Informar

Alckmin volta a atacar Bolsonaro e o compara a um homem abusivo

O tucano compilou falas machistas do candidato do PSL em um único vídeo de campanha

Por: Redação | Comunicar erro
Alckmin Bolsonaro
Crédito: Reprodução/TVGloboGeraldo Alckmin volta a atacar Jair Bolsonaro

A equipe de campanha do candidato à presidência da República Geraldo Alckmin (PSDB)  voltou a atacar Jair Bolsonaro (PSL), comparando o deputado com um homem abusivo e citando momentos polêmicos do parlamentar, como o embate entre o mesmo e a deputado federal Maria do Rosário (PT).

A equipe de Bolsonaro anunciou que vai entrar na Justiça contra esse video, alegando deturpação. Em vídeo semelhante passado, o TSE não aceitou alegações de Bolsonaro.

O vídeo, que em um primeiro momento será veiculado apenas nas redes sociais, mostra um casal discutindo em um restaurante.

À mesa, o homem se dirige à mulher de maneira rude. “Dá que eu te dou outra! Você é uma idiota! Você é uma ignorante! Vagabunda! Chora agora”, fala o personagem na gravação, enquanto sua companheira começa a chorar na frente das demais pessoas.

Nesse momento, uma voz narradora interrompe e começa a atacar diretamente Jair Bolsonaro.

“Não importa a situação ou o motivo. Se isso é inaceitável, isso também é”. O vídeo começa a mostrar falas machistas do deputado, como o episódio com Maria do Rosário, quando o parlamentar chamou a petista de “vagabunda”.

Bala

Na semana passada, Geraldo Alckmin já havia causado polêmica ao publicar sua primeira inserção comercial atacando diretamente seu adversário político Jair Bolsonaro, em uma peça sobre “bala”.

Na propaganda, o tucano afirma que “não é na bala que se resolve” os problemas de um país, contrapondo uma das principais teses de Bolsonaro, que é a favor da revogação do estatuto do desarmamento.

A campanha de Jair Bolsonaro chegou a recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral para retirar o vídeo do ar, mas o principal órgão eleitoral do país entendeu que não havia motivos para acatar o pedido do parlamentar.

Eleições: confira apps e ferramentas que ajudam na hora do voto

Compartilhe: