Mãe acusa Palmeiras de discriminar e humilhar filha deficiente

O clube queria que Luiza Baú deixasse de praticar aulas de Iôga por ter uma deficiência cognitiva

Por: Redação | Comunicar erro

A Mãe de Luiza Baú acusa o Palmeiras de discriminar e humilhar filha deficiente cognitiva dentro do clube. “O que vocês estão fazendo aqui é ajudando as pessoas que são intolerantes a continuar sendo intolerantes, é isso que vocês estão fazendo, reforçando essa sensação de que a gente tem que excluir quem é deficiente”, disse a mãe, Silvia Carneiro para uma coordenadora, uma assistente social e um advogado do Palmeiras, segundo informações do portal Uol.

Crédito: Istock/kieferpixMãe acusa Palmeiras de discriminar e humilhar filha deficiente

Silvia relata que ela e a filha foram constrangidas e coagidas pelos funcionários do clube em uma sala da sede social durante 48 minutos de reunião, convocada pela coordenação com objetivo de convidar Luiza a se retirar das aulas de ioga.

“Foi desgastante. Desrespeitoso. Preconceituoso. Humilhante. Desumano”, disse a mãe para o UOL, além completou: “Jamais imaginei que teria um advogado e uma assistente social, aquele quadro de funcionários juntos a postos para falar comigo e com a Luiza. O advogado chegou armado da lei de inclusão, que ele falava que ‘não era bem assim’. Foi uma conversa que achei bastante destemperada, com comentários”, relatou.

Segundo o portal o Palmeiras negou que queria tirar Luiza da ioga para atender a reclamações de outros sócios, mesmo Silva tendo gravado a reunião onde essa situação foi exposta para ela. Veja a transcrição aqui.

A reunião aconteceu em 8 de fevereiro, mas a Silvia só quis revelar o caso agora. Ela disse ao UOL que não pretende entrar com processo contra o clube. “Gostaria de receber um pedido de desculpa. Eu não quero mais ficar calada perante o que é injusto. Sei reconhecer o que está certo e o que está errado, e as pessoas tratam a gente mal quando a gente exige direitos. Se essa situação não se repetir mais com ninguém, e eles (funcionários do Palmeiras) reconhecerem que estão errados, já é o suficiente”, afirmou.

Segundo a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), Silvia poderia recorrer judicialmente pela conduta adotada pelo Palmeiras.

“Se a Silvia procurasse a Justiça, com certeza haveria a possibilidade de manejar alguma ação indenizatória por danos morais e no âmbito criminal também talvez uma ação ligada especificamente ao crime de discriminação, como diz a lei. Não é considerado mais como um mero desfavor do cotidiano, mas sim algo grave que abala diretamente a honra, a moral, até o trato dela com a filha, a relação familiar. Ela tem totais possibilidades de procurar um advogado ou a defensoria pública para ir atrás desses direitos”, explicou para o UOL, Lucas Nowill, advogado da Apae.

1 / 8
1
03:46
‘Pretendo beneficiar um filho meu, sim’ diz Bolsonaro sobre embaixada
Em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a nomeação de seu filho, …
2
03:15
Num ato de coragem, MBL pede desculpas publicamente
O jornalista Gilberto Dimenstein e a Catraca Livre já foram diversas vezes vítimas das milícias digitais do MBL com as …
3
03:04
O real motivo do ataque de Bolsonaro ao filme de Bruna Surfistinha
Jair Bolsonaro decidiu atacar o filme realizado por Deborah Secco sobre a ex-prostituta Bruna Surfistinha. Motivo oficial: o filme, usando …
4
02:13
Entenda os desdobramentos do caso Tabata Amaral no PDT
O PDT suspendeu a deputada federal Tabata Amaral e outros sete parlamentares que votaram a favor da reforma da Previdência, …
5
02:03
Incêndio em estúdio de animação em Japão deixa dezenas de mortos
Dezenas de pessoas morreram durante um incêndio criminoso que tomou conta do estúdio de animação da Kyoto Animation, na cidade …
6
02:19
Barragem abandonada corre risco de rompimento no interior de SP
Uma matéria publicada pelo G1 alerta para o risco de rompimento da barragem de água em Iaras, no interior de …
7
02:30
O que significa a gargalhada de Caetano Veloso?
Um vídeo do cantor Caetano Veloso gargalhando está viralizando nas redes sociais. O motivo da piada é a entrevista que …
8
01:51
Site ‘Não me Perturbe’ permite bloquear ligações de telemarketing
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) lançou o Não me Perturbe, site que permite bloquear ligações de telemarketing. O sistema …