CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Quem é o general Pazuello, que assume Saúde após saída de Teich

Atual secretário-executivo do Ministério da Saúde, Eduardo Pazuello comanda a pasta interinamente diante da demissão

Por: Redação
Crédito: Valter Campanato/Agência BrasilO general Eduardo Pazuello assume o Ministério da Saúde interinamente

Menos de um mês após assumir o Ministério da Saúde, Nelson Teich pediu demissão na manhã desta sexta-feira, 15. O motivo da saída seria a decisão do presidente Jair Bolsonaro de mudar o protocolo de prescrição da cloroquina no tratamento do novo coronavírus. Agora, o general Eduardo Pazuello, secretário-executivo, assume interinamente a pasta, mas já é cotado para permanecer no comando de forma definitiva.

A informação da demissão foi confirmada pelo Ministério da Saúde. “O ministro da Saúde, Nelson Teich, pediu exoneração nesta manhã. Uma coletiva de imprensa será marcada nesta tarde”, informou, em nota. Esta é a segunda baixa na pasta em meio à pandemia. Nelson Teich tomou posse em 17 de abril no lugar de Luiz Henrique Mandetta, demitido por divergências com Bolsonaro sobre as medidas para combate da covid-19.

Quem é Eduardo Pazuello

O general de divisão Eduardo Pazuello, nascido no Rio de Janeiro, se formou na Academia Militar das Agulhas Negras, em 1984, como oficial de intendência. Ele não tem nenhuma formação na área da saúde.

Pazuello participou de Operações na Selva, no Centro de Instrução de Guerra na Selva, em Manaus (AM). O general tem também o curso de paraquedista, além de ter feito graduações como mestre de salto, salto livre e avançado de salto livre.

Como oficial superior, fez o curso de Comando e Estado-Maior no Exército, e o curso de política e estratégia aeroespaciais, na Força Aérea Brasileira (FAB).

Entre suas funções como oficial general, trabalhou na assessoria de Planejamento, Programação e Controle Orçamentário do Comando Logístico, no comando da Base de Apoio Logístico do Exército, e na coordenação logística das Tropas do Exército Brasileiro empregadas nos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos no Rio de Janeiro, em 2016.

O general trabalha para o governo desde a época do presidente Michel Temer. Em fevereiro de 2018, passou a coordenar a Operação Acolhida, que cuida de refugiados da Venezuela em Roraima. Depois de deixar o cargo, ele assumiu o comando da 12ª Região Militar, no Amazonas, função que exerceu até chegar ao Ministério da Saúde.

Homem de confiança e amigo do presidente, Pazuello foi convidado por Teich para assumir o cargo de secretário-executivo da pasta. Quando recebeu o convite, colegas militares elogiaram o perfil “determinado” para trabalhar com gestão e logística em um momento de pandemia.

No entanto, na prática, o general que assumiu o comando da Saúde, principalmente em relação às discordâncias entre Teich e Bolsonaro sobre as medidas de isolamento social e o tratamento de pacientes graves da covid-19 com a hidroxicloroquina.

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.