Bruna Marquezine critica Silvio Santos e suporta Claudia Leitte

A atriz endossou a campanha "mexeu com uma, mexeu com todas" contra o assédio sexual

bruna marquezine, silvio santos e claudia leitte
Crédito: Reprodução/InstagramBruna Marquezine endossou campanha “mexeu com uma, mexeu com todas” e criticou Silvio Santos

A cantora Claudia Leitte tem recebido o apoio de famosos e anônimos após ser constrangida ao vivo por Silvio Santos durante participação especial no Teleton. Uma demonstração de sororidade que chamou a atenção foi a da atriz Bruna Marquezine que mandou um recado para o dono do SBT.

Através de sua conta no Instagram, a artista repostou a foto de um campanha contra o assédio que diz “mexeu com uma mexeu com todas” e na legenda ela avisa para o apresentador que uma peça de roupa não valida assedio.

“Quando em rede nacional e durante um programa social, um apresentador assedia uma cantora, podemos ver como essa violência é normalizada que muitas de nós não sabem como reagir. A vergonha, o medo da retaliação e a exposição nos paralisam. Mas é preciso lembrar: ISSO NÃO É NORMAL. E o fato disso estar na TV só desencadeia um efeito devastador para outras milhões de mulheres que sofrem essa mesma violência. Veja bem, Silvio, roupa não é convite. Respeito. Não nos calaremos. Nos acolheremos”, escreveu Bruna Marquezine.

Veja outros famosos que se manifestaram:

Assédio

Claudia Leitte usou um vestido rosa justo e curto para a noite de apresentação no Teleton, no SBT, quando foi surpreendida por comentários machistas de Silvio Santos.

O apresentador se recusou a cumprimentá-la dizendo que “esse negócio de abraço, me excita e eu não gosto de ficar excitado”. “Da maneira que você está se apresentando dá vontade de sair da poltrona, tomar um chopp e depois procurar um conforto […] Não sabia que você se apresentava com essa roupa, essa aí é uma novidade”, disparou.

claudia leitte
Crédito: reprodução / Twitter Claudia Leitte ficou constrangida no palco do Teleton 2018 após assédio de Silvio Santos

Claudinha, por sua vez, desabafou: “Aonde quer que eu vá, minha entrega é total. Tem que ser com todo amor do mundo, especialmente quando se trata de contribuir para o bem de alguém. Senti-me constrangida sim! Quando passamos por episódios desse tipo, vemos em exemplificação, o que acontece com muitas mulheres todos os dias, em muitos lugares. Isso é desenfreado, cruel, nos fere e nos dá medo”, escreveu.

Compartilhe: