Bolsonaro reafirma que não há fome no Brasil e cita a Bíblia

Presidente uniu trecho do livro sagrado com supostos dados do Bolsa Família, BPC e Aposentadoria Rural

Nesta segunda-feira, 5, Jair Bolsonaro (PSL) foi ao seu perfil no Twitter para reafimar sua declaração que “passar fome no Brasil é uma grande mentira”.

O presidente Jair Bolsonaro, cumprimenta populares,e fala à imprensa no Palácio da Alvorada.
Créditos: Antonio Cruz/Agência Brasil
O presidente Jair Bolsonaro, cumprimenta populares,e fala à imprensa no Palácio da Alvorada.

O presidente da República citou o versículo João 8:32 da Bíblia – “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” – com o intuito de usar como base os dados do Bolsa Família, BPC e Aposentadoria Rural que, segundo ele, somados geram “R$ 200 bilhões que vão para o bolso dos mais pobres”.

“Logo, se você entender a fome como sistêmica e endêmica, o Brasil não a tem. Osmar Terra, Min da Cidadania”, escreveu Bolsonaro, citando também a declaração do ministro Osmar Terra.

POLÊMICA

No dia 19 de julho, o presidente marcou presença em um café da manhã com jornalistas estrangeiros e mostrou não ter conhecimento nenhum do próprio país que governo. Ele afirmou que é uma “grande mentira” que existam brasileiros que passam fome.

“O Brasil é um país rico para praticamente qualquer plantio. Fora que passar fome no Brasil é uma grande mentira. Passa-se mal, não come bem, aí eu concordo. Agora, passar fome, não. Você não vê gente, mesmo pobre, pelas ruas, com físico esquelético, como a gente vê em alguns outros países pelo mundo”, afirmou Bolsonaro.

“Esses políticos que criticam a questão da fome no Brasil, no meu entender, tem que se preocupar, estudar um pouco mais as consequências disso. Lá, é precipitação pluviométrica [chuva] é menor que do Sertão nordestino. Eles conseguem não só garantir sua segurança alimentar, como exportar parte para a Europa. Falar que se passa fome no Brasil é discurso populista, tentando ganhar simpatia popular, nada além disso”, completou.

FOME NO BRASIL

Relatório divulgado por agências da ONU (Organização das Nações Unidas) em 2018 mostram que, no Brasil, os números apontam que mais de 5,2 milhões de pessoas passaram um dia ou mais sem consumir alimentos ao longo de 2017, o que corresponde a 2,5% da população.