EM ALTA

Comunicação assertiva: veja a importância dessa prática e como adotá-la na escola

Saber se comunicar de forma não-agressiva facilita a interação positiva entre professores, estudantes e outros profissionais. Entenda mais sobre o tema:

Investir em comunicação assertiva pode ser um grande diferencial para a sua escola. Mas, primeiro, vamos entender o que é esse conceito. É a capacidade que as pessoas têm de expressar qualquer tipo de ideia ou pensamento de forma direta e de fácil compreensão.

Por meio da comunicação assertiva, facilitamos uma interação positiva entre professores, outros profissionais da escola e estudantes. Isso garante que as mensagens sejam transmitidas de maneira clara e sem agressividade, tornando mais fácil a compreensão de todos.

A comunicação assertiva garante que as mensagens sejam transmitidas de maneira clara e sem agressividade
Créditos: Banco de imagens - iStock @pixdeluxe
A comunicação assertiva garante que as mensagens sejam transmitidas de maneira clara e sem agressividade

Neste material, o blog Novos Alunos, do Grupo SEB (Sistema Educacional Brasileiro), vai explicar de forma breve alguns dos diferenciais de investir nesse conceito e como é possível começar a adotar a comunicação assertiva na instituição. Continue a leitura e saiba mais:

Veja também:

Quais os diferenciais da comunicação assertiva?

Compreender os benefícios de uma comunicação assertiva no ambiente escolar é fundamental. Tal abordagem não só aprimora a interação entre todos os membros da comunidade educativa, mas também traz uma série de vantagens distintas. Podemos destacar especialmente:

  • Aprimoramento da expressão: melhora a capacidade das pessoas da instituição de se expressarem de forma mais efetiva. Isso se destaca sobretudo no contato entre a gestão e demais colaboradores, onde é crucial que as mensagens sejam transmitidas de forma clara a todos;
  • Fortalecimento do respeito mútuo: aumenta o respeito dos profissionais da instituição em relação aos seus gestores diretos, assegurando que as mensagens sejam repassadas sem gerar dúvidas ou ruídos de comunicação;
  • Facilitação na resolução de conflitos: auxilia na resolução de conflitos, o que está intimamente ligado ao ponto anterior, já que ruídos na comunicação podem afetar negativamente as relações interpessoais na escola;
  • Credibilidade institucional: contribui para que a escola tenha mais credibilidade no mercado, especialmente porque os profissionais tendem a permanecer mais tempo na instituição e se tornam promotores de sua marca.

Como investir em comunicação assertiva?

Agora que você já sabe a importância da comunicação assertiva para a instituição, chegou o momento de entendermos quais são as principais recomendações para iniciá-la o quanto antes. Confira!

Invista em treinamento e no desenvolvimento de sua equipe

O primeiro passo para investir em comunicação assertiva é ter atenção quanto ao treinamento e desenvolvimento da equipe.

A partir do momento em que profissionais têm mais segurança nas ideias que transmitem, naturalmente ganham mais firmeza para expressá-las, e também mais credibilidade junto aos outros colaboradores.

O primeiro passo para investir em comunicação assertiva é ter atenção quanto ao treinamento e desenvolvimento da equipe
Créditos: Banco de imagens - iStock @ferrantraite
O primeiro passo para investir em comunicação assertiva é ter atenção quanto ao treinamento e desenvolvimento da equipe

Além disso, investir em capacitação nas instituições pode trazer outros ganhos ao negócio, como a retenção dessas pessoas, aumento da qualidade de ensino e melhoria na avaliação da escola perante a comunidade escolar como um todo.

Para isso, não deixe de entender quais são as principais aptidões que devem ser trabalhadas, além de conferir cursos e treinamentos que realmente atendam às necessidades dos colaboradores e da escola.

Incentive a intermediação, especialmente em momentos importantes

Outra dica que reflete bastante no investimento da comunicação assertiva é o estímulo à intermediação. A habilidade de comunicação pode ser desenvolvida e, inclusive, incentivada no treinamento e no desenvolvimento.

Porém, a pessoa não conseguirá alcançar um patamar muito satisfatório de uma hora para a outra, pois isso demanda tempo e estudo por parte dela. Nesse sentido, ao longo desse processo, a intermediação para aqueles que tenham dificuldades de se expressar pode ser uma saída.

