CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Porchat diz que a homofobia é nítida, após ataque ao Porta dos Fundos

Por: Redação

“Penso que o ódio pelo Especial de Natal diz muito mais sobre quem o repudia do que sobre nós. A homofobia é nítida nesse caso. Para nós, do Porta dos Fundos, ser gay é uma característica como qualquer outra”, declarou Fábio Porchat em entrevista ao jornal Globo, após a sede do Porta dos Fundos ser atacada com coquetéis molotovs, na última terça-feira, 24.

O crime aconteceu em decorrência da repercussão do vídeo “Especial de Natal Porta dos Fundos: A primeira tentação de cristo”, no qual retrata Jesus Cristo como sendo um jovem gay. Grupos religiosos chegaram a organizar um abaixo assinado para tirar a produção do ar.

A Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) emitiu nota alegando que o vídeo “agride profundamente a fé cristã”. Assim como a produção também foi criticada pela Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), OAB estadual no Maranhão, Federação Islâmica Brasileira (Fambras) e o Instituto Brasileiro de Direito e Religião.

Crédito: Reprodução/InstagramPorchat interpreta o companheiro de Jesus em especial do Porta dos Fundos

O crime

Vídeo com três suspeitos de cometer o ato vem sendo compartilhado nas redes sociais. Para Porchat é preciso que os responsáveis sejam punidos a fim de mostrar que a homofobia não é um crime tolerado.

A sede do Porta dos Fundos foi atacada com dois coquetéis-molotov, pegando fogo em parte do local, mas logo contido por seguranças. O prédio fica no Humaitá, bairro nobre na zona sul do Rio de Janeiro, numa área repleta de câmeras de segurança. Veja mais detalhes sobre o caso. 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.