Thiago Salvático desabafa sobre Gugu no Fantástico: o que se sabe até agora

Suposto namorado do apresentador disse que ele sonhava em viver sem preconceitos

Por: Redação

A disputa pela herança de Gugu Liberato, morto em um acidente doméstico no dia 22 de novembro, ganhou nova repercussão no último domingo, 17, após entrevista de Thiago Salvático ao Fantástico.

Crédito: Reprodução/InstagramSuposto namorado de Gugu pede que Justiça reconheça união estável

O chef de cozinha fez um desabafo sobre o comunicador, que segundo ele, sofria com o julgamento da sociedade por ser homossexual. “O maior sonho dele era viver essa relação sem preconceito por orientação sexual, viver o amor sem sofrer as consequências”, declarou.

Salvático afirma que mantinha um relacionamento com Gugu desde 2011 e agora luta na Justiça pelo reconhecimento da união estável — com isso, ele teria direito a parte da herança. “Minha relação com o Gugu foi baseada em muito amor, cumplicidade. Eu tenho muito orgulho de ter vivido”, completou.

Na época em que Gugu morreu, nada sobre Salvático foi mencionado na imprensa. Porém, Thiago foi fotografado no velório do apresentador, em São Paulo, e as fotos foram divulgadas assim que ele revelou o relacionamento com o veterano. Ele vive na Alemanha, é dono de duas sorveterias, e usa como provas de seu envolvimento com Gugu uma série de fotos dos dois viajando por diversos países.

ROSE MIRIAM

Rose Miriam Di Matteo, com quem Gugu teve seus três filhos (João Augusto, Marina e Sofia), também concedeu entrevista ao Fantástico e alegou desconhecer a existência de Salvático.

“Nunca ouvi falar no nome, eu gostaria de dizer que o Gugu em vida hoje jamais assumiria uma vida extraconjugal. Ele jamais teria uma família que não fosse a nossa. Ele era muito feliz comigo e com os filhos”, garantiu.

Crédito: Reprodução / O GloboFotos buscam comprovar a união estável entre Gugu Liberato e Rose Miriam

Advogados de Rose disseram que levar uma relação a público é fator fundamental para o reconhecimento de uma união estável e afirmaram que se a relação do apresentador com Thiago existiu, ela era “oculta” e considerada uma “traição”.

Porém, segundo documentos exibidos no dominical da Globo, Rose assinou junto com Gugu um ‘compromisso conjunto para criação de filhos’, que comprova que os dois não vivam uma união estável, tão pouco eram casados, conforme a então viúva alega. Contudo, Rose diz ter assinado tal documento sem saber do que se tratava.

HERANÇA

Semanas após o falecimento de Gugu, Rose Miriam entrou na Justiça para reaver a divisão dos bens do apresentador. Isso porque foi revelado que Liberato não a incluiu em seu testamento. O comunicador deixou 75% de seu patrimônio para os três filhos, e 25% divididos entre os sobrinhos. A mãe de Gugu, Maria do Céu, também recebe uma pensão de R$100 mil.

Crédito: Reprodução/InstagramFamília de Gugu Liberato nega dificuldades de Rose Miriam

Para Miriam, Gugu deixou em vida uma mansão avaliada em até R$ 6 milhões e pagava uma mesada de pelo menos R$40 mil.

Uma das questões que mais incomodou a médica foi o fato de Aparecida Liberato, irmã do Gugu, ter sido escolhida para cuidar do dinheiro das filhas do comunicador até que elas completem 18 anos, em 2022.

Após iniciar briga judicial, Rose ganhou, em fevereiro, o direito a uma pensão de R$ 100 mil mensais, assim como Maria do Céu.

Na última semana, o caso ganhou um novo desdobramento, após Marina e Sofia pedirem a troca de advogados para entrarem na Justiça contra a tia. As gêmeas questionaram o paradeiro de bens do pai, como joias, quadros, relógios, pedras preciosas, além de dinheiro relacionado a seguro de vida e plano de previdência privada.

Marina e Sofia foram derrotadas por Aparecida na Justiça e proibidas de contratarem novos profissionais para representarem seus interesses. Elas seguirão sob os cuidados da equipe jurídica da irmã do apresentador.

Enquanto isso, a família de Gugu segue reafirmando que não falará sobre o caso à imprensa, visto que só podem comentar a respeito do assunto nos autos. Contudo, eles garantem que todo o patrimônio do apresentador está guardado, do jeito que ele deixou.