ANM diz que Vale escondeu que barragem em Brumadinho tinha problemas

Tragédia aconteceu em janeiro deste ano, já soma 252 mortes e 18 pessoas desaparecidas ou não identificadas

Por: Redação

A Agência Nacional de Mineração divulgou nesta terça-feira, 5, um parecer técnico sobre a barragem que se rompeu em janeiro deste ano em Brumadinho (MG). Segundo o documento, as informações fornecidas pela Vale S. A, empresa responsável pela barragem, “não condizem com as que constam nos documentos internos da mineradora”.

Bombeiros em Brumadinho
Crédito: Fotos públicasO Corpo de Bombeiros de Minas Gerais com uma vítima do rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG)

Essa omissão teria impedido que a agência tomasse medidas cautelares de cobrar ações da empresa, o que poderia ter evitado o desastre. Segundo informações do G1, 252 mortos foram identificados e outros 18 ainda estão desaparecidos ou não identificados.

O parecer tem 194 páginas e aponta as falhas e informações desencontradas que a Vale forneceu oficialmente. Entre eles, o documento mostra que durante a instalação de um dos DHPs (Drenos Horizontais Profundos), que são tubos permeáveis, foi detectada a presença de sólidos, e que isso é considerado anormal.

Os técnicos perceberam a saída de material sólido na água injetada para fazer os furos do dreno. A Vale interrompeu a instalação do dreno e “vedou” o furo, mas isso não foi relatado à ANM.

Picos de pressão de água em dois piezômetros, instrumentos que mostram a pressão da água, também foram registrados durante a perfuração de DHPs. No dia 10 de janeiro, os dois piezômetros entraram em nível de emergência, mas a ANM também não ficou sabendo disso.

O documento vai ser enviado ao Ministério Público Federal e às polícias Federal e Civil de Minas Gerais.

A Vale disse ao G1 que não ia comentar as decisões da ANM porque não teve acesso a todo o relatório, mas que todo o histórico do estado de conservação da barragem foi dado às autoridades.

1
A repercussão dos ataques machistas à jornalista Patrícia Campos Mello
No final da última semana, Hans River do Rio Nascimento foi chamado para prestar depoimento na CPMI das Fake News. …
2
Governo Bolsonaro libera pesca em áreas de conservação ambiental
Uma portaria do Instituto Chico Mendes (ICMBio), órgão vinculado ao Ministério do Meio Ambiente, autorizou a pesca esportiva e amadora …
3
Chuva forte deixa São Paulo debaixo d’água
A chuva que começou ontem não deu sinal de trégua e fez São Paulo amanhecer debaixo d’água nesta segunda-feira, 10. …
4
Coronavírus: aviões da FAB vão retirar brasileiros de Wuhan, na China
Dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) decolaram nesta quarta-feira, 5, em direção a Wuhan, na China, para retirar os …
5
BBB20: Mulheres decidem o destino de Pétrix Barbosa
A união das mulheres  decidiu o destino de Pétrix não apenas no Big Brother Brasil 20, mas também fora da …
6
Damares Alves: abstinência sexual, protesto e contradição?
Por que este grupo de mulheres deu as costas para a ministra Damares Alves enquanto ela defendia sua política de …
7
Bolsonaro e a demissão do secretário que viajou com jato da FAB
O presidente Jair Bolsonaro anunciou em sua conta no Twitter que vai tornar sem efeito a nomeação de José Vicente …
8
Visibilidade trans: a história de Thais de Azevedo
O que é violência para você? Para Thais de Azevedo essa pergunta resume uma trajetória de vida. Como mulher trans, …