Últimas notícias:

Loading...

Temer determina uso do Exército para combater protestos

O ministro da Defesa anunciou que o presidente Michel Temer determinou ação que permite o uso de tropas do Exército contra os protestos

Por: Redação
Policiais combatem protestos em Brasília

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, anunciou em pronunciamento que o presidente Michel Temer determinou, a pedido do presidente da Câmara Rodrigo Maia, o uso de tropas do Exército e da Força Nacional para combater as manifestações que tomaram conta de Brasília ao longo desta quarta-feira, 24.

“Uma manifestação que estava prevista como pacífica degringolou na violência, no vandalismo, na agressão ao patrimônio público e na ameaça às pessoas, muitas delas servidores que se encontram aterrorizados, dos quais garantimos a evacuação dos prédios”, disse o ministro.

“O senhor presidente da República solicitou, a pedido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, uma ação de garantia da lei e da ordem. Nesse instante, tropas federais se encontram nesse Palácio, no Palácio do Itamaraty e logo mais estão chegando tropas para assegurar que os prédios dos ministérios sejam mantidos”.

A ação de Garantia da Lei e da Ordem permite que tropas do Exército e da Força Nacional sejam convocadas para atuar na segurança pública.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, Temer assinou decreto em edição extra do “Diário Oficial da
União” que autoriza o emprego das Forças Armadas até a próxima quarta- ­feira (31) no Distrito Federal.

Rodrigo Maia diz que pediu que fossem convocadas as Forças Nacionais de Segurança, e não as Forças
Armadas, como disse Jungmann, de acordo com o mesmo jornal.

Em nota oficial, Michel Temer explicou a medida:

A Presidência da República, tendo em vista as manifestações que estão ocorrendo hoje, editou o decreto que “autoriza o emprego das forças armadas para garantia da lei e da ordem no Distrito Federal”, com a única intenção de garantir uma manifestação pacífica e não destrutiva, buscando preservar a ordem pública e a segurança das pessoas.

Importante mencionar que a medida encontra amparo na Constituição Federal e já foi utilizada por diversas vezes, em diversos estados da federação, atendendo pleitos dos senhores governadores. Mencionem-se os estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo, Pernambuco (Recife), Amazonas (Manaus) e Rio Grande do Norte.

Os protestos que acontecem na capital federal pedem eleições diretas e a saída do presidente Michel Temer, depois do escândalo revelado pela JBS.

O que já aconteceu desde a delação da JBS:

Compartilhe:

Tags: #Corrupção
?>