Estimule profissionais que tenham essa habilidade bem desenvolvida a trazer a comunicação em momentos importantes, como reunião de pais ou até mesmo em algum evento maior que exija participação de colaboradores.

Entender as particularidades dos profissionais será essencial para auxiliar no desenvolvimento de cada um. Se alguém for mais tímido ou introvertido, é interessante que haja o apoio da gestão para que ele possa trabalhar esse ponto e, assim, adquirir mais potencial na transmissão de informações.

Veja também:

Contribua para que as pessoas não antecipem a comunicação

Sempre que houver algum tipo de treinamento relacionado à comunicação assertiva na instituição, ressalte a importância de que as pessoas não antecipem o diálogo.

Entenda: suponhamos que você precise ministrar uma reunião para discutir o planejamento escolar para o próximo ano. O ideal é que, sempre que alguém estiver se comunicando, outros profissionais esperem o seu momento de falar e não antecipem alguma ideia.

Pode acontecer, por exemplo, de alguém mencionar um conceito ou tópico que já esteja na preparação daquele colaborador. Com isso, haverá desconcentração por parte de todos que estiverem presentes, o que pode prejudicar bastante a efetividade da mensagem.

Estimule a escuta ativa

Este tópico está diretamente ligado ao anterior. A escuta ativa significa permitir que as pessoas expressem suas ideias, ouvindo-as com atenção e interesse.

A escuta ativa significa permitir que as pessoas expressem suas ideias
Créditos: Banco de imagens - iStock @Eduard Figueres
A escuta ativa significa permitir que as pessoas expressem suas ideias

Entre os diferenciais de adotá-la, mencionamos especialmente:

  • melhoria do relacionamento com as equipes, uma vez que todos saberão o momento certo de abordar as ideias e não trarão ruídos;
  • maior absorção das principais informações que estiverem sendo tratadas naquele momento;
  • aumento da confiança entre as pessoas presentes;
  • desenvolvimento da empatia;
  • diminuição de conflitos internos, entre outros.

Evite suposições

Se há o desejo de implementar a escuta ativa na instituição, é essencial evitar suposições. Essas são uma das principais vilãs quando se trata de comunicação assertiva, uma vez que sugerem diferentes problemas.

Nem sempre a suposição terá a mesma compreensão por parte das pessoas, o que pode ocasionar dificuldades no entendimento das tarefas, sendo um fator considerável na ocorrência de atrasos na entrega das demandas por parte dos colaboradores.

Assim, para uma comunicação eficaz, o interlocutor deve:

  • transmitir uma mensagem clara e concisa;
  • repetir a ideia principal para reforçar a mensagem;
  • fazer perguntas abertas para garantir a compreensão da mensagem;
  • escolher o canal mais apropriado para comunicações delicadas, como feedbacks sobre trabalho executado.

Este artigo destacou o valor da comunicação assertiva dentro do ambiente educacional, sublinhando como essa abordagem pode transformar positivamente as relações e a dinâmica institucional.

Vimos que adotar uma comunicação clara, direta e respeitosa não apenas facilita a compreensão e a expressão eficaz de ideias, mas também promove um ambiente de respeito mútuo, ajuda na resolução de conflitos e eleva a credibilidade da escola perante a comunidade e o mercado.

Encorajamos todas as escolas a considerarem seriamente a integração da comunicação assertiva em seus valores fundamentais. Ao fazer isso, elas não só enriquecerão a experiência educacional de seus estudantes, mas também construirão uma comunidade escolar mais coesa e compreensiva.

Gostou de saber mais sobre a comunicação assertiva? Então, que tal conferir mais conteúdos como este e contribuir para um melhor e maior desenvolvimento integral dos seus filhos? Então, acesse o blog Novos Alunos e descubra!

Veja também:

Grupo SEB

Além do blog, que trata sobre assuntos como educação bilíngue, período integral, ensino médio, vestibulares e Enem, você pode acompanhar o conteúdo do SEB por meio da página no Facebook, no perfil no Instagram e no canal do Youtube. Você também pode assinar a newsletter para receber conteúdo por e-mail.