Por que ter uma horta na escola melhora o desempenho dos alunos ?

Oferecer espaços para o cultivo dentro da escola infantil aproxima os alunos da natureza e ajuda a conscientizá-los sobre a importância do meio ambiente 

Por: Redação Comunicar erro

Com a crescente presença da tecnologia no cotidiano do público adolescente e infantil, as crianças têm tido cada vez menos contato com a natureza, o que afeta não só a conscientização sobre a necessidade da preservação do meio ambiente, mas também o desenvolvimento humano e social delas.

Projetos como a horta na escola têm sido a saída para as instituições de ensino preocupadas em resgatar essa relação tão importante.

Conforme uma pesquisa realizada pelo Royal Horticultural Society em parceria com a National Foundation for Educational Research (NFER) — institutos que promovem a horticultura e a educação, respectivamente —, as crianças que fazem atividades na horta da escola melhoram o seu desempenho acadêmico, físico e mental quando comparadas aos alunos que não possuem essa experiência no ambiente escolar.

Crédito: Getty ImagesAjudar a plantar as sementes das verduras ou a regar as plantas na horta são atividades físicas que ajudam no desenvolvimento motor infantil

Oferecer espaços para o cultivo dentro da escola infantil aproxima os alunos da natureza, gerando uma importante relação afetuosa com a mesma, de modo a conscientizá-los sobre a importância de cuidarmos das plantas e do meio ambiente no geral.

Essa proximidade e afetividade com a natureza, é o primeiro passo para a construção efetiva e permanente de hábitos sustentáveis.

  • Apresenta a origem dos alimentos

Saber o que está sendo consumido, quais são os nutrientes necessários para o crescimento e de onde vêm os alimentos é fundamental para as crianças, que estão iniciando a formação dos seus hábitos.

Ao colocarem a mão na terra e plantarem frutas e verduras na escola, os alunos se familiarizam com os alimentos, compreendem do que eles são feitos e como podem contribuir para uma alimentação adequada.

Dessa forma, é possível incutir no seu filho o hábito de se alimentar saudavelmente desde cedo, ajudando-o a distinguir o tipo de alimento que lhe faz bem dos que não trazem benefícios para a sua saúde.

Isso diminui os riscos de desenvolvimento de doenças, o torna consciente sobre a importância de comer bem e, com certeza, acaba com cara feia na hora de comer salada no jantar.

  • Equilibra o uso de eletrônicos e o contato com a natureza

Apesar de oferecer diversos benefícios, o uso da tecnologia também pode trazer riscos para as crianças — como o isolamento, distúrbios emocionais e o distanciamento da natureza.

Ter um espaço que estimula o contato com o meio ambiente na instituição de ensino é essencial para equilibrar o uso de eletrônicos com o conhecimento a respeito do ecossistema.

O primeiro contato com a natureza é capaz de abrir portas para despertar a curiosidade do aluno sobre o assunto, fazendo com que ele tenha um estímulo a mais para participar de atividades ao ar livre em vez de ficar o dia todo conectado aos aparelhos eletrônicos.

  • Promove o desenvolvimento motor

Ajudar a plantar as sementes das verduras ou a regar as plantas na horta são atividades físicas que ajudam no desenvolvimento motor infantil, de maneira a otimizar a movimentação e o equilíbrio dos pequenos e deixando as suas ações mais precisas.

Além disso, participar da horta na escola infantil contribui com o melhoramento do desenvolvimento cognitivo e sensório-olfativo, uma vez que os alunos recebem novos conhecimentos sobre a natureza, tocando, visualizando e comendo aquilo que plantam.

  • Possibilita a aprendizagem na prática

Absorver a teoria em sala de aula e colocar os conhecimentos em prática é crucial para potencializar o processo de aprendizagem.

A horta na escola pode servir de base para o aprendizado das disciplinas e dos seus conteúdos. Na aula de ciências, por exemplo, os alunos podem acompanhar de perto como se dá o nascimento e o crescimento das plantas. Já nos ensinamentos de matemática, o professor pode trabalhar economia doméstica por meio do uso dos alimentos plantados.

O cultivo de uma horta cria situações de aprendizagem reais e diversificadas, o que permite ampliar a inserção e as discussões dos temas trabalhados dentro da sala. Ou seja, ao plantar frutas e verduras, as crianças também poderão colher conhecimentos que serão levados pela vida toda.

Quer saber mais sobre o assunto ? Confira a matéria completa no Blog Novos Alunos.

1 / 8
1
04:21
Weintraub usa o MEC para tentar tirar verbete da Wikipédia do ar
Uma matéria publicada pelo jornal Folha de S. Paulo mostra que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, usou o peso …
2
01:46
Os erros de português mais absurdos do governo Bolsonaro
A língua portuguesa não é bem o forte da gestão Bolsonaro. Vários nomes importantes do governo já escorregaram no idioma …
3
02:13
O estilista que ensina de crochê em penitenciária masculina
O projeto Ponto Firme, criado pelo estilista Gustavo Silvestre, tem como objetivo transformar a vida de detentos de uma penitenciária …
4
03:24
1ª diretora trans de uma escola pública em São Paulo
Paula Beatriz de Souza é a 1ª diretora trans de uma escola pública em Sã Paulo. Ela superou preconceitos para …
5
27s
Maior Sarau do Mundo – Fabio Marabesi
Participe você também do projeto do Catraca Livre que quer montar o maior sarau virtual do mundo. Clique aqui e …
6
01:39
Maior Sarau do Mundo – Patrícia Gonçalves
Participe você também do projeto do Catraca Livre que quer montar o maior sarau virtual do mundo. Clique aqui e participe: …
7
31s
Maior Sarau do Mundo – Amanda Gedra
Participe você também do projeto do Catraca Livre que quer montar o maior sarau virtual do mundo. Clique aqui e …
8
57s
Maior Sarau do Mundo – Patrícia Gonçalves
Participe você também do projeto do Catraca Livre que quer montar o maior sarau virtual do mundo. Clique aqui e participe: …