#Xatiado com Bolsonaro, Olavo de Carvalho ameaça derrubar ‘governo de merda’

No vídeo, 'guru' da ala ideológica reclama de não receber proteção do presidente

Por: Redação

O escritor Olavo de Carvalho, pretenso “guru” do governo federal, está magoado. Em vídeo divulgado na madrugada deste domingo, 7, aparentemente mostra rompimento com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e diz que poderia derrubar “essa merda desse seu governo” que não agiria contra crimes.

Crédito: Reprodução/YouTubeO escritor Olavo de Carvalho em vídeo que critica Jair Bolsonaro

Numa coisa a gente concorda com o “guru”: o presidente não age contra crimes. Mas contra quais crimes ele está falando? Bom, não os mesmos apontados pela oposição. Influente na chamada “ala ideológica” da Presidência, Olavo diz que Bolsonaro nunca foi seu amigo e continua “inativo” e “covarde” contra o que ele diz ser o “gabinete de ódio contra o Olavo”.

O escritor responde a processos na Justiça e tem perdido muitos deles. No vídeo, ao pedir proteção ao presidente, Olavo reclama de não estar conseguindo se manter nos Estados Unidos por conta das multas vindas com os processos. E cita quem estaria contra ele há anos: os youtubers Felipe Neto e Henry Bugalho, além dos sites Diário do Centro do Mundo e Brasil 247 e da deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP). E afirma: “Nunca houve contra um cidadão particular um massacre jornalístico e judiciário desse tamanho, nem contra narcotraficantes, líderes revolucionários”, disse, num exagero evidente, já que os processos na Justiça surgem após essas pessoas se sentirem vítimas de calúnias, injúrias e difamações vindas de Olavo.

Olavo de Carvalho mente descaradamente: ‘não há mortes por coronavírus’

“Milícia, gabinete do ódio, existe há muito tempo, foi inventado contra mim. Não contra o Bolsonaro. E o que ele fez pra me defender? Bosta nenhuma. Chega lá e me dá uma condecoraçãozinha. Enfia a condecoração no cu. Se você não é capaz de me defender contra essa gente toda eu não quero a sua amizade. Porque eu fui seu amigo, mas você nunca foi meu amigo. Você foi tão meu amigo quanto a peppa. Você só tira proveito e devolve o quê?”, disse.

Na sequência, afirma que Bolsonaro teria se “aproveitado” dele e diz que o presidente comete prevaricação.

“Há décadas existe esse gabinete do ódio contra Olavo, porra. Ao invés do presidente dizer que é meu amigo, não é meu amigo não, você simplesmente se aproveitou. Ao invés de me dar uma condecoração, enfia a condecoração no cu. Ta certo? Não quero mais saber. Outra coisa, você não está agindo contra os bandidos, você vê o crime, eles cometem os crimes, você presencia em flagrante e não faz nada contra eles. Isso chama-se prevaricação. Quer levar um processo de prevaricação da minha parte? Esse pessoal não consegue derrubar o seu governo? Eu derrubo. Continue inativo, continue covarde, eu derrubo essa merda desse seu governo.”

Em outra parte da gravação, o escritor chamou o empresário Luciano Hang, dono da Havan, de “palhaço”. Disse ainda que Bolsonaro é “aconselhado por generais covardes ou vendidos”.

Confira a íntegra: