Diretor de ‘Azul é a Cor Mais Quente’ choca Cannes com sexo

Na primeira projeção do filme, atriz que protagonizou cena de sexo e espectadores abandonaram a sala de cinema

Por: Redação | Comunicar erro
Abdellatif Kechiche
Crédito: reprodução/FacebookAbdellatif Kechiche é detonado pela crítica

O diretor franco-tunisiano Abdellatif Kechiche, que há seis anos recebeu Palma de Ouro pelo filme Azul é a Cor Mais Quente, escandalizou o público do Festival de Cannes com cenas explícitas de sexo.

A produção em questão é ‘Mektoub My Love: Intermezzo‘, que mostra imagens quentes de um grupo de jovens em uma discoteca. Uma das cenas que mais chamam atenção inclui 13 minutos de sexo oral no banheiro, o que foi classificado pela crítica como imagens pornográficas “gratuitas”.

cena de mektub
Crédito: divulgaçãoCena do filme ‘Mektub My Love: Intermezzo’

Um dia antes de causar o alvoroço em Cannes, o filme já havia incomodado o público que fez parte da primeira exibição. Há relatos de que vários espectadores abandonaram a sala de cinema constrangidos, entre eles, a própria atriz que protagoniza a cena de sexo oral, Ophélie Bau.

No final da projeção de mais de três horas e meia, o diretor foi ao microfone pedir desculpas aos que restaram na sala. “Peço desculpas por manter vocês aqui sem adverti-los e agora vou embora”, disse.

Para se ter uma ideia do desastre, o crítico do jornal espanhol El País Carlos Boyero, questionou a sanidade de Kechiche. “Que tipo de substâncias o diretor ingeriu e como afetaram seu cérebro para cometer tamanha e infinita estupidez?”.

Essa não é a primeira vez que o cineasta se vê envolvido em escândalo. As atrizes protagonistas de ‘Azul é a Cor Mais Quente’, Adèle Exarchopoulos e Léa Seydoux, denunciaram abuso do diretor no set de gravação. Segundo elas, ele as fazia rodar as cenas de sexo por horas com as vaginas sangrando.

‘Azul é a Cor Mais Quente’, dirigido por Abdellatif Kechiche

No ano passado, uma mulher também denunciou Kechiche por agressão sexual, o que foi negado por ele, dizendo ter a consciência tranquila.

1 / 8
1
06:43
Após ser acusado de comunista, Dimenstein cobra provas de Hasselmann
A deputada federal Joice Hasselmann perdeu a calma nas redes sociais ao atacar o jornalista Gilberto Dimenstein, acusando-o de militante …
2
04:53
Netflix e KondZilla lançam ‘Sintonia’, da periferia para o mundo
KondZilla tem razão quando afirma: "A favela venceu". “Sintonia”, a nova série da Netflix, prova isso. A ideia original é dele …
3
04:21
Sinais que indicam problemas no estômago
Ter tosse seca pode ser um sinal que o seu estômago não vai muito bem. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …
4
03:43
O estrago de Frota é maior que o Bolsonaro poderia acreditar
Após ser expulso do PSL, o deputado federal Alexandre Frota confirmou sua filiação ao PSDB, partido de João Doria, governador …
5
03:03
Câmara aprova projeto de lei sobre abuso de autoridade
A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que define quais situações configuram abuso de autoridade. Agora, o texto …
6
04:07
Um pedido de desculpas à Angela Merkel pelas ofensas de Bolsonaro
Depois de dizer a um repórter que ele deveria fazer cocô dia sim, dia não para preservar o meio ambiente, …
7
03:26
Mortes provocadas pelo fim dos radares deveriam ter nome de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro determinou nesta quinta-feira, 15, a suspensão dos radares de fiscalização de velocidade móveis em rodovias federais …
8
04:56
‘Risk’, na Netflix, vaza a imagem não autorizada de Julian Assange
Será que, em um ato de coragem, você arriscaria sua própria liberdade para trazer à tona realidades que manipulam a …