Famosas rebatem Otávio Mesquita por críticas ao caso João de Deus

Apresentador acha que as mulheres não estão protestando em defesa às supostas vítimas do médium

Por: Redação
otávio mesquita joão de deus
Crédito: Reprodução/Instagram e TV AnhangueraOtávio Mesquita criticou as mulheres que ele achou que não estavam protestando contra João de Deus

Otávio Mesquita criticou o movimento “Mexeu com uma, mexeu com todas”, após as acusações de abuso sexual contra João de Deus, e foi detonado por diversas famosas, por meio das redes sociais, na última segunda-feira, 17.

Tudo começou quando o apresentador do SBT disse que as mulheres engajadas nos protestos – iniciados na época das eleições – não estariam dando importância para o caso envolvendo o médium.

“Estou com uma dúvida aqui. Meus colegas da mídia, artistas, as atrizes, apresentadoras, que se voltaram contra o Bolsonaro em diversos momentos, que se refere a sexualidade, agressão contra mulheres, não vi nenhum depoimento até agora sobre o João de Deus – que pra mim é do capeta, João do Belzebu -, que está sendo acusado por mais de 300 mulheres. Cadê vocês? Não vi nada até agora. Cadê? Estão perdendo a credibilidade”, disparou ele.

Não demorou muito para que atrizes e apresentadoras entrassem na discussão e criticassem o famoso.

“Que loucura é esse que em vez de criticar o criminoso João de Deus você gasta tempo para criticar mulheres que se manifestaram e você não viu? Francamente. Que vexame”, detonou Alice Wegmann. “Falamos sobre isso na semana passada. Não somos seletivas, mas creio que sua busca tem sido”, criticou Kéfera Buchmann.

Carolina Ferraz também não ficou atrás e explicou: “O movimento ‘Mexeu com uma, mexeu com todas’ não surgiu para defender ou atacar esse ou aquele político, é um movimento de acolhimento a mulheres vítimas de abuso. Se atualize, são mais de 500 denúncias contra o João de Deus. E nos manifestamos, sim”.

“Todas nós postamos, todas nós estamos arrasadas e solidárias. Você poderia nos ajudar, dar voz ao que realmente importa, que é a monstruosidade da história, ao invés de gastar energia fazendo esse vídeo nos cobrando, não acha?”, questionou Fernanda Rodrigues.

Astrid Fontenelle também completou: “Que oportunidade você perdeu de ficar calado. Que feio! Mas como eu bem sei que você tá surfando na onda errada, repito a dica das amigas: e informe melhor. O que pode ter acontecido é que conhecidas suas, socialites, que recebiam o cara em casa, que se orgulhavam das fotos tiradas, essas sim estão bem quietas. Repito: informe-se”.

View this post on Instagram

Vamos raciocinar … mexeu com 312 mexeu com todas …

A post shared by Otávio Mesquita (@otaviomesquita) on

1
DPVAT e INSS: os impactos das medidas de Bolsonaro para a população
O presidente Jair Bolsonaro assinou duas medidas provisórias (MPs) que prometem mudar a vida dos brasileiros. O anúncio foi feito …
2
O retrato da violência doméstica no Brasil
Cerca de 13 mulheres são assassinadas todos os dias no Brasil.  Em uma conta rápida, isso significa 4.750 mortes por …
3
O ambicioso plano de Paulo Guedes para a economia do Brasil
“Transformar o Estado Brasileiro” é o que pretende o ministro da Economia, Paulo Guedes, com o pacote de ações que …
4
O que acontecerá com Lula e outros presos após a decisão do STF?
Por 6 votos a 5, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu mudar o entendimento sobre a prisão de condenados em …
5
03:52
No Brasil, 13,5 milhões de pessoas vivem na pobreza extrema
Dados da última edição da Síntese de Indicadores Sociais do IBGE, que analisa a qualidade de vida da população, mostra …
6
03:58
Por que o câncer do prefeito de SP está cada vez mais comum ?
Diagnosticado com um tumor no sistema digestivo, aos 39 anos, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), apresenta um …
7
16:46
Os melhores momentos de Janaína Paschoal no Roda Viva
Convidada do programa Roda Viva da última segunda-feira, 4, a deputada estadual Janaína Paschoal (PSL) avaliou o atual cenário político …
8
05:28
Obstrução de Justiça pode gerar impeachment de Bolsonaro?
Em meio à polêmica envolvendo Jair Bolsonaro (PSL) no caso do assassinato da vereadora Marielle Franco, o deputado federal David …