Brigitte Macron agradece brasileiros por movimento #DesculpeBrigitte

Primeira-dama francesa disse palavras em português após polêmica com Bolsonaro

Por: Redação

Brigitte Macron, primeira-dama francesa, agradeceu nesta quinta-feira, 29, em português, aos brasileiros que lhe deram apoio após o presidente Jair Bolsonaro (PSL) endossar um comentário machista sobre ela.

brigitte macron
Crédito: Reprodução/InstagramBrigitte Macron se mostrou grata aos brasileiros que a apoiaram após deboche de Bolsonaro

Durante uma visita ao norte da França, a esposa de Emmanuel Macron disse: “Eu só queria dizer duas palavras para os brasileiros e brasileiras, em português: Muito obrigada! Muito obrigada a todos que me apoiaram. Os tempos mudam. Alguns estão no trem da mudança, mas nem todos estão: alguns permaneceram na plataforma”.

Fátima elogia Brigitte Macron e fãs apontam indireta a Bolsonaro

Antes do depoimento de Brigitte, a imprensa francesa já havia noticiado no início da semana que ela teria ficado emocionada com as demonstrações de apoio.

“Além de mim, é para todas as mulheres. Todas as mulheres foram afetadas. As coisas estão mudando, todos devem estar cientes disso. Há coisas que não podem mais ser ditas e coisas que não podem mais ser feitas”, completou.

No último sábado, 24, na página oficial de Bolsonaro, um seguidor postou fotos dos casais Macron e Bolsonaro, com a legenda: “Agora entende por que Macron persegue Bolsonaro?” O perfil do presidente respondeu: “Não humilha, cara. Kkkkkkk”.

A resposta, já deletada, viralizou e foi repercutida na imprensa francesa, que a classificou como sexista. Rolou até um protesto no Twitter com a hashtag #DesculpeBrigitte para pedir desculpas pelo comportamento do presidente brasileiro.

Em resposta ao comentário de Bolsonaro, Macron afirmou que o presidente brasileiro havia sido “extremamente desrespeitoso”, e que seu comentário era “triste” para os brasileiros e uma “vergonha” para as mulheres brasileiras.

Bolsonaro, por sua vez, negou ter ofendido a primeira-dama francesa, afirmando que teria apenas dito para seu seguidor “não falar besteira”.