Olavo de Carvalho. No julgamento do processo movido pela promotora de eventos, ele a humilhou, a subjugou diversas vezes e conseguiu através do promotor Thiago Carriço a sentença que absolveu seu cliente.

Gilmar Mendes critica audiência do caso Mari Ferrer: ‘Estarrecedor’

advogado e mari ferrer
Crédito: Reprodução/Youtube e InstagramAdvogado que humilhou Mari Ferrer defendeu Sara Winter e Olavo de Carvalho

O estupro de Mari Ferrer teria acontecido no dia 15 de dezembro de 2018, em uma festa no Café de la Musique, em Jurerê Internacional. Na época, a jovem tinha tinha 21 anos e trabalhava como promoter da festa.

O Intercept Brasil teve acesso a imagens do julgamento e nelas é possível ver o advogado de André Aranha humilhando Mari Ferrer. Ele mostrou fotos dela em trabalhos como modelo profissional para ataca-la.

Segundo o advogado Cláudio Gastão da Rosa Filho as imagens seriam “ginecológicas”, como definiu. Além disso, durante a sessão ele afirmou que “jamais teria uma filha” do “nível” de Mari Ferrer. O julgamento aconteceu de forma online e as imagens foram captadas e divulgadas pelo Intercept.

A vítima chorava e ouviu do advogado: “Não adianta vir com esse teu choro dissimulado, falso e essa lábia de crocodilo”. Mari Ferrer ainda afirmou que nem mesmo os acusados eram tratados daquela maneira ao reclamar da conduta do advogado.

“Teu showzinho você vai no seu Instagram dar depois”, disse o advogado de Aranha. “É seu ganha pão a desgraça dos outros, fala a verdade”.

Na reportagem do Intercept, é explicitada a relação entre o advogado com nomes polêmicos da extrema-direita bolsonarista, como Olavo de Carvalho e Sara Giromini “Winter”.

O advogado representou o guru bolsonarista em uma ação movida contra o historiador Marco Antonio Villa e defendeu Sara Giromini ‘Winter’ quando ela foi presa pela Polícia Federal após organizar manifestações pedindo o fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo a colunista Dagmara Spautz, do NSC Total, ele deixou a defesa da bolsonarista em junho, mas reiterou em nota que tem “confiança na inocência de Sara”.

Segundo a professora universitária e ativista, Lola Aronovich, “o advogado do estuprador de Mari Ferrer também defendeu Sara Winter e Olavão. É conhecido como ‘Gastãozinho’ esse cidadão de bem que culpa vítimas de estupro pelo estupro”, destacou ela no Twitter.