Sobrinho-neto de Malafaia fala sobre pressão psicológica da ‘cura gay’

Por: Redação

Rodrigo Westermann, 29 anos, é modelo, trabalha e vive sem manter grandes relações com os familiares, isso porque ele faz parte da família de Silas Malafaia. Sobrinho-neto do pastor, o rapaz concedeu entrevista ao Extra e contou como foi assumir sua homossexualidade aos 15 anos de idade.  “Frequentei igreja a vida inteira. Quando descobriram que sou gay, foi um terror psicológico. Me levaram a um terapeuta evangélico. Prometi que iria mudar. Não havia saída, eu tinha só 15 anos. Não tinha autonomia. Precisava obedecer ou ficaria de castigo. Arrumava até namorada de mentira”, falou.

Crédito: Reprodução/InstagramRodrigo Westermann fala sobre como é ser gay e membro da família de Malafaia

“Só assumi [ser gay] realmente aos 20 porque não aguentava mais. Falei ‘ou vocês têm um filho gay, ou não têm mais um filho’. Aceitaram, mas com algumas ressalvas”, explica o rapaz que atualmente está de casamento marcado com o  ex-“The voice Brasil” Leandro Buenno,

A união dos dois será em março de 2020 em uma fazenda. Rodrigo diz que a família não será convidada, pois perante os olhos dos parentes ele e Leandro levam uma vida errada. Da nossa parte aqui da Catraca desejamos felicidades ao casal e lamentamos que ainda existam famílias que se portam dessa maneira diante de parentes LGBTs.

Leandro Buenno e Rodrigo Westermann vão se casar em março

Compartilhe: