Google resgata obras perdidas do Museu Nacional em tour virtual

Entre as peças disponíveis, destacam-se relíquias históricas como o crânio de Luzia, o mais antigo remanescente humano das Américas

Por: Redação | Comunicar erro
Museu Nacional, que tinha o maio acervo de história natural da América Latina, foi fundado por Dom João VI em 1818

Às sete e meia da noite de 2 de setembro, um incêndio de grandes proporções atingiu o Museu Nacional, no Rio de Janeiro, que abrigava o maior acervo de história natural do país_ e o quinto do mundo. A coleção, catalogada por cerca de 20 milhões de itens, abrigava peças centenárias entre fósseis, múmias, peças indígenas e livros raros. 

Pouco mais de três meses após a tragédia, parte do que foi consumido pelas chamas será recuperado, ainda que virtualmente. Isso porque, o Google Arts & Culture, em parceria com o museu,  disponibilizará um tour virtual e coleções digitais do acervo da instituição. 

A plataforma permitirá um passeio de 360 graus pelo prédio histórico, fundado em 1818 por Dom João VI, resgatando 164 peças digitalizadas antes do incêndio. O lançamento acontece nesta quinta-feira, 13. Acesse o site. 

Entre as peças disponíveis, destacam-se relíquias históricas como o crânio de Luzia, o mais antigo remanescente humano das Américas, a famosa réplica de Titanossauro e o Meteorito de Bendegó, o maior já encontrado no Brasil, pesando 5.260 kg.

 

Além das mostras, a plataforma traz um passeio virtual inédito por dentro do museu com imagens em 360 graus captadas em 2017, por meio do Museum View.

Com a ferramenta, é possível mergulhar pelas salas do prédio histórico, além de ver, em detalhes, as peças que ficavam em exposição. Esse tour pode ser guiado com narração em português, inglês e espanhol e também assistido em modo imersivo com o uso de um cardboard ou outros visores de realidade virtual.

Confira alguns destaques das obras recuperadas: 

  •  Luzia, o mais antigo esqueleto humano encontrado nas Américas, com aproximadamente 11.500 anos de idade.
  • O meteorito do Bendegó, um dos maiores do mundo, foi descoberto por um menino à procura de uma vaca perdida em 1784.
  • Gato mumificado do Egito Antigo, uma oferenda à deusa Bastet.
  • Réplica do esqueleto do Titanossauro, cujos ossos originais foram descobertos perto de São Paulo na década de 1950.
  • Vaso Marajoara, sociedade pré-colombiana.
  • Máscaras indígenas do povo Awetí, Waurá e Mehináku.

Compartilhe:

Tags: #Arte #Cultura
1 / 8
1
01:46
Os erros de português mais absurdos do governo Bolsonaro
A língua portuguesa não é bem o forte da gestão Bolsonaro. Vários nomes importantes do governo já escorregaram no idioma …
2
30s
Onde ou Aonde?
Responda rápido: "Onde você quer ir jantar?" ou "Aonde você quer ir jantar?". Qual a resposta correta.
3
34s
Use “anexo” corretamente
Na hora de enviar um e-mail corporativo, você sabe como escrevê-lo corretamente?
4
34s
Senão ou se não?
Aprenda quando usar o "senão" ou "se não".
5
33s
Presente do Subjuntivo
Aprenda a usar corretamente o Presente do Subjuntivo.
6
02:13
O estilista que ensina de crochê em penitenciária masculina
O projeto Ponto Firme, criado pelo estilista Gustavo Silvestre, tem como objetivo transformar a vida de detentos de uma penitenciária …
7
01:47
Como se apaixonar por Bach – Lição 10
Curso "Como se apaixonar por Bach", com o maestro e pianista João Carlos Martins.
8
01:48
Como se apaixonar por Bach – Lição 9
Curso "Como se apaixonar por Bach", com o maestro e pianista João Carlos Martins.