Corpo de Bombeiros se pronuncia sobre racismo com Cacau Protásio

Corporação afirmou que não tolera qualquer tipo de discriminação

Por: Redação

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (RJ), por meio de sua assessoria de imprensa, se pronunciou a respeito do caso de racismo e gordofobia envolvendo um membro do batalhão e Cacau Protásio. A corporação disse que lamenta o ocorrido e que atos discriminatórios são intoleráveis.

Atriz Cacau Protásio
Crédito: Reprodução/ InstagramAtriz Cacau Protásio chora ao ser vítima de racismo

“O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) informa que não compactua com qualquer ato discriminatório. A corporação se solidariza com a atriz Cacau Protásio e já abriu procedimento interno para identificar o(s) militar(es) e apurar a conduta. O CBMERJ reforça o seu compromisso com a população de Vida Alheia e Riquezas Salvar independentemente de cor, gênero, raça ou qualquer outra distinção. Os atos divulgados não representam a corporação centenária que, por anos seguidos, é considerada a instituição mais confiável do Brasil.”

William Bonner sai em defesa de Cacau Protásio após caso de racismo

O CASO

Por meio de um áudio divulgado pelo colunista Leo Dias, bombeiros criticaram e ofenderam Cacau, que gravava de cenas do filme ‘Juntos e Enrolados’ no quartel central, no último fim de semana.

Em uma das mensagens, um homem disse: “Olha a vergonha no pátio do quartel central. Essa mulher do ‘Vai que Cola’, aquela gorda, colocou a farda e botou os dançarinos viados com roupa de bombeiro. Isso é um esculacho, rapaz. Qual é a desse comandante? Vai deixar uma pu*ria dessas no pátio do quartel?”.

Em outro áudio, um segundo homem define a presença do grupo no quartel como “lamentável”, fazendo uso de palavras e expressões homofóbicas, gordofóbicas e racistas. “Vergonhoso. Mete aquela gorda, preta, fdp numa farda de bombeiro, uma bucha de canhão daquela, com um monte de bailarino viado, quebrando até o chão. Vão achar que é o que? Bombeiro? Aquilo é tudo viado. Lamentável.”

Cacau se manifestou nas redes sociais sobre o ocorrido. Chorando, a atriz disse que não merece passar por isso: “Sou negra, sou gorda, sou brasileira e sou atriz. Eu conto história, conto ficção. E eu não mereço ser agredida assim, como nenhuma pessoa. Eu respeito a opinião de alguns bombeiros de ‘ah, eu não acho certo’, mas vai ver realmente a história, vai ver o que é antes de agredir”.

Famosos saíram em defesa de Cacau, como você pode ver no link abaixo:

1
A eterna campanha para desqualificar ‘Democracia em Vertigem’
A menos de uma semana do Oscar, o documentário “Democracia em Vertigem” volta a ser alvo de ataques. Desta vez, …
2
Democracia em Vertigem é indicado ao Oscar; confira outros finalistas
Finalmente foi divulgada a lista dos finalistas ao Oscar 2020 e uma das grandes surpresas para nós brasileiros foi a …
3
Davi (ex-Banda Uó) indica seus lugares favoritos em SP
Qual a relação entre uma batalha de vogue e o bairro oriental da Liberdade? Na cidade de São Paulo vivida …
4
Cenas de machismo que não queremos ver novamente no próximo BBB
Entramos na contagem regressiva para a estreia da 20ª edição do Big Brother Brasil (BBB), prevista para ir ao ar …
5
Adoniran Barbosa ganha documentário sobre sua vida e obra
Finalmente Adoniran Barbosa ganhará uma homenagem à altura de seu talento. O documentário "Adoniran - Meu Nome É João Rubinato" …
6
Netflix: ‘O Monstro ao Lado’ mostra os caminhos tortuosos da justiça
O documentário "O Monstro ao Lado" retrata o dramático processo de julgamento de John Demjanjuk, um pacato cidadão ucraniano que …
7
‘O Irlandês’, de Scorsese, na sua sala
"O Irlandês", filme do diretor Martin Scorsese é lançado na plataforma de streaming Netflix.Com um elenco de tirar o fôlego …
8
‘Inacreditável’: a série da Netflix que veio para surpreender
A série original da Netflix "Inacreditável" é baseada em um caso real e promete te fazer maratonar os 8 episódios …