Saiba quem é o Ministro de Bolsonaro que não conhece Chico Mendes

Condenações na justiça, investigação no Ministério Público e apoio de ruralistas cercam Ricardo Salles

Por: Redação | Comunicar erro
Crédito: Tomaz Silva/Agência BrasRicardo Salles

O ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, de 43 anos, não é ambientalista, nem ruralista. Ele é advogado. Natural de São Paulo, em 2018, ele disputou, sem sucesso, uma vaga para deputado federal pelo Partido Novo.

Salles preside o Movimento Endireita Brasil, que defende uma nova direita no cenário político brasileiro.

O ministro foi condenado em primeira instância pela Justiça por favorecimento de empresas de mineração, adulterando mapas de zoneamento do Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Tietê, enquanto foi secretário de Meio Ambiente do Estado de São Paulo.

Crédito: Valter Campanato/Agência BrasilRicardo Salles ao lado do presidente Jair Bolsonaro no dia da posse

Salles é investigado pelo Ministério Público Estadual por intermediar processos administrativos e outras atividades supostamente ilícitas na Junta Comercial de São Paulo.

O nome de Ricardo Salles foi indicado à pasta do Meio Ambiente por várias entidades ligadas ao setor produtivo, como o agronegócio, construção civil, comércio e indústria.  Ele recebe apoio da Sociedade Rural Brasileira e a União da Agroindústria Canavieira (Unica) e também de setores da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

O ministro defende o Projeto de Lei dos Agrotóxicos, sendo a favor da agilização da aprovação do uso dos defensivos agrícolas, a maioria deles proibidos na Europa e Estados Unidos.

Enquanto Chico Mendes foi um seringueiro, sindicalista e ativista político brasileiro. Incansável defensor da floresta Amazônica e dos povos que dela dependiam para viver, combatendo o extrativismo predatório, por uma extração sustentável para as pessoas e a floresta, e criou o conceito de reserva extrativista.

Em 1987, Chico Mendes foi o primeiro brasileiro a receber o Prêmio Global 500 da ONU, que reconhece as personalidades que lutam pelo meio-ambiente. Com sua militância atraiu a ira dos latifundiários e foi assassinado em 22 de dezembro de 1988, nos fundos de sua casa.

Salles pode não concordar com a luta de Chico Mendes, pode se quiser não o reconhecer como um grande líder brasileiro, mas não pode desconhecê-lo.

Compartilhe:

1 / 8
1
05:08
Ex-presidentes brasileiros que foram presos e você não sabia
Em mais uma etapa da Operação Lava Jato, a Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira, 21, o ex-presidente Michel …
2
04:04
Carlos Bolsonaro irrita Rodrigo Maia e complica Previdência
O vereador Carlos Bolsonaro (PSC) irritou o presidente da Câmara Rodrigo Maia com comentários críticos no Twitter. As alfinetadas gerou …
3
01:39
Marcela Temer vira alvo de comentários machistas na web
Após a prisão de Michel Temer pela Lava Jato do Rio de Janeiro, a ex-primeira-dama Marcela Temer virou alvo de …
4
53s
Operação Lava Jato prende ex-presidente Michel Temer
Em mais uma etapa da Operação Lava Jato, a Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira, 21, o ex-presidente Michel …
5
02:53
Suzano e Nova Zelândia: os impactos da exposição excessiva
A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, disse que o nome do atirador que matou 50 pessoas em uma mesquita em …
6
02:28
Posse de armas: Nova Zelândia dá exemplo de civilidade ao mundo
Após chocar o mundo nesta semana com o massacre de 50 pessoas em duas mesquitas de Christchurch, a Nova Zelândia …
7
03:10
Entenda o mistério por trás da boneca Momo
Ainda mais perturbador, o Desafio da Momo está de volta e desta vez a boneca aparece supostamente dentro de vídeos …
8
02:25
Bolsonaro apoia a construção de muro entre EUA e México
Em viagem diplomática a Washington, o presidente Jair Bolsonaro disse apoiar a construção do muro na fronteira entre EUA e México, …