Últimas notícias:

Loading...

Torcedor é ameaçado por PM no Maracanã: ‘vou te entupir de bala’

O torcedor ameaçado usou as próprias redes sociais para se identificar e divulgar o vídeo; assista

Por: Redação

Torcedores do Fluminense usaram as redes sociais nesta quinta-feira, 7, para denunciar a truculência de policiais militares do Batalhão Especializado em Policiamento em Estádios (BEPE) no estádio do Maracanã.

O caso ocorreu na noite de ontem após a derrota do time carioca para o Fortaleza por 2 a 0, em partida válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Maracanã PM torcedor
Crédito: Reprodução/TwitterImagens mostram PM ameaçando torcedor do Fluminense após jogo no Maracanã: ‘vou te entupir de bala’

Em uma das imagens que circulam na internet é possível ver um PM ameaçando um torcedor.

” Vou te entupir de bala, filho da p… Desce logo”, diz o policial ao torcedor identificado como João Alves e que compartilhou o vídeo gravado por um celular (assista mais abaixo).

Segundo ele, o grupo tirava uma selfie para registrar a volta da torcida aos estádios após mais de 500 dias por conta da covidd-19.

“VERGONHOSO! Descer a escada sendo empurrado de toda forma, ao ponto de quase rasgar a minha camisa e no final ter que escutar isso. Lamentável…🤦🏼‍♂️😡 Para esclarecer o porquê disso tudo. Apesar da derrota, foi gratificante poder voltar ao Maracanã depois de tanto tempo. Fomos tirar uma foto, o grupo nosso que estava ali, os policiais não quiseram esperar alegando que já tinha acontecido muita confusão e que eles não estavam mais com paciência”, desabafou no Twitter.

“Um deles ainda virou pra nós e disse que nossa torcida [a do Fluminense] era de merda, que só sabia arrumar confusão e entre outras coisas. Nisso começaram a nos empurrar até a saída, como mostra no vídeo e depois lamentavelmente veio esse outro policial”, relatou.

Em nota enviada ao G1, a assessoria de imprensa da Polícia Militar do Rio de Janeiro disse que “abriu um procedimento interno para apurar o caso e que o PM que aparece nas imagens será chamado para prestar esclarecimentos”.

Saiba como denunciar violência policial

Destacamos diferentes ferramentas de denúncia contra a violência policial. Além da agressão física, configura-se também pela intimidação moral, no uso ilegal e ilegítimo da força ou da coação. Seja por meio de órgãos públicos ou plataformas digitais, confira dicas sobre como denunciar violência policial:

Disque 100

Canal de comunicação que possibilita conhecer e avaliar a dimensão da violência contra os direitos humanos e o sistema de proteção, bem como orientar a elaboração de políticas públicas.

Ouvidoria de PM

Recebe denúncias contra policiais militares e civis que, eventualmente, tenham cometido atos arbitrários ou ilegais; Faz a apuração das queixas. A denúncia pode ser feita anonimamente, por meio de carta e-mail ou telefone.

Em São Paulo, por exemplo, a denúncia pode ser feita até online.

Corregedoria das polícias Civil e Militar

Criado para apurar desvio de conduta policial, órgão pode instaurar inquérito policial quando o crime é cometido por agentes de segurança e, neste caso, encaminhado à justiça comum.

Ministério Publico – MP

Tem como função processar infratores e fiscalizar ações de órgãos públicos envolvidos em investigação criminal, como polícia e órgãos de perícia.

DefeZap

Desenvolvido em 2016 pelas organização Nossas, a plataforma tem como objetivo dar visibilidade à questão da segurança pública e defesa dos direitos humanos.

A plataforma recebe denúncias de violência policial, realiza apurações preliminares e encaminha casos aos órgãos competentes. Conheça a plataforma.

Compartilhe